ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

1/02/2020

Eleição em Tianguá - Cordel

Catedral de Tianguá (Foto: Derbson Frota/fotoefeitos.com)
Tianguá (CE) vive algo inusitado: em apenas cinco anos, quatro eleições para prefeito. Os motivos são os problemas judiciais dos candidatos e principalmente a lentidão e morosidade da justiça.

Por Derbson Frota

O brasileiro é o único no mundo que acha graça na sua própria desgraça. A frase de Chico Anysio faz total sentido. Nós, brasileiros, não ficamos só nas lamentações de nossas infelicidades e faltas de sorte. Inexplicavelmente dela conseguimos extrair o cômico para nós mesmos rirmos, talvez numa tentativa de aliviar as dores, dourando as situações.

Tianguá, cidade serrana do Ceará, mais precisamente há  320 km da capital Fortaleza, vive uma situação inusitada: nos últimos 4 anos, seus munícipes tiveram que votar 3 vezes para prefeito. Isso mesmo! Se formos contar com a eleição de outubro, serão quatro em apenas cinco anos.

Em 2016 Dr. Luiz Menezes de Lima foi eleito, mas devido a problemas com a justiça, teve em 2018, pouco mais de um ano de sua gestão, o indeferimento do registro de candidatura, bem como de seu vice Aroldo Cardoso Portela. Em seguida, assumiu de maneira interina o então presidente da Câmara, Valdecy Vieira Lima.

No mesmo ano, foi realizada nova eleição suplementar, vencida por Dr. José Jaydson Saraiva de Aguiar e pelo vice Mardes Ramos de Oliveira. No entanto, um ano e três meses depois de assumir o cargo, o TRE-CE anulou seus diplomas eleitorais, convocando, assim, nova eleição. Dessa forma, assumiu a prefeitura o então presidente da Câmara, Francisco Cleber Fontenele Silva (conhecido como Cleber do Adautim). Depois de 40 dias de campanha de mais uma eleição suplementar, Dr. Luiz Menezes, aquele que havia sido indeferido em 2018, agora sem problemas com a justiça, venceu a eleição e voltou ao cargo, tendo como vice, dessa vez, Alex Ânderson Nunes da Costa.

Resumindo a obra: de janeiro de 2017 a novembro de 2019, Tianguá teve quatro prefeitos: Dr Luiz (2017/2018 e 2019/2020), Valdecy Vieira (2018), Dr. Jaydson (2018/2019) e Cleber do Adautim (2019). Como se não bastasse, no próximo dia 4 de outubro deste ano a população tianguaense terá novamente que ir às urnas para votar para prefeito e vereador.

Ratificando a frase citada acima do saudoso Chico Anysio, fiz um cordel, com uma dose de deboche e uma pitada de sarcasmo, sobre a situação política de nossa cidade. Seria cômico se não fosse trágico. Ou seria trágico se não fosse cômico?

Eleição em Tianguá (Pra variar)
Autor: Derbson Frota

Galera do meu Tianguá
Preste muita atenção
Já estamos em 2020
e mantendo a tradição
neste ano novamente
teremos outra eleição

É lacraia e pilombeta
Ô rivalidade sem jeito
Todo mundo brigando
pra ganhar seu prefeito
Uma disputa acirrada
pra "anualmente" ser eleito

Aqui a eleição é invocada
disputa “inseto x animal”
O “3°” fica sempre em 4°
e o 1° e 2° é pau-a-pau
Cada um com sua cor
Parece gincana colegial

E quando um eleitor "vira“
Pro seu lado é inteligente
Mas se for pro adversário
o xingamento é evidente
De tapioca a sem caráter
Eita povo inconsequente

Quem vai a todos os comícios
com disposição e serventia
Discute na net e nas esquinas
com nervosismo e baixaria
O que está querendo mesmo
é só garantir a sua portaria

As pesquisas são uma fuleragem
Todos dizem que estão na frente
Mentem que dão bom dia a jumento
Quem acredita é muito inocente
O pior é que isso tudo é comum
Aqui nunca teve eleição decente

Sinceramente perdi as contas
de quantos prefeitos teve Tianguá
Não tô dizendo isso desde 1890
e sim de dois mil e dezessete pra cá
Por isso estamos sendo motivo
de mangação em todo o Ceará

Agora todo ano essa marmota
Pra nós isso é um sofrimento
Nada funciona normalmente
Essa situação eu lamento
E pra quem acha bom isso
merece ouvir um: aí dentro!

Nota do Portal Splish Splash:
Clique e assista ao cordel editado em vídeo:

1 comentário:

  1. Nobre colega Derbson, segue o meu singelo cordel ao povo de Tianguá.
    Um forte abraço

    O valor do voto
    Tianguá tem um defeito
    Tem mais prefeito que eleição
    Ou eleição que mais que prefeito
    Mais que grande confusão

    A urna virou diurna
    De tanto receber votos
    Os prefeitos mal se sentam
    Coitado dos seus devotos

    O título de eleitor
    É a sua arma de defesa
    Por isso nas eleições
    Não escolha a esperteza

    Ninguém mais conhece as urnas
    Que o povo de Tianguá
    Por isso escolha melhor seus políticos
    Não der mais colher de chá

    ResponderEliminar

ESTIMADO LEITOR: esteja à vontade para partilhar e comentar este post em qualquer rede social, mas não esqueça de comentar aqui no próprio post. O autor agradece,

Topo