ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

7/18/2019

Teatro - 19/07 | Uma Fortuna Pra Doi$ (Teatro Rival Petrobras)


Teatro Rival Petrobras apresenta:
UMA FORTUNA PARA DOI$

Uma Fortuna Pra Doi$ conta a história de Dona Leocádia, uma idosa rica, prestes a morrer. Só que antes de partir, ela quer reencontrar seu neto desaparecido e deixar toda sua fortuna para ele. Incentivada por Janete, sua ajudante do lar, ela faz um vídeo, posta na Internet, na esperança de revê-lo. Para surpresa de Dona Leocádia surgem dois rapazes dizendo-se netos dela. A dúvida faz a milionária ter uma tarefa difícil: descobrir quem é o verdadeiro neto. A peça será apresentada no Teatro Rival Petrobras no dia 19 de julho, às 19h30.

Fugindo do formato stand up e esquetes, a peça Uma fortuna pra doi$, dirigida por Paulinho Serra, traz mistério, confusões e reviravoltas, além de muito humor. No elenco estão os atores Bia Guedes, Aldo Perrotta, Berg Bharusck, Wagner Trindade e Marcelo Souza (A famosa drag queen Suzy Brasil).

A peça é uma comédia popular, com uma dramaturgia instigante. O tempo inteiro que a história está sendo contada, as piadas são disparadas sem que se perca o enredo. Com uma linguagem popular, ácida e crítica. O espetáculo aborda a ganância pelo dinheiro e até onde iremos para ter a conta bancária abastada. A peça pretende ser um divertido aditivo para o comportamento humano.


SERVIÇO:
Uma Fortuna Pra Doi$
Teatro Rival Petrobras - Rua Álvaro Alvim, 33/37 - Centro/Cinelândia - Rio de Janeiro. 
Data: 19 de julho (Sexta-feira). 
Horário: 19h30. 
Abertura da casa: 18h. 
Ingressos: R$ 60,00 (Inteira), R$ 40,00 (Promoção para os 100 primeiros pagantes), R$ 30,00 (meia-entrada). 
Venda antecipada pela Eventim - http://bit.ly/TeatroRival_Ingressos2GIaEKp  Bilheteria: Terça a Sexta das 13h às 21h 
Sábados e Feriados das 16h às 22h 
Censura: 18 anos. 
Informações: (21) 2240-9796. 
Capacidade: 350 pessoas. 
Metrô/VLT: Estação Cinelândia.

*Meia entrada: Estudante, Idosos, Professores da Rede Pública, Funcionários da Petrobras, Clientes com Cartão Petrobras e Assinantes O Globo

Sem comentários:

Enviar um comentário