ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

6/15/2019

Depilação em casa: é realmente seguro?


Há no mercado inúmeros cremes depilatórios, ceras e até equipamentos que prometem remover de vez os pêlos. Será que vale a pena?

A depilação em casa é, na maioria dos casos, uma maneira de poupar tempo e dinheiro. Antes de enveredar por esse caminho, é preciso saber quais são os métodos para tirar os pelinhos indesejados, e sempre ter em mente, que a forma mais segura e eficaz de resolver o problema é procurar um local especializado, como a Rede Pello Menos.

Os benefícios da utilização da cera são muitos. Ela deixa a pele mais lisa, ajuda a retirar células mortas, elimina os pelos pela raiz, além de fazê-los crescerem mais finos. Mas, para quem pretende fazer uso desse recurso em casa, é preciso tomar muito cuidado, principalmente com a versão quente. “Se utilizada de maneira incorreta, o produto pode queimar, machucar a pele e até mesmo causar alergias”, explica a fundadora e CEO da rede Pello Menos, Regina Jordão. “Além disso, a busca por uma depilação sem imprevistos ou complicações pode ser feita se forem tomadas as medidas preventivas de preparação da pele. Nesse caso, a melhor maneira é contar com profissionais capacitados”, comenta.

Sobre os equipamentos portáteis de laser ou luz pulsada, disponíveis no mercado e que prometem o fim dos pelos, Regina é enfática. “Diferentemente do que acreditam algumas pessoas, ou do que anunciam alguns aparelhos do mercado, não existe depilação feita de forma definitiva. Alguns métodos fazem com que os pelos demorem mais ou menos a crescer, como é o caso do laser e da cera respectivamente”, explica. Sobre o uso caseiro, a profissional explica que não é aconselhável. “O método em si já tem uma série de contraindicações e possui vários ajustes com relação aos diversos tipos de peles e, desta forma, é desaconselhável utilizar em casa. Para se ter uma ideia, as profissionais que atuam em institutos de depilação precisam ser dermatologistas, fisioterapeutas ou biomédicas”, completa.

Já em relação aos cremes depilatórios, a dica da CEO é se atentar ao tipo e finalidade do produto. “O ideal é que eles não tenham álcool em sua composição ou químicas para não causar algum tipo de irritação durante a depilação. Cremes para esfoliação são os mais recomendados para o pré-depilatório, pois auxiliam de forma mais fácil a remoção dos pelos, ajudando a doer menos. Para o pós, cremes com extratos de camomila e refrescantes auxiliam no fechamento dos poros, evitando, assim, as irritações”, acrescenta.

SOBRE A REDE PELLO MENOS
O Instituto Pello Menos começou em junho de 1996 num salão em Copacabana para oferecer um serviço diferenciado de depilação, minimizando as dores e o desconforto de salões de beleza pouco intimistas. Atualmente a rede conta com mais de 40 unidades nos estados do Rio de Janeiro, Brasília e São Paulo. Mais informações: www.pellomenos.com.br
Rosemeire Barbosa- Estúdio Azul

Sobre a autora

Rosemeire Barbosa- Estúdio Azul - Natural e residente na cidade de Piracicaba, interior de São Paulo, formada em Magistério pela E.E.S.G. “Sud Mennucci” com habilitação para exercer a profissão de professora em 1996. Aprovada no Concurso Público de prova e Títulos para provimento de emprego de Professor do Ensino Fundamental em 14 de janeiro de 1999. Em 1 de fevereiro de 2001, foi contratada pela Prefeitura Municipal de Piracicaba, na pasta da Secretaria da Educação com habilitação para alunos do 1º ao 5º ano. Leia Mais sobre a autora...

Sem comentários:

Enviar um comentário

COPIE O SEU EMOTICON E COLE NOS COMENTÁRIOS


👍😀😁😄😇😉😊😋😌😍😎😏😐😕😘😛😞😤😥😧😩😭😮😰😴🐞🐢👄💗💙👻👽🎃🎄🎅🎂🍺🍻🍹🍷

VARIAÇÕES EM A DISTÂNCIA (PARTE 2 DE 2)

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES - Clique para ver o perfil