ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

9/23/2020

CCB Lisboa | ciclo NO FUNDO PORTUGAL É MAR - 24/09 a 05/12

Ciclo “No Fundo Portugal É Mar”  Perspetivas de Arte, Ciência e Ambiente
Fotocomposição: Portal Splish Splash


Programação para todas as idades - 24 set. a 5 dez. na Fábrica das Artes


Ciclo “No Fundo Portugal É Mar”

Perspetivas de Arte, Ciência e Ambiente

24 de setembro a 5 de dezembro de 2020


Uma parceria entre a Estrutura de Missão para a Extensão da Plataforma Continental (EMEPC)

e o CCB/Fábrica das Artes, com o apoio de Lisboa Capital Verde Europeia 2020


Nada escapa ao mar em Portugal. Da geologia ao clima, do passado ao futuro, dos sonhos aos medos, o mar é afinal o quê? Ele é o fundo, os peixes, a vida, as ondas, os vulcões, a solidão e o espaço imenso. Ele é também o covil de abjeções inconfessáveis e de maravilhas ondulantes; de mistérios e abusos, descobertas e ganâncias, e de todos os possíveis para além dos impossíveis. Ele é o mais frágil, imenso e desconhecido dos comuns da humanidade. Nada em Portugal escapa ao mar. Distantes mas fascinados pelo mar, desejosos e ressentidos dele ao mesmo tempo, agora vamos passar a tê-lo em nós de outro modo, mais vasto e mais exigente.


Esta programação gira em torno da reposição da exposição No Fundo Portugal É Mar. Com base em imagens cedidas pela Estrutura de Missão para a Extensão da Plataforma Continental (EMEPC), captadas por um ROV, um robô telecomandado que desce a seis mil metros de profundidade, deslocamo-nos entre a revelação dos fundos marinhos, o imenso paradoxo do lixo plástico que o mar nos devolve. Os sentidos desta exposição desdobram-se para o encontro do Mar com as Artes (teatro, música, histórias e ilustração), com múltiplos formatos: espetáculos, oficinas, palestras, visitas guiadas e formações.

Sem comentários:

Publicar um comentário

ESTIMADO LEITOR: esteja à vontade para partilhar e comentar este post em qualquer rede social, mas não esqueça de comentar aqui no próprio post. O autor agradece,

Topo