ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

11/29/2019

Dia Internacional da Pessoa com Deficiência: o que levar em conta na hora de procurar uma escola

Imagem de Gerd Altmann por Pixabay 

Especialista explica que, apesar de previsto em lei, nem todas as instituições de ensino estão realmente preparadas para receber crianças com deficiência


O Dia Internacional da Pessoa com Deficiência é promovido pelas Nações Unidas e celebrado no dia 3 de dezembro, com o objetivo de promover uma maior compreensão sobre a deficiência e para “mobilizar a defesa da dignidade, dos direitos e o bem estar das pessoas”. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde, mais de 1 bilhão de pessoas têm algum tipo de deficiência no mundo – e uma em cada dez é criança. “Esses números não podem ser ignorados, eles mostram que precisamos pensar em políticas e metodologias que incluam essas crianças no contexto escolar e familiar”, alerta a mestre em Organizações e Desenvolvimento com ênfase em Inclusão Escolar e coordenadora pedagógica regional do Sistema Positivo de Ensino, Ceres Costa Rosa.


Existe uma lei federal que prevê a inclusão e o tratamento da pessoa com deficiência com igualdade, sendo dever do Estado, da família, da comunidade escolar e da sociedade assegurar educação de qualidade à pessoa com deficiência, colocando-a a salvo de toda forma de violência, negligência e discriminação. Porém, encontrar uma escola que realmente acolha e promova a inclusão da criança com deficiência ainda não é uma tarefa fácil para os pais. Para ajudar nesse processo, a especialista sugere que se preste atenção em alguns detalhes antes mesmo de efetuar a matrícula:


A escola deve dialogar com a  família e traçar um plano de ação para o ano letivo, com o que será realizado pela família e o que será realizado pela escola;


Veja se a instituição oferece tutoria individualizada. Quando necessária e indicada em laudo, essa tutoria não pode acarretar em nenhum ônus financeiro para a família, segundo a legislação vigente;
A escola deve estar aberta para atender os profissionais de fora que prestam atendimento às crianças, traçando estratégias coletivas
Pergunte aos gestores se a equipe pedagógica está preparada para receber seu filho. É necessário promover a adaptação curricular no planejamento e avaliações em cada caso, assim como um plano individual de atendimento pedagógico, assegurando o maior desenvolvimento de habilidades e competências;
Veja se a instituição realiza o ensalamento do aluno com necessidades especiais antes do início das aulas. É importante que ele já encontre seu nome como parte da turma que estará matriculado.

Sobre o Sistema Positivo de Ensino
É o maior e mais tradicional sistema voltado ao ensino particular no Brasil. Com um projeto sempre atual e inovador, ele oferece às escolas particulares diversos recursos que abrangem alunos, professores, gestores e também a família do aluno com conteúdo diferenciado. Para os estudantes, são ofertadas atividades integradas entre o livro didático e plataformas educacionais que o auxiliam na aprendizagem. Os professores recebem propostas de trabalho pedagógico focadas em diversas disciplinas, enquanto os gestores recebem recursos de apoio para a administração escolar, incluindo cursos e ferramentas que abordam temas voltados às áreas de pedagogia, marketing, finanças e questões jurídicas. A família participa do processo de aprendizagem do aluno recebendo conteúdo específico, que contempla revistas e webconferências voltados à educação.

Sem comentários:

Enviar um comentário