ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

6/01/2019

A perversão no divã


Sinopse: A perversão, um dos conceitos mais importantes da psicanálise, ainda suscita muitas dúvidas e discussões. Questões como “os perversos são analisáveis?” ou “existem mulheres perversas?” são objeto de debate. Mais ousado ainda é aventurar-se a abordar o tema a partir da leitura que Jacques Lacan fez da obra freudiana – e é exatamente a isso que se propõe Luis Izcovich nesta obra.

A partir das estruturas clínicas (que incluem também a neurose e a psicose), ele sustenta a perversão como uma entidade clínica muito bem definida que mostra uma relação particular com o desejo e a falta. É isso que permite ao analista – diferentemente do que acontece com a psiquiatria ou mesmo com o discurso social – olhar de forma clinicamente diferenciada a maneira como o sujeito trata essa falta.

“O perverso não cessa de, incansavelmente, restituir ao corpo do Outro o gozo perdido”, afirma o autor de A perversão e a psicanálise. “O que o perverso sabe é o que constitui a falta do Outro.” Acompanhe Luis Izcovich nessa jornada audaciosa em um dos temas mais complexos e controversos da clínica psicanalítica.

Ficha Técnica:
Título: A perversão e a psicanálise
Autor: Luis Izcovich
ISBN: 9788594347176
Páginas: 240
Formato: 14 x 21cm
Preço: 60,00

Sobre o autor:
Luis Izcovich é psicanalista, psiquiatra de formação, doutor em Psicanálise pela Universidade de Paris VIII, na qual também lecionou. É membro da Internacional dos Fóruns do Campo Lacaniano e de sua Escola. Atualmente ensina no Colégio de Clínica Psicanalítica e Paris, cidade em que excerce a psicanálise.

Sem comentários:

Enviar um comentário