ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

9/07/2020

Views:

Duetos Crossover | Yolanda Soares e Bruno Correia | Dia 10 de Outubro no Casino Estoril


"Duetos Crossover" é um projecto que  faz a ponte entre dois universos musicais diferentes unindo o canto lírico à música pop rock e vice versa. Yolanda Soares, soprano, representa o lado mais lírico, clássico e encontra-se com a voz de Bruno Correia, cantor especial, com voz mais ligeira e pop rock mas cujas características ultrapassam a usual abordagem vocal do género, mostrando que não existem limites nem preconceitos no que toca a estilos musicas. Tudo pode ser harmonioso quando o objectivo é a liberdade artística na criação de novas visões e interpretações. Tudo vive em perfeita harmonia neste espectáculo, incluindo as projecções de vídeo mapping, uma das novidades que irão complementar as actuações. É um concerto que conta histórias, que faz reflectir e passa mensagens, principalmente de inclusão, de sublimação da diferença e do respeito pelo contrário. É um coexistir em harmonia. Duetos Crossover pretende ir além do pré-estabelecido e rompe com o purismo.

O  lírico e o pop cantam fado, o rock canta lírico, o lírico canta pop. Ambos emprestam a voz a uma diversidade de repertório unindo-o num novo percurso. Numa ponte que permite conhecer o outro lado do mundo. Onde a arte não tem barreiras.

Duetos Crossover 
Dia 10 de Outubro  às 21h30 no  Casino  Estoril 
É muito mais que música, muito mais que voz, muito mais que imagem. Duetos Crossover é a união da diferença. A transposição do limite. É o respeito pelo contrário, é um caminhar lado a lado. É harmonia. É uma "dança"  que se encontra em movimentos improvisados. Como o mar que ondula numa perfeita sintonia. Sinfonia. Simetria. Tudo aqui é respeito pelo outro, pela arte, pelo amor à liberdade.  
A diferença aqui é a força. 
A diferença é união. 

Sem comentários:

Publicar um comentário

ESTIMADO LEITOR: esteja à vontade para partilhar e comentar este post em qualquer rede social, mas não esqueça de comentar aqui no próprio post. O autor agradece,

Topo