Vem aí mais uma edição do Fusos - Festival de Fusões Artísticas | Alte - Loulé - Portal Splish Splash

segunda-feira, maio 24, 2021

Vem aí mais uma edição do Fusos - Festival de Fusões Artísticas | Alte - Loulé

O Fusos - Festival de Fusões Artísticas, está de regresso, com uma programação recheada de cruzamentos e fusões. Depois de um ano de ausência, a aldeia de Alte está pronta para a 4ª edição de 3 a 6 de Junho.


O Fusos - Festival de Fusões Artísticas, está de regresso, com uma programação recheada de cruzamentos e fusões. Depois de um ano de ausência, a aldeia de Alte está pronta para a 4ª edição de 3 a 6 de Junho.


O festival, que marca por surpreender público e artistas, adaptou este ano o formato normal, para assegurar todas as condições de segurança e recomendações da DGS. Menos espectáculos por dia, mais um dia de programação.


Fusões entre música, ilustração, sonoplastia, teatro, literatura, dança, circo e pintura, vão estar em palco na singela aldeia de Alte (concelho de Loulé), precisamente o centro geográfico do Algarve.


Um concerto de M-Pex em cima de um cerro para toda a aldeia ouvir enquanto Urban Sketchers ilustram o momento, serve de abertura no dia 3 ao final de tarde. À noite, a emblemática Fonte Grande acolhe um concerto/teatro de Carla Pires. A fadista apresenta o álbum recém lançado "Cartografado", misturando em palco textos ficcionados da autoria de António Pires.


Sexta-feira, a Fonte Grande terá ao início da noite A Língua no Ouvido, performance que funde literatura e música, ao que se segue um concerto de Sal. Será o concerto de estreia da recém formada banda que incluí os elementos dos extintos Diabo na Cruz.


Sábado terá 3 espectáulos à tarde. Na Fonte Pequena de Alte, Ana Root e Léo Lobo misturam circo, dança, música e teatro na performance Duobye, ao que se segue um momento comemorativo dos 150 anos do nascimento de Cândido Guerreiro, o famoso poeta altense, com fusão entre literatura e música. Às 19h00 será a Igreja Matriz de Alte a receber um concerto de música antiga dos Ensemble Med, sobre o qual se ouvirão camadas sonoras da paisagem natural da aldeia, do projecto ASPA.


Domingo o programa será na belíssima queda de água do Vigário, começando com uma fusão entre o jazz de Genoveva Faísca e a pintura de Renata Pawelec. O Fusos termina com um concerto dos Olive Tree Dance.


A entrada em todos os eventos é gratuita, sujeita às lotações definidas pelas regras de segurança.


O Fusos é uma organização da Fungo Azul, Junta de Freguesia de Alte e Município de Loulé.

Nenhum comentário:

Postar um comentário