ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

6/15/2020

José Roberto e Roberto Carlos



José Roberto, um dos muitos cantores influenciados pelo estilo da Jovem Guarda, gravou quatro canções compostas por Roberto Carlos

Por: Derbson Frota

José Roberto Sá Costa, baiano de Salvador, iniciou sua carreira artística em 1967, quando saiu de sua cidade natal para o Rio de Janeiro e gravou, através da CBS (selo Entré) seu primeiro LP, intitulado “Os sucessos na voz de José Roberto”. Foi com a canção Eu não presto, mas te amo de autoria de Roberto Carlos, que o artista conseguiu a fama nacional como cantor romântico, influenciado pelo estilo da Jovem Guarda. Nos anos seguintes, JR emplacou vários sucessos, como Resolvi não lhe deixar, Sou eu chamando você, Brigas de amor, Sim ou não, Pra nunca mais chorar, A minha vingança, Meu bem ao menos telefone, Benzinho, tenho um amor melhor que o seu e Lágrimas nos olhos

Ao longo de 53 anos de carreira, José Roberto gravou 12 discos na gravadora CBS e 2 na Copacabana, além das várias coletâneas e compactos duplos e simples. Entre inéditas e coletâneas, o cantor gravou também 6 CDs (Polydisc e GEMA). José Roberto já fez vários shows em países latinos. Mora atualmente em Araruama, na Região do Lagos, Rio de Janeiro, e continua a se apresentar pelo país, cantando seus maiores sucessos. Sempre se comunica com seus fãs através de suas redes sociais.

José Roberto e Roberto Carlos
O cantor José Roberto gravou, ao longo de sua carreira, quatro canções compostas por Roberto Carlos. Além de Eu não presto, mas te amo, música que alavancou a carreira do artista baiano, ainda gravou Gatinha manhosa, Por você esqueço até de mim e Tenho um amor melhor que o seu, todos hits de grande sucesso.

Em sua live, exibida no último dia 5 de junho, José Roberto começou a apresentação cantando Eu não presto, mas te amo, e teceu elogios ao rei, seu amigo: Sou muito grato ao meu amigo Roberto Carlos. Lembro que uma vez ele me fez elogios e alguém me falou. Fiquei muito feliz e orgulhoso, pois uma coisa é alguém elogiar uma pessoa na sua presença. Outra coisa é elogiar na ausência. Obrigado, Roberto Carlos.

No último dia 19 de abril, níver do rei, José Roberto homenageou o colega de profissão com uma mensagem de felicitação e agradecimento em sua página do facebook:
Qual a mensagem eu poderia deixar para a posteridade referendando o amigo e colega carismático Roberto Carlos pela comemoração de hoje, dia do seu aniversário? Minhas congratulações! 
Por mais que eu queira procurar adjetivos qualificativos para referenciar o Roberto Carlos, eu com certeza omitiria alguns e não conseguiria dizer tudo que penso e sinto. Prefiro através de pensamento e energia desejar muitos anos de vida e que ele continue proporcionando momentos de sadias emoções aos milhares de fãs espalhados por todo mundo!!!! 
Um lindo e feliz aniversário Roberto Carlos. Muito grato por você fazer parte da minha vida pessoal e profissional!!!! Um abraçaço!

Nota do Portal Splish Splash:
Clique e confira a entrevista que o cantor José Roberto concedeu ao radialista Ivan Frota, em que fala sobre alguns assuntos, como o início de carreira e a amizade com os cantores Jerry Adriani e Roberto Carlos:


Roberto Carlos e José Roberto nos anos 60
José Roberto e Roberto Carlos nos anos 60
Núbia Lafaiete, Roberto Carlos e José Roberto nos anos 70
José Roberto, Roberto Carlos e outros artistas no palco, nos anos 70
O LP "Os sucessos na voz de José Roberto"
tem duas músicas compostas por Roberto Carlos

2 comentários:

  1. Há dias estava no Youtube a fazer uma lista de músicas de cantores/cantoras brasileiros dos anos 60/70 que foram êxito em Portugal, tal como Nelson Ned, Wanderley Cardoso, Nilton César e eis que me aparece um que já não me lembrava e que foi êxito com o deixa o meu cabelo em paz e Maié sabe o que me aconteceu, maié o Tonico me bateu. Reuni mais de 70 músicas que foram êxito nessa época e hoje ao ler esta matéria procurei, procurei e não encontrei. Se calhar eliminei sem querer e o remédio é voltar a fazer tudo de novo, mas vale a pena. :) Bicho, parabéns pela matéria! Manda mais!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso aí, amigo Armindo. José Roberto tem uma discografia respeitável e fez sucesso em vários países.
      Abração, pá!

      Eliminar

ESTIMADO LEITOR: esteja à vontade para partilhar e comentar este post em qualquer rede social, mas não esqueça de comentar aqui no próprio post. O autor agradece,

Topo