ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

8/03/2020

Views:

5 dicas para evitar o surgimento de cravos e espinhas causados pela maquiagem



Ao contrário do que muitos pensam, o uso de maquiagem não está necessariamente associado ao surgimento de acne. Dermatologista dá dicas para evitar o problema.

São Paulo – 31/07/2020 - A acne é um problema que atinge grande parte da população, afetando cerca de 90% dos adolescentes e metade da população adulta. Dessa forma, é natural que muitas pessoas busquem na internet soluções para prevenir e tratar a condição. No entanto, é preciso lembrar que o ambiente virtual está repleto de informações incorretas. Uma informação muito disseminada, por exemplo, é que o uso de maquiagem provoca o surgimento de cravos e espinhas, o que, de acordo com a dermatologista Dra. Paola Pomerantzeff, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, não é verdade. “A maquiagem causa espinhas apenas quando é aplicada de maneira errada, não é retirada corretamente ou os produtos usados não são específicos para a pele oleosa”, afirma. Então, para que você possa utilizar maquiagem sem se preocupar, a especialista listou 5 cuidados que devemos tomar na hora de se maquiar para prevenir o aparecimento de acne. Confira:

Escolha sua maquiagem com cuidado – Assim como os dermocosméticos, as maquiagens também devem ser escolhidas de acordo com seu tipo de pele. “Por isso, caso você sofra com acne e pele oleosa, o ideal é procurar por maquiagens oil-free e não comedogênicas, ou seja, produtos que possuem uma textura mais leve e contam com ingredientes menos oleosos para evitar o entupimento dos poros”, aconselha a médica. Vale a pena investir também em maquiagens formuladas com ativos que atuem na prevenção, controle e tratamento da acne, como o ácido salicílico. “Porém, evite maquiagens líquidas muito pesadas e de alta cobertura, já que esse tipo de produto favorece o acúmulo de óleo e sujeira, levando ao entupimento dos poros e ao surgimento de cravos e espinhas.”

Prepare sua pele - Antes de aplicar a maquiagem, lembre-se de realizar a rotina diária de cuidados com a pele. “Comece higienizando a pele com um sabonete que controle a oleosidade e seja formulado com ativos anti-inflamatórios. Após o sabonete, é necessário utilizar um tônico adstringente e, em seguida, aplique seu medicamento para acne, caso utilize algum. Não se esqueça também da hidratação, que deve ser feita com séruns ou géis formulados com ativos que promovam o controle da oleosidade, o que, além de ajudar a prevenir o surgimento de acne, também deixará a maquiagem com um resultado melhor”, recomenda a dermatologista. Para finalizar, aplique o protetor solar, que deve ter, no mínimo, FPS 30 e pode conter cor, o que vai te ajudar a poupar tempo na hora de aplicar a maquiagem.

Utilize pincéis de maquiagem ou os próprios dedos – Segundo a Dra. Paola, o importante é evitar aplicar a maquiagem com os dedos ou pincéis sujos para que a oleosidade e sujeiras presentes nas mãos ou materiais não sejam transferidas para o rosto, favorecendo assim o entupimento dos poros. “Não se esqueça de limpar essas ferramentas após cada uso ou pelo menos a cada duas semanas, já que pincéis e esponjas podem acumular resíduos que, além de influenciarem no acabamento, textura e até na cor de sua maquiagem, podem causar alergias, irritações ou dermatites na pele, chegando até a contribuírem para a formação de cravos e espinhas”, alerta.

Não compartilhe pincéis e esponjas – “Apesar da acne não ser contagiosa, bactérias e sujidades que estão envolvidas na formação de cravos e espinhas podem ser transferidos de uma pessoa para a outra por meio dos pincéis e esponjas de maquiagem. Então, evite o compartilhamento dessas ferramentas.”

Não se esqueça de remover a maquiagem – Um dos principais cuidados para prevenir o surgimento de acne devido ao uso de maquiagem é removê-la de toda a face para evitar a obstrução dos poros. Mas não adianta utilizar produtos de higiene básica, como sabonetes e loções de limpeza, pois eles não são capazes de eliminar todas as impurezas. No lugar, aposte em um demaquilante ou cleansing oil. “Os demaquilantes em forma de loção, gel e espuma são ótimos para retirar os resíduos mais leves da pele, como restos de batom, blush e sombra em pó. Porém, para remover produtos de longa duração e a prova d’água, o melhor é utilizar demaquilantes bifásicos ou cleansing oil”, afirma a médica.

Por fim, a Dra. Paola Pomerantzeff reforça que, caso você esteja sofrendo com um quadro constante e persistente de acne, o mais importante é visitar um dermatologista. “Apenas ele poderá identificar o real causador da acne e indicar o melhor tratamento para o seu caso, seja tópico ou oral”, finaliza.

DRA. PAOLA POMERANTZEFF - Dermatologista, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD), tem mais de 10 anos de atuação em Dermatologia Clínica. Graduada em Medicina pela Faculdade de Medicina Santo Amaro, a médica é especialista em Dermatologia pela Associação Médica Brasileira e pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, e participa periodicamente de Congressos, Jornadas e Simpósios nacionais e internacionais. http://www.drapaola.me/

Sem comentários:

Publicar um comentário

ESTIMADO LEITOR: esteja à vontade para partilhar e comentar este post em qualquer rede social, mas não esqueça de comentar aqui no próprio post. O autor agradece,

Topo