LightBlog
>

ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

10/21/2019

Startout prepara startups para missão internacional a Xangai, na China

Crédito: Sebrae Nacional

Workshop realizado em São Paulo orientou representantes das startups selecionadas para a grande experiência, que ocorrerá em dezembro

Representantes das 19 startups selecionadas pelo programa StartOut para missão internacional participaram de dois dias de workshop na Escola de Negócios do Sebrae, em São Paulo. Em dezembro, estes empreendedores vão para uma imersão em Xangai, na China, onde terão a oportunidade de promover conexões com empresas chinesas. A iniciativa é realizada pelo Sebrae, Apex-Brasil, Anprotec e os Ministérios da Economia e Relações Exteriores.

O evento ocorreu nos dias 18 e 19 de outubro e promoveu a integração entre os participantes do programa, com compartilhamento de informações sobre o mercado chinês. Na oportunidade, também foi apresentado um portfólio de soluções ofertadas pelas instituições realizadoras.

Os empreendedores foram aconselhados por Rafael Wandrey, Coordenador-Geral de Inovação no Ministério da Economia, a estudarem bem o mercado a fim de estarem mais preparados para a expansão internacional. Outro ponto de atenção para a missão está na observação dos documentos necessários para a viagem, conforme orientações dadas por Leonardo Santana, do Ministério das Relações Exteriores. Outras dicas, como questões de cultura e negócios, foram abordadas por Reinaldo Ma, da Tozzini Freire Advogados e Ricardo Pelegrini.

“O StartOut é um programa estruturado para impulsionar a internacionalização destas startups. A participação no workshop que antecipa a viagem é fundamental para a preparação destes empreendedores. É a oportunidade de melhorarem seus pitches e aproveitarem para demandar agendas de negócios mais assertivas para sua estratégia de inserção internacional”, comenta Cristina Mieko, analista de inovação do Sebrae.

As startups escolhidas para o StartOut nesta edição desenvolvem soluções aderentes a este mercado. Algumas delas já são graduadas, ou seja, participaram de dois ou mais dois ciclos do programa StartOut, como é o caso da Shelfpix, plataforma de inteligência artificial, e da Rocket.Chat, desenvolvedora de colaboração e comunicação corporativa.

“Já participamos da edição Berlim e Lisboa. Nosso propósito era conhecer melhor estes dois mercados e saber onde poderíamos ter melhor atuação. Para a viagem da China, temos o mesmo objetivo. Como já iniciamos participação no mercado asiático, esta edição nos dará a oportunidade de conhecer melhor os players locais”, explica Leonardo Coletti, vice-presidente de Sales da Rocket.Chat.

Como veterana no programa, a Shelfpix compartilha da mesma visão. “Participamos de outras edições e já entendemos a dinâmica do StartOut. O conhecimento do mercado chinês que o programa proporciona nos ajuda a ter uma experiência melhor, além de mapear futuros negócios na região”, diz Hildo Rocha, CEO da startup. Já outras selecionadas, como a Cheap2ship, que desenvolve soluções para intermediações de fretes internacionais e  foi uma das finalistas do Desafio Sebrae Like a Boss em 2019, participam pela 1ª vez de um ciclo do StartOut Brasil.

Crédito: Sebrae Nacional

Sobre o StartOut Brasil
O StartOut Brasil é um programa de apoio à inserção de startups brasileiras nos mais promissores ecossistemas de inovação do mundo. Realizado pelo Ministério da Economia, Ministério das Relações Exteriores (MRE), Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) e Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec), o programa já passou por Buenos Aires, Paris, Berlim, Miami, Lisboa, Santiago, Toronto e Boston.

Sem comentários:

Publicar um comentário

ESTIMADO LEITOR: esteja à vontade para partilhar e comentar este post em qualquer rede social, mas não esqueça de comentar aqui no próprio post. O autor agradece,

Topo