ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

3/13/2020

MSF inicia atividades de resposta ao Covid-19 em quatro hospitais do norte da Itália


Equipas MSF em Itália apoiam autoridades de saúde locais em resposta à pandemia de Codiv-19

País europeu é um dos mais afetados pela epidemia do coronavírus

As equipes de Médicos Sem Fronteiras (MSF) na Itália estão apoiando as autoridades de saúde locais em resposta à pandemia de Covid-19, doença provocada pelo coronavírus. A equipe de MSF está atuando em quatro hospitais na província de Lodi, no norte da Itália, parte da região da Lombardia, o epicentro do surto no país.

A equipe de MSF na província de Lodi é composta por especialistas italianos em doenças infecciosas, anestesistas, enfermeiros e logísticos, que trazem sua experiência global no gerenciamento de epidemias nos países onde MSF trabalha para apoiar hospitais italianos. A equipe de MSF está trabalhando em colaboração com as autoridades locais de saúde e o pessoal dos hospitais das cidades de Lodi, Codogno, Casalpusterlengo e Sant'Angelo Lodigiano, em várias atividades, incluindo prevenção de doenças e atendimento a pacientes.

A adição de funcionários de MSF no hospital de Codogno permitirá a reabertura de cerca de 20 leitos existentes, que não eram utilizados devido à falta de funcionários. A equipe de MSF trabalhará ao lado de médicos e enfermeiros de outros departamentos da unidade e, em conjunto, prestará atendimento aos pacientes com Covid-19.

"Conhecemos médicos e enfermeiros na província de Lodi que tem trabalhado incansavelmente há semanas em uma situação excepcional", diz Claudia Lodesani, especialista em doenças infecciosas e presidente de MSF Itália, que coordena a resposta Covid-19 de MSF na Itália. "Estamos fornecendo apoio para ajudar com as enormes necessidades e a carga de trabalho da equipe do hospital local na resposta a esta pandemia, para ajudar a cuidar dos pacientes."

As atividades de apoio ao combate de doenças infecciosas reforçarão as ações de prevenção e controle já implementadas nos hospitais, para evitar a transmissão do vírus e garantir a segurança dos profissionais de saúde.

“Em uma epidemia como essa, interromper a transmissão do vírus é crucial. Nos hospitais, é fundamental reduzir os riscos para a equipe da linha de frente, um fator essencial para combater a epidemia”, diz a médica Lodesani. "Todos devem respeitar as instruções do Ministério da Saúde, para conter a infecção e evitar sobrecarregar ainda mais os hospitais, que precisam continuar tratando as pessoas por outras doenças e ferimentos."

MSF ofereceu nosso apoio à resposta na Itália como um dos países mais afetados pela pandemia do Covid-19. Nossas equipes estão trabalhando em solidariedade com o povo italiano e os profissionais de saúde que atuam na linha de frente para conter a epidemia. MSF também está em contato com autoridades de saúde de outros países onde trabalhamos sobre a pandemia do Covid-19. Dada a escala da pandemia, a capacidade de MSF de apoiar outros países dependerá da natureza do surto, mas também de sua capacidade de disponibilizar recursos.

Sem comentários:

Enviar um comentário

ESTIMADO LEITOR: esteja à vontade para partilhar e comentar este post em qualquer rede social, mas não esqueça de comentar aqui no próprio post. O autor agradece,

Topo