LightBlog
>

ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

3/23/2020

Tampinha Legal pausa entregas por tempo indeterminado

Para evitar a dissipação do Coronavírus, o programa suspende o recebimento e pesagem de tampinhas plásticas arrecadadas pelas entidades assistenciais do país, por tempo indeterminado.

O Tampinha Legal suspendeu as entregas de tampinhas plásticas arrecadadas pelas entidades assistenciais do país para pesagem, nesta semana. A decisão visa contribuir para a contenção da dissipação do Coronavírus no Brasil.

Segundo a coordenadora do Instituto SustenPlást, Simara Souza, a decisão é necessária. "Precisamos pausar as entregas de tampinhas plásticas a fim de atender as recomendações das autoridades. Pedimos que todos armazenem as tampinhas plásticas neste período Quando tudo se normalizar e as entidades assistenciais voltarem a funcionar precisarão dos recursos obtidos com a venda das tampinhas plásticas para ajudar no pagamento das contas deste momento de pausa", analisa.

"Quando retomarmos nossas rotinas, poderão entregar suas tampinhas novamente nos pontos de coleta para ajudar as entidades assistenciais e colaborar com a economia circular na prática desenvolvida pelo Tampinha Legal", conclui.

O Tampinha Legal
O Tampinha Legal é iniciativa do Instituto SustenPlást, buscando a melhor valorização de mercado para o material plástico. Recentemente, lançou as ações Copinho Legal e Canudinho Legal que, seguindo o modelo do Tampinha Legal, destinam 100% dos recursos obtidos com a venda dos destes materiais para as entidades assistenciais participantes do programa. Já são mais de R$ 780 mil destinados para as 257 entidades assistenciais participantes do programa e 417 toneladas de tampinhas plásticas de volta para a indústria. Além do site, também é possível acompanhar o trabalho do Tampinha Legal por redes sociais, como YouTube e Facebook.

Sem comentários:

Publicar um comentário

ESTIMADO LEITOR: esteja à vontade para partilhar e comentar este post em qualquer rede social, mas não esqueça de comentar aqui no próprio post. O autor agradece,

Topo