ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

1/25/2019

Roberto Carlos no carnaval em 2019?

O rei no carnaval (Foto: Marcelo Theobald)
Por Derbson Frota

Roberto Carlos sempre gostou de carnaval. Nosso rei, inclusive, influenciado por um dos eventos mais tradicionais do Brasil, compôs com Erasmo Carlos e lançou em 1986 o samba bem aconchegante e afrodisíaco Nega. O ritmo, aliás, esteve presente em vários programas especiais de fim de ano do cantor, em que ele caiu no samba ao lado de artistas do quilate de Neguinho da Beija-Flor, Alcione e Arlindo Cruz.

O ídolo também foi homenageado nada menos do que por duas escolas de samba. Em 1987, a Sociedade Esportiva Recreativa Escola de Samba Unidos do Cabuçu trouxe à Sapucaí o enredo Roberto Carlos na Cidade da Fantasia. Já em 2011 foi a vez da Grêmio Recreativo Escola de Samba Beija-flor arrasar os corações dos foliões com o enredo A simplicidade do rei. A Beija-Flor simplesmente vencera de ponta a ponta, conquistando seu então 12º título.

E este ano, segundo a coluna Roda de Samba, do Jornal Extra, a própria Beija-Flor convidou Roberto para desfilar novamente. Será no quarto carro, recordando os enredos que homenagearam personalidades ao longo dos 70 anos de história da Escola de Samba. O ídolo dará a resposta em fevereiro.

Vale ressaltar que a data do desfile das escolas de samba do Rio de Janeiro deste ano, do Módulo Especial, será nos dias 3 (domingo) e 4 (segunda) de março. A Beija-flor será a quinta agremiação a desfilar, no horário marcado entre 1h35min e 3h28min da manhã do primeiro dia. 

Enquanto isso, nós, os milhões de súditos, aguardamos ansiosos o “sim” do rei, para curtirmos um carnaval com muitas emoções. Com certeza vai dar samba! 

E samba com emoções é uma brasa, mora!

Nota da Redação do Portal Splish Splash: Relembre os desfiles de samba da Unidos do Cabuçu e da Beija-Flor, em que Roberto Carlos foi homenageado:


Unidos do Cabuçu (1987)


Beija-Flor (2011)

1 comentário:

  1. Quantas emoções eu vivi nesse ano de 2009. Nem consegui assistir tudo porque as lágrimas caem e me congestionam as narinas (rs). Vou assistir o restante depois pra não cair todas as lágrimas num só dia. São muitos detalhes que relembro... Até a repórter Mariana tem o nome da minha tia-avó, coincidências que sempre me levaram ao Roberto.

    ResponderEliminar