ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

12/28/2019

Detalhes do Especial “Roberto Carlos – Além do Horizonte”

Fotocomposição A. Guimarães


Ao contrário dos especiais anteriores, onde alguns artistas que se destacavam durante o ano eram convidados para cantar com o rei, desta vez o único convidado foi o seu amigo e irmão camarada, Erasmo Carlos, que foi homenageado pelo rei...


Por: Carlos Marley
https://www.portalsplishsplash.com/p/carlos-marley-artigos.html

No dia 20 de dezembro, a Rede Globo exibiu o especial Roberto Carlos – Além do Horizonte, um dos destaques da sua programação neste final de ano. O programa foi ao ar às 22H31, logo após a novela “Amor de Mãe”, tendo como anunciantes um produto para cabelos (Koleston) e uma marca de carro (Tigoo 5X “Turbo Dual Clutch”).

O formato esse ano foi diferente dos anos anteriores. Ao invés de um único show, tivemos a oportunidade de assistir a compilação de três shows, sendo dois da turnê internacional “Amor sin limite”, que foram gravados em Lisboa e Nova York e o terceiro gravado no Brasil, no Teatro da Ópera de Arame, em Curitiba. O programa mostrou os bastidores que antecederam as apresentações de Roberto Carlos nos shows citados acima, bem como dos shows realizados em Miami, Madri e Londres, que fizeram parte da mesma turnê, mas que só foram mostrados em flashes com um trecho de música de cada um desses shows e algumas entrevistas com os fãs. 
  
Durante 1h31min, milhões de telespectadores espalhados pelo Brasil, acompanharam com muita emoção e alegria o desfile das canções na impecável interpretação de Roberto Carlos.

Nas apresentações realizadas fora do Brasil, Roberto Carlos subiu ao palco usando um terno de cor azul e uma blusa branca. Já em Curitiba o rei adotou o branco para o terno e a camisa e o dourado para a gravata.

O repertório apresentado trouxe poucas novidades. Isso se deve à seleção feita pela produção musical, que na edição do programa exclui canções que poderiam sair do lugar comum. O exemplo disso foi o medley “Minha fama de mau/ Festa de Arromba/ Pega na Mentira e Gatinha Manhosa”, todas compostas por Roberto e Erasmo Carlos, que o rei cantou em Curitiba, entre outras que pouco frequenta os especiais, apesar de fazerem parte das gravações dos shows. 

A plateia presente nos shows deste ano não teve a presença dos globais e ficou dividida em três países, que reverenciaram o rei no Radio City Music Hall em Nova York, no Altice Arena em Lisboa e na Ópera de Arame em Curitiba no Brasil. Através de flashes foram mostradas imagens do American Airlines Arena em Miami, Wizink Center em Madri e o SSE Arena, Estádio Wembley em Londres, onde Roberto fez alguns comentários e os fãs se manifestaram de maneira festiva. 

Ao contrário dos especiais anteriores, onde alguns artistas que se destacavam durante o ano eram convidados para cantar com o rei, desta vez o único convidado foi o seu amigo e irmão camarada, Erasmo Carlos, que foi homenageado pelo rei com a canção Amigo (Roberto e Erasmo Carlos, 1977), que juntos celebraram a amizade.

Sobre as músicas dos shows que foram gravados e fizeram parte do especial, o show de Lisboa foi o vencedor com oito canções, enquanto os shows de Nova York e Curitiba tiveram cinco músicas cada um. Essas canções estão relacionadas no set list do especial no final do texto.

Os meus destaques do especial foram os seguintes:
1 – A impecável interpretação de Roberto Carlos;
2 - A descontração e os gestuais do rei; 
3 - A emocionante interpretação de Coimbra (a melhor do show);
4 - O show da orquestra e os solos dos músicos: Clécio e Ubaldo em O Calhambeque com um cumprimento inusitado entre os dois; Nahor em Desabafo; Clécio em Que será de ti/Como vai você; Eduardo Lages em Olha e Propuesta/Proposta; Paulinho em Coimbra e Sua estupidez e Tutuca em Como é grande o meu amor por você;          
5 - O reencontro de Roberto com Erasmo Carlos; 
6 - A qualidade das imagens;

As curiosidades do especial

- A presença no palco próximo ao Roberto do banquinho com acolchoado branco, antes usado apenas na execução de Detalhes, agora utilizado como um recurso para pequenos descansos. Esse recurso foi utilizado nas interpretações de Esse tipo soy yo/Esse cara sou eu, Desabafo e Sua estupidez.j

- Foram vistos na plateia prestigiando o show de Nova York a cantora e compositora Erika Ender, que cantou Despacito com o rei no especial de 2017 e Tim Mitchell produtor, compositor e guitarrista que fez parte da Banda Abbey Road na gravação do CD/DVD Primera Fila. 

As críticas do especial nas redes sociais e na mídia

- Comentaram que a Globo teve prejuízo com o especial. No ano passado foram três anunciantes, sendo um deles a Caixa Econômica Federal, que pela nova política do governo suspendeu todos os patrocínios de órgãos públicos. Portanto, a possível renovação não se concretizou. Deve-se levar em consideração também que a emissora sofreu um desgaste muito grande em face da sua posição em relação ao novo governo, o que tem levado muitas empresas a não mais comercializar com a mesma. Duvido que outro artista conseguisse os mesmos anunciantes nas condições atuais.

- Reclamaram por Roberto Carlos ter cantado muitas canções em espanhol e português. Das dezoito canções do programa, excluídas as apresentadas em trechos, apenas quatro foram em dois idiomas e gravadas em Nova York, onde uma grande parte do público é de língua hispânica. Eu não vi esse tipo de reclamação, quando da apresentação do show de Jerusalém, quando substituiu o especial de 2011. A situação praticamente é a mesma. Nesse show Roberto cantou várias canções em dois idiomas e até em quatro idiomas, como foi o caso de Detalhes (em português, espanhol, italiano e inglês). Ave Maria e Caruso (em italiano), Unforgettable (em inglês) e Jerusalém toda de ouro/Yerushalaym shel zarav (em português e hebraico). O show de Jerusalém virou filme em 3D e foi sucesso nos cinemas. O porquê de cantar em mais de um idioma foi explicado por Roberto Carlos no show de Nova York.

- Sobre a queda da audiência que aconteceu em relação ao ano passado, também são respingos do que foi comentado na primeira parte deste item e vem repercutindo em toda a programação da Rede Globo, gerando uma forte crise financeira na emissora. O índice de audiência desse ano caiu em relação ao especial de Roberto Carlos do ano passado, mas foi maior do que as de outras emissoras juntas no mesmo horário. Portanto, Roberto Carlos não perdeu, diminuiu sua vantagem. 

Set list do Especial 

1 – Emociones/Emoções - Nova York;    
2 - Além do horizonte - Lisboa;
3 - Detalhes - Lisboa;
4 - Ilegal, imoral ou engorda - Curitiba;
5 - Ese tipo soy yo/ Esse cara sou eu. - 
Nova York;
6 - O Calhambeque - Nova York;         
7 - Coimbra - Lisboa;
8 - Desabafo - Lisboa; 
9 - Que será de ti/ Como vai você - Nova York; Amada amante (trecho) -  Miami;
10 - Olha - Lisboa;
11- Propuesta/ Proposta - Nova York; El dia que me quieras (trecho) - Madri
12 - As Baleias - Lisboa             
13 - Amigo com Erasmo Carlos – Curitiba;
14 - Maria e o samba com Erasmo Carlos – Curitiba;
15 - Sua estupidez - Lisboa; And I Love her (trecho) - Londres;
16 - Como é grande o meu amor por você - Lisboa;
17 - Eu te amo tanto - Curitiba;
18 - Jesus Cristo - Curitiba.

Durante todo o especial fiquei olhando pra você e as mesmas emoções sentindo e ao final toda essa multidão que tem no peito amor e procura paz, se despediu cantando Jesus Cristo, Jesus Cristo, Jesus Cristo eu estou aqui. Obrigado Senhor por mais um dia e mais um especial.

Que o Ano Novo seja de muita paz, saúde e felicidade para todos vocês e seus familiares.


Roberto Carlos - Coimbra

6 comentários:

  1. Olá meu amigo Marley! Parabéns por mais um texto maravilhoso. Como toda fã que se prese, lá estava eu, dia 20, sentada na frente da TV, esperando o especial começar, e como demorou, pois não vejo novelas... Concordo com tudo que disse claro, foi emocionante, mas algumas músicas eu já tinha visto em pequenos vídeos postados por fãs que o acompanharam na turnê do exterior. Então esperava ver os dois,"Ele" e o Erasmo cantando as músicas da Jovem Guarda mas, a Globo cortou... Infelizmente ela sempre faz isso. Triste. Já tive o privilégio de assistir a gravação de um Especial e quando o mesmo foi ao ar... Metade do que vi lá, sumiu... Agora vamos ficar na espera do Especial 2020 ! Um abraço e Feliz Ano Novo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nobre colega Carmen, agradeço o seu comentário. O importante foi que emoções nós vivemos.

      Um Ano Novo abençoado.

      Eliminar
  2. Excelente e exaustivo relato sobre o especial do NMQT. De notar, porque raramente focada nas mídias, a referência ao show da orquestra, designadamente aos solos dos músicos Clécio, Ubaldo, Nahor, Paulinho, Tutuca e maestro Eduardo Lages. Agradeço e retribuo os votos de Feliz Ano Novo, com muita paz, saúde e amor. Grande abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nobre colega Armindo, grato por ter lido até o final.

      Um forte abraço

      Eliminar
  3. Obrigada por trazer esta matéria sobre o ESPECIAL do AMADINHO RC, momentos de grande EMOÇÕES ALÉM DO HORIZONTE, mais uma vez nos surpreende na qualidade de imagens e CARISMA de um ser humano escolhido por Deus para falar de AMOR através de sua música. Obrigada por mais uma vez estar presente em nossas casas abrilhantando o nosso natal.

    ResponderEliminar

ESTIMADO LEITOR: esteja à vontade para partilhar e comentar este post em qualquer rede social, mas não esqueça de comentar aqui no próprio post. O autor agradece,

Topo