ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

11/06/2020

Terceiro Reich: muito além do nazismo, a verdade dos protagonistas

Personagens do Terceiro Reich: a história dos principais nomes do nazismo e da Alemanha na Segunda Guerra Mundial.



Lançamento da Editora 106, o novo livro do historiador Rodrigo Trespach apresenta o perfil e a trajetória das principais figuras envolvidas no regime que produziu a Segunda Guerra Mundial e o Holocausto


Hitler era mesmo descendente de judeus? Como foi decidido o Holocausto? Quem mais se suicidou no bunker do Führer? Como o “anjo da morte”, Joseph Mengele, conseguiu escapar para o Brasil? São perguntas que muitas vezes não se encontram nos registros, mas serão respondidas em Personagens do Terceiro Reich: a história dos principais nomes do nazismo e da Alemanha na Segunda Guerra Mundial.


Escrito pelo historiador Rodrigo Trespach e lançado pela Editora 106, o livro apresenta uma nova abordagem sobre um dos tempos mais sombrios da Alemanha e do mundo a partir da biografia de dezenas de pessoas cujas trajetórias se entrelaçaram para produzir a Segunda Guerra e o Holocausto. Na obra, que conta com o endosso do jornalista e historiador Reinaldo José Lopes e de João Barone, baterista da banda Paralamas e aficionado do tema, o autor mostra quem foram os principais nomes ligados direta ou indiretamente ao Terceiro Reich desde sua ascensão até a derrocada, com a vitória dos Aliados.


Na primeira parte do livro, o leitor encontra as biografias de políticos, militares, empresários, artistas e outras pessoas que, ligadas ou não ao Partido Nazista, contribuíram para que Hitler chegasse ao poder. Há também um capítulo dedicado àqueles que resistiram ao Terceiro Reich, em alguns casos, pagando com a própria vida. Na segunda parte, o autor oferece uma lista com personagens, glossário e uma cronologia para referência de leitura e compreensão do livro. 


As biografias trazem dados importantes, verdadeiros e íntimos sobre figuras como Goebbels, o mago da propaganda nazista; Himmler, o líder da SS; Mengele, o monstro da medicina; Keitel, o conselheiro; Bonhoeffer, o teólogo da resistência; Stauffenberg, o militar antinazismo, entre outros. Esclarece também fatos raramente mencionados, como o uso de trabalho escravo por empresas alemãs durante o regime.


Com informações relevantes sobre o pensamento e as atitudes de pessoas que tiveram papéis importantes durante o período, são lembradas as figuras responsáveis por instalar um dos mais cruéis regimes já vistos no mundo e por milhões de mortes de judeus e outras minorias étnicas e religiosas. O livro aborda também a trajetória dos resistentes que fizeram a diferença com movimentos como o atentado ao Führer, bem como pessoas que, por interesse pessoal ou comercial, colaboraram com uma ideologia criminosa, como o fato de vários uniformes nazistas terem sido desenhados por Hugo Boss.


Foco central deste acontecimento, Hitler tem um capítulo inteiro dedicado a ele. Mas muitos outros aspectos da vida, infância e personalidade do ditador são revelados ao longo das biografias de outras pessoas que partilharam da intimidade do Führer como militares, intelectuais, médicos, cientistas, industriais e empresários. Os textos estão todos interligados, mas podem ser lidos de forma independente sem uma ordem cronológica tradicional.


“Trata-se do melhor resumo já publicado no Brasil dessa opera macabra que foi o nazismo, com seus principais protagonistas, muitos vilões e alguns poucos heróis que ousaram se erguer contra a insanidade”. 

João Barone, escritor e baterista da banda Paralamas


“Rodrigo Trespach já se tornou uma grife para todos os que leem livros de história voltados para um público amplo no Brasil. Com "Personagens do Terceiro Reich", ele volta a mostrar sua combinação rara de conhecimento enciclopédico e capacidade de síntese para contar o essencial da vida dos vilões e (raros) heróis que viveram sob o regime nazista. Indispensável!” 

Reinaldo José Lopes, jornalista, historiador e escritor


Sobre o autor: Rodrigo Trespach nasceu em Osório, RS. É historiador, pesquisador e autor de doze livros, entre eles, O Lavrador e o Sapateiro (2013), Quatro Dias em Abril (2016), os quatro livros da coleção Histórias não (ou mal) contadas (2017 e 2018) e 1824 (2019). Também é autor de diversos artigos e matérias para jornais e revistas nacionais e internacionais. Veja mais em rodrigotrespach.com


Sobre a Editora 106: é o resultado do encontro entre a psicanalista Fernanda Zacharewicz, que já editava obras na área da Psicanálise na Aller Editora, e o jornalista Omar Souza, publisher com mais de 20 anos de experiência. Diferentemente de outras editoras, a marca tem diversificação nos gêneros o que não deixa dúvidas de que há 106 editoras em uma só. Os subselos: 106 Biografias, 106 Ideias (ensaios, Filosofia, História etc.), 106 Pessoas (desenvolvimento pessoal, espiritualidade, negócios etc.), 106 Histórias (ficção histórica e contemporânea), 106 Clássicos (obras e autores consagrados), 106 Crônicas (textos produzidos por alguns dos melhores cronistas nacionais e internacionais), entre outros, são o compromisso da editora em representar os mais diversos públicos. A exceção será a Aller, já consolidada no universo psicanalítico brasileiro e que identificará os livros publicados para esse segmento.


-------------------------


NOTA DA REDAÇÃO DO PORTAL SPLISH SPLASH

A propósito desta obra de Rodrigo Trespach, pensamos ser pertinente juntar aqui um vídeo da BBC News Brasil, com o depoimento do brasileiro Andor Stern, sobrevivente do campo de concentração de Auschwitz, um símbolo da "Solução Final da Questão Judaica", de Adolf Hitler.


Auschwitz: sobrevivente brasileiro descreve horrores do campo de concentração

Sem comentários:

Publicar um comentário

ESTIMADO LEITOR: esteja à vontade para partilhar e comentar este post em qualquer rede social, mas não esqueça de comentar aqui no próprio post. O autor agradece,

Topo