ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

2/22/2019

Exercício físico combate radicais livres, confere ação antienvelhecimento e aumenta o tônus da pele


Do combate à acne à ação antienvelhecimento, os exercícios físicos também beneficiam a pele. Médicas explicam o que acontece com o nosso organismo quando praticamos musculação, corrida ou treinos intervalados de alta intensidade

São Paulo – 22/02/2019 - Se você ainda acredita que usar um creme diariamente é a única arma que você dispõe para ter uma pele mais saudável, saiba que existem muitas outras coisas que influenciam na boa hidratação, viço e luminosidade cutânea. “O estilo de vida e os bons hábitos influenciam muito a qualidade da pele. Os exercícios físicos, por exemplo, quando praticados de forma regular, na dose certa e bem orientados, trazem uma série de benefícios para a saúde, inclusive para a pele. A atividade física (incluindo exercícios aeróbicos, musculação e alongamentos) é importante em diversos aspectos”, conta a cirurgiã plástica Dra Beatriz Lassance, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. 

Só para citar alguns exemplos: “Quando realizamos atividade física regular, diminuímos o nível de cortisol, melhorando a elasticidade, controle de acne e oleosidade, além de aumentarmos a própria barreira de proteção da pele”, acrescenta a cirurgiã vascular e angiologista Dra Aline Lamaita, médica atuante em Medicina do Estilo de Vida e membro do American College of Lifestyle Medicine. “Por todos esses aspectos de melhora na circulação, renovação e nutrição das células epiteliais, ação antioxidante, a pele se torna mais hidratada, com uma melhor cor, textura mais macia e mais saudável”, diz cirurgiã plástica. As duas médicas explicam seis benefícios de “suar a camisa”:

Efeito detox, antioxidante e mais viço para a pele – “O acúmulo de radicais livres nos tecidos é um dos fatores que levam ao envelhecimento. O exercício físico consome energia e consegue, com isso, neutralizar esses radicais, melhorando o que chamamos de stress oxidativo. A produção de colágeno melhora, a circulação na pele fica melhor. O exercício físico acelera o metabolismo de todo o organismo, as células são estimuladas a absorverem mais nutrientes, e secretar toxinas de maneira mais eficiente”, afirma a cirurgiã Dra Beatriz. 

“Durante a atividade física, toda a nossa circulação fica mais solicitada. O sistema arterial (sangue que "alimenta" os músculos em movimento, por exemplo) aumenta seu fluxo, e consequentemente, o aporte de nutrientes e oxigênio para todos os tecidos, inclusive a pele. Isso se reverte na pele deixando-a mais hidratada, corada e mais viçosa”, explica a angiologista Dra Aline Lamaita.“Com a atividade física, também temos aumento de antioxidantes endógenos, que combatem os radicais livres; isso leva ao retardamento do envelhecimento, com efeito antiaging”, afirma a Dra Aline Lamaita. “Dessa forma, nosso corpo tem uma melhor resposta antioxidante com a prática regular dos exercícios. 

Os radicais livres são agentes que provocam envelhecimento ou doenças. Eles são produzidos em maior quantidade quando praticamos atividade física, mas quando essa prática é realizada na dose certa, bem orientada e de forma regular, apesar de haver um aumento na produção dos radicais livres, o nosso corpo fica mais capacitado em lidar com eles, e aumenta a produção de enzimas bloqueadoras de radicais livres”, completa a Dra Beatriz.

Ação antienvelhecimento – A atividade física é capaz de aumentar, segundo estudos, a produção de substâncias químicas, como o hormônio do crescimento e L Glutamina. “Ambos exercem grande ação antienvelhecimento! Esses hormônios são liberados principalmente na musculação”, afirma a cirurgiã plástica. “Outro benefício antienvelhecimento é usar adequadamente a energia proveniente do carboidrato (açúcar) que consumimos, diminuindo o stress oxidativo e evitando a glicação do colágeno, um processo no qual o açúcar excedente liga-se às fibras de sustentação da pele, favorecendo o aparecimento de flacidez e rugas”, explica a Dra. Beatriz.

Mais tônus – Com o movimento durante os exercícios, ocorre uma constante renovação, fortalecimento e regeneração de estruturas que dão tonicidade para a pele, explica a Dra Beatriz. “Isso reduz o risco de flacidez ou o aparecimento de rugas”, completa. “Também há estímulo a fibroblastos que produzem fibras de colágeno e elastina que deixam pele mais elástica e firme”, conta a angiologista Dra. Aline Lamaita.

Menor nível de estresse e menos acne – “O exercício físico diminui o nível de cortisol (o hormônio do estresse) ao longo do dia e, por isso, melhora também a qualidade do sono. Altos níveis de cortisol podem contribuir, inclusive, para o aparecimento da acne”, conta a cirurgiã plástica. “O cortisol está também relacionado ao aumento de oleosidade e à diminuição da produção natural de ácido hialurônico na pele”, conta a Dra Aline. Mais um ponto para o exercício físico!

Sensação de bem-estar – Por fim, a cirurgiã plástica lembra que, com o exercício físico, há também uma maior produção de endorfinas. “As endorfinas são os analgésicos naturais do organismo. São produzidos pela hipófise e conferem sensação de bem-estar, felicidade e euforia, o que acaba influenciando e consequentemente afeta positivamente a aparência da pele”, finaliza a Dra Beatriz.

FONTES:

Dra. Beatriz Lassance: Cirurgiã Plástica formada na Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e residência em cirurgia plástica na Faculdade de Medicina do ABC. Trabalhou no Onze Lieve Vrouwe Gusthuis – Amsterdam -NL e é Membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, da ISAPS (International Society of Aesthetic Plastic Surgery) e da American Society of Plastic Surgery (ASPS).www.lassance.com

Dra Aline Lamaita: Cirurgiã vascular e angiologista, Dra. Aline Lamaita é membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular, da Sociedade Brasileira de Laser em Medicina e Cirurgia, do American College of Phlebology, e do American College of Lifestyle Medicine. Formada pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, a médica participa, na Universidade de Harvard, de cursos de pós-graduação que ensinam ferramentas para estimular mudanças no estilo de vida nos pacientes em prol da melhora da longevidade e qualidade de vida. A médica possui título de especialista em Cirurgia Vascular pela Associação Médica Brasileira / Conselho Federal de Medicina. http://www.alinelamaita.com.br/
Carmen Augusta

Sobre a autora

Carmen Augusta - Administradora e Redatora do Portal Splish Splash. Redatora do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre a autora...

Sem comentários:

Enviar um comentário

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES - Clique para ver o perfil