LightBlog
>

ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

11/12/2019

Museu Índia Vanuíre promove ação sobre o Dia da Consciência Negra



Programação é destinada a pessoas com deficiência; participação é gratuita


Em novembro, as atividades do Museu e Cidadania, ação voltada para o público deficiente do Museu Índia Vanuíre, instituição da Secretaria da Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, gerida pela ACAM Portinari, serão para celebrar o Dia Nacional da Consciência Negra. Os visitantes conhecerão mais sobre a lenda africana Abayomi nos dias 13 e 14, das 15h às 16h.


Na quarta-feira (13), haverá uma contação de história e uma roda de conversa com os participantes. Na sequência, eles poderão confeccionar a boneca “Abayomi” com retalhos de tecido.


Tamimi Borsatto, gerente do Museu Índia Vanuíre, diz que “na agenda deste mês, o equipamento cultural aborda uma das principais lendas africanas pela sua relevância histórica.  Nela, as mães africanas, durante as terríveis viagens a bordo dos tumbeiros, rasgavam retalhos de suas saias e a partir deles criavam pequenas bonecas, feitas de tranças ou nós, que serviam como amuleto de proteção”. As bonecas, símbolo de resistência, ficaram conhecidas como Abayomi, termo que significa ‘Encontro precioso’, em Iorubá, uma das maiores etnias do continente africano cuja população habita parte da Nigéria, Benin, Togo e Costa do Marfim.


Para o segundo encontro, em 14 de novembro, para retratar a natureza, os visitantes farão uma casinha com garrafa pet para abrigar pássaros e oferecer-lhes alimento, simbolizando a paz.


“Além das atividades temáticas, o Museu e Cidadania proporciona ao público deficiente explorar os conteúdos do acervo e das exposições temporárias de forma acessível e lúdica. Uma ação com objetivo de promover uma inclusão sociocultural”, completa a gerente.

Mais informações sobre a ação pelo site  www.museuindiavanuire.org.br.

SERVIÇO:
Museu e Cidadania
Datas: 13 e 14 de novembro de 2019
Horário: das 15h às 16h
Local: Museu H.P. Índia Vanuíre
Endereço: Rua Coroados, 521– Tupã/SP
Público-alvo: pessoas com deficiência

Sem comentários:

Publicar um comentário

ESTIMADO LEITOR: esteja à vontade para partilhar e comentar este post em qualquer rede social, mas não esqueça de comentar aqui no próprio post. O autor agradece,

Topo