ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

5/25/2020

´Covid Toes’: estudo aponta lesões roxas nos dedos do pé e da mão como novo sintoma do Covid-19


Vasculite nos dedos dos pés ou das mãos pode estar relacionada à infecção pelo Novo Coronavírus, conforme sugere estudo do European Journal of Pediatric Dermatology. Condição afeta mais pacientes jovens e adolescentes

São Paulo – 25/05/2020 - Como é um vírus novo, ainda não se sabe todos os sintomas que o Novo Coronavírus pode causar, mas já foram documentadas alterações inusitadas como olho rosa, perda de olfato e paladar, além de formigamento em todo o corpo. “Mas uma nova condição possivelmente ligada ao Novo Coronavírus chamou a atenção dos pesquisadores. Eles apelidaram de Covid Toes, ou ‘dedos do pé Covid’, por conta de lesões roxas nos pés ou nas mãos. Inicialmente, pensou-se que poderia ser alguma reação por conta do inverno, mas o clima europeu já está muito mais quente (eles estão na primavera) e ainda há muitos relatos sobre esse problema em pacientes diagnosticados com Covid-19”, afirma a dermatologista Dra. Kédima Nassif, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. O sintoma costuma aparecer principalmente em jovens e adolescentes, segundo relato de caso publicado no European Journal of Pediatric Dermatology. “Essa população pode ser assintomática ou apresentar sintomas leves com mais frequência do que indivíduos mais velhos, embora haja relatos do problema também em pacientes mais idosos e mais casos precisem ser examinados para determinar qual população é afetada por essa condição”, acrescenta a médica. O problema também foi destacado no estudo Reply: Introducing special cutaneous “sign” tribute to healthcare workers managing new coronavirus disease (Covid −19), publicado em 18 de abril no periódico Clinics in Dermatology.

De acordo com a médica, os estudos identificaram que essa vasculite geralmente começa com a aparição de coloração vermelha ou roxa na pele dos dedos, sendo que pode aparecer inchaços ou desenvolver ulcerações. “Esse roxo ou vermelho com inchaço pode aparecer nas pontas dos dedos e nas almofadas das mãos e dos pés, ou na parte superior dos dedos dos pés ou nas laterais dos pés”, afirma a médica. As pessoas com “dedos Covid” podem sentir a pele quente, ardente ou com coceira, além de sentirem dores ao tocar ou caminhar.

Mas por que isso acontece? "Ainda não há uma confirmação científica sobre a correlação entre o vírus e o aparecimento desse sintoma. Uma hipótese é que há muita inflamação causada pelo vírus", diz a médica. “A condição se assemelha a eritema pérnio (geladura), causada pela exposição a temperaturas baixas, resultando em inflamação, que pode aparecer como feridas ou inchaços na pele”, completa a Dra. Kédima. A outra teoria é que o sintoma é devido a coágulos de vasos sanguíneos, que podem ocorrer em pacientes com Covid-19. “Nesse caso, indicaria um prognóstico ruim, possivelmente indicando casos de trombose e problemas cardiovasculares nesses pacientes”.

Os pesquisadores ainda não conseguiram identificar o quão frequente é essa alteração. Médicos dos Estados Unidos também já notaram a alteração em pacientes diagnosticados. Um material da Academia Americana de Dermatologia incluiu relatos de pessoas que testaram positivo para o Covid-19, sendo que quase metade dos relatórios disponíveis apontavam relatos de pacientes que apresentaram lesões roxas nos pés ou nas mãos. "Evidentemente os dedos roxos não são significados de ‘definitivamente vou ficar doente’ ou ‘não vou ficar doente’ ou ainda ‘meus sintomas são leves’, mas serve como um reforço para o isolamento social caso esteja relacionado a outro sintoma, principalmente os respiratórios", acrescenta a médica.

Para pacientes que não apresentam muitos outros sintomas, (a condição) tende a se resolver por conta própria, segundo os relatos médicos. “Se você notar descoloração nos pés ou outras marcas dos dedos de Covid, o melhor a fazer é entrar em contato com um dermatologista e manter o isolamento social”, afirma.

Mas não é só o Novo Coronavírus que pode causar esse tipo de problema nos pés. “Condições subjacentes, como uma reação medicamentosa ou um distúrbio do tecido conjuntivo, podem ter sintomas semelhantes, de modo que os profissionais devem obter um histórico médico completo. Para pacientes com desconforto ao pisar, o melhor a fazer é aquecer a região”, diz a médica. Em casos de muita dor, a aspirina ou estoroides tópicos podem ajudar.

Quando devo consultar um profissional de saúde?

Se você estiver tendo qualquer alteração cutânea e não tiver uma condição crônica da pele pré-existente, ou notar a aparição dessa vasculite e acreditar que foi exposto recentemente ao coronavírus, consulte primeiramente o seu médico, por meio do telefone ou telemedicina. "Você deve entrar em contato com seu médico para obter mais orientações e manter distância social nesse meio tempo", explica ela. “Mas se o paciente sentir falta de ar, febre e outros sintomas da Covid-19, é aconselhável que ele busque atendimento médico em postos de saúde”, finaliza a dermatologista.

Fonte: 
Dra. Kédima Nassif - Dermatologista e Tricologista, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica e da Associação Brasileira de Restauração Capilar. Graduada em Medicina pela Universidade Federal de Minas Gerais, possui Residência Médica em Dermatologia também pela UFMG; realizou complementação em Tricologia no Hospital do Servidor Público Municipal, transplante capilar pela FMABC e em Cosmiatria e Laser pela FMABC. Além disso, atuou como voluntária no ensino de Tricologia no Hospital do Servidor Público Municipal de São Paulo. www.kedimanassif.com.br LINK: Clinics In Dermatology

Sem comentários:

Publicar um comentário

ESTIMADO LEITOR: esteja à vontade para partilhar e comentar este post em qualquer rede social, mas não esqueça de comentar aqui no próprio post. O autor agradece,

Topo