ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

10/03/2019

Espetáculo "Cordel do Amor sem Fim" reestreia temporada no Teatro Sérgio Cardoso


Do sertão baiano às fronteiras do Brasil: uma história simples e universal sobre as fantasias do amor, aventuras do destino e as relações humanas

Com temas que abordam liberdade, força feminina e a busca pela felicidade e amor, o espetáculo “Cordel do Amor sem Fim”, da premiada autora Claudia Barral, reestreia nos palcos do Teatro Sérgio Cardoso e fica em cartaz até o dia 31 de outubro.

Por meio de uma narrativa poética e com canções originais, a obra se passa em Carinhanha, no sertão baiano, às margens do rio São Francisco. Na singela cidade vivem três irmãs – Madalena, Carminha e a jovem e sonhadora Tereza, namorada de José, que nutre um sentimento arrebatador e possessivo por ela. Mas no dia em que José vai pedi-la em casamento, algo inusitado acontece: Tereza tem um encontro no porto da cidade que sela o destino. A jovem se apaixona por Antônio, um viajante que está de passagem pela cidade.  

A partir desse momento, a trama se desenrola em função da espera de Tereza pelo retorno de Antônio. Espera essa que contagia a todos da cidade, e faz com que as personagens passem a viver na expectativa de que algo em suas vidas possa mudar.

A peça “Cordel do Amor sem Fim” propõe romper com a distância entre o urbano e o sertão, através do universo lúdico e simples que compõe a narrativa do cotidiano das três irmãs, e que mescla as reviravoltas do destino e a singularidade das relações humanas.

Ficha Técnica:
Texto: Cláudia Barral
Direção: Daniel Alvim
Assistente de direção: Fernando Fecchio
Elenco: Helena Ranaldi, Patrícia Gasppar, Débora Gomez, Luciano Gatti e Rogério Romera
Iluminação: Wagner Freire
Cenografia: André Cortez
Trilha Original e arranjos: Maestro Marcello Amalfi e Alessandro Lima
Canções Originais: Dadi Barral
Produção: Alvim Produções Artísticas, Arte Ranaldi Produções Artísticas e Mostacco Produções
Realização: SESC

SERVIÇO:
Espetáculo: “Cordel do Amor sem Fim”
Local: Sala Paschoal Carlos Magno do Teatro Sérgio Cardoso - R. Rui Barbosa, 153 - Bela Vista, São Paulo - SP
Temporada: 02/10 a 31/10 *Não haverá espetáculo dia 17/10*
Dias e horários: quartas e quintas, às 19h
Valor:
R$ 40,00 (inteira)
R$ 20,00 (meia)
Duração: 50 minutos
Classificação etária: 14 anos
Capacidade da sala: 144 lugares
Vendas: Sympla

Sobre a APAA – Associação Paulista Dos Amigos Da Arte
A APAA é uma Organização Social de Cultura que trabalha em parceria com o Governo do Estado de São Paulo e iniciativa privada desde 2004. Música, literatura, dança, teatro, circo e atividades de artes integradas fazem parte da atuação da APAA, que tem como objetivo difundir a produção cultural por meio de festivais, programas continuados e da gestão de equipamentos culturais públicos como o Teatro Sérgio Cardoso, em São Paulo, Teatro Estadual de Araras e o Museu da Diversidade Sexual.
Conheça também as redes sociais da APAA:
Instagram: https://www.instagram.com/omelhordaculturasp
Facebook: https://www.facebook.com/omelhordaculturasp
Twitter: https://twitter.com/apaacultural

Sobre o Teatro Sérgio Cardoso
O Teatro Sérgio Cardoso é um dos espaços culturais mais tradicionais de São Paulo e completa 40 anos em 2019. Um dos últimos teatros de rua da cidade, recebe grandes produções artísticas. Conta com uma sala principal de 800 lugares, um dos maiores palcos do Brasil, e a sala Paschoal Carlos Magno com capacidade para 144 pessoas. Está localizado no tradicional bairro do Bixiga, no centro de São Paulo.
Conheça também as redes sociais do Teatro Sérgio Cardoso:
Alba Maria Fraga Bittencourt

Sobre a autora

Alba Bittencourt - Doutorada em Robertologia Aplicada e Ciências Afins. Redatora do Portal Splish Splash e Administradora/Redatora do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre a autora...

Sem comentários:

Enviar um comentário

COPIE O SEU EMOTICON E COLE NOS COMENTÁRIOS


👍😀😁😄😇😉😊😋😌😍😎😏😐😕😘😛😞😤😥😧😩😭😮😰😴🐞🐢👄💗💙👻👽🎃🎄🎅🎂🍺🍻🍹🍷

VARIAÇÕES EM A DISTÂNCIA (PARTE 2 DE 2)

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES - Clique para ver o perfil