ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

3/03/2020

Cinema: "Chão" tem pré-estreia em BH depois de ser apresentado em Berlim

Chão-divulgação

Filme de Camila Freitas fala sobre a luta pelo direito à terra e foi apresentado pela primeira vez no 69o Festival de Berlim

O documentário Chão, de Camila Freitas, tem pré-estreia no dia 10 de março, às 17h. O filme será exibido na mostra Imagem dos Povos, que fica em cartaz no MIS Santa Tereza entre 08 e 19 de março.

A cineasta e sua equipe conviveram com os integrantes do MST, acompanhando o dia a dia numa usina de cana, em Santa Helena (GO).

Chão
Estreia nacional: 26 de março de 2020 / 1h 52min / Documentário
Direção: Camila Freitas
Nacionalidade Brasil

Junto ao Movimento Sem Terra, Chão vivencia a ocupação da propriedade de uma usina de cana-de-açúcar em processo de falência. A despeito da estagnação jurídica e da aridez do agronegócio no sul de Goiás, o gesto da ocupação se firma em resistência e invenção de uma paisagem em disputa. Vó, PC e os mais de 600 acampados regam diariamente a utopia de um lugar por vir, em um futuro projetado no horizonte ainda intocável da reforma agrária.

Camila Freitas
Camila Freitas-divulgação


Estudou cinema na UFF e direção de fotografia na escola Louis Lumière, em Paris. Faz mestrado em artes visuais na UFRJ. Fotografou longas como Futuro junho e Excelentíssimos. Realizou os curtas Passarim, Ararat e De asfalto e Terra vermelha. Seu primeiro longa, Chão estreou na 69ª Berlinale. Babado, em senvolvimento, que co-dirige com João Vieira Torres, passou pelo laboratório Biennale College Cinema 2019.




Imagem dos Povos – Mulheres

Mostra vem mais atual que nunca, celebrando o cinema feito por mulheres

A mostra “Imagem dos Povos – Mulheres” ocupa o charmoso MIS Santa Tereza entre os dias 08 e 19 de março, focando no protagonismo feminino na produção audiovisual. Dedicada às profissionais que fazem cinema, todos os filmes selecionados foram dirigidos por mulheres.

Ao todo, serão exibidos 48 filmes de dez países, divido em três programas. Panorama Mundial e Panorama Brasil apresentam as tendências da produção audiovisual. Já o Cinemateca apresenta Alice Guy-Blaché – uma homenagem à primeira cineasta de ficção da história do cinema. São 28 filmes com direção da francesa e quatro filmes que contextualizam a sua história. Este último programa também será exibido na web no imagemdospovos.com

Filmes inéditos e pré-estreias compõe a Mostra 

É o caso dos filmes de abertura selecionados especialmente para serem exibidos no Dia Internacional da Mulher. O aguardado “Três Verões” de Sandra Kogut, com Regina Casé no elenco vem causando burburinho desde que foi anunciado e promete mais uma performance marcante da atriz. “Be Natural”, documentário de Pamela B. Green sobre Alice Guy-Blaché é narrado por Jodie Foster e tem participação de importantes artistas como Agnès Varda, Julie Delpy, Ben Kingsley e Diablo Cody.

Outro filme que também faz sua pré-estreia na mostra (14/03) com a presença da diretora é “Aos Olhos de Ernesto”, de Ana Luiza Azevedo, que conta com delicadeza a relação fraternal entre um senhor e uma jovem, uma coprodução Brasil - Uruguai.

Películas de diversas partes do mundo completam a programação, incluindo o sucesso mexicano “A Camareira”, de Lila Avilés (14/03), o escolhido do México para representa-los no Oscar e o peruano Canção sem Nome, de Melina Leon, que encerra a mostra na quinta-feira (19/03). Este último foi exibido na quinzena dos realizadores no Festival de Cannes do ano passado. Já a coprodução belga, croata, francesa e macedônia “Deus é mulher e seu nome é Petúnia”, de Teona Strugar Mitevska, aborda os desafios das mulheres em lugares onde as tradições locais as excluem.

Vale destacar ainda a importância de uma mostra inclusiva com a acessibilidade nos filmes garantida pela legenda descritiva, em português ou libras. Todas as sessões serão comentadas pelas curadoras e/ ou diretoras.

A programação completa está no anexo. E informações detalhadas sobre cada película serão enviadas em seguida.

A mostra “Imagem dos Povos – Mulheres” é realizada com recursos da Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Belo Horizonte.

Chão-divulgação
SERVIÇO
Imagem dos Povos
De 08 a 19 março no MIS Santa Tereza (R. Estrela do Sul, 89 - Santa Tereza). Programação completa em: www.imagemdospovos.com
A programação é gratuita e os ingressos precisam ser retirados na bilheteria do MIS Santa Tereza antes das sessões.
*Programação sujeita a alteração sem aviso prévio.

Sobre o Imagem dos Povos
Criada em 2005, é uma Mostra internacional de conteúdo audiovisual única no Brasil por ser realizada desde sua origem em múltiplas plataformas (cinema, televisão e web). Sempre buscando as tendências na produção e no mercado, exibiu mais de mil e trezentas produções, realizou seminários internacionais e workshops de excelência, estabelecendo parcerias com realizadores, festivais e fundos de financiamento e fomento, promovendo o intercâmbio de realizadores mineiros com artistas e produtores de mais de 60 países.
Seu foco é a difusão de conteúdos da diversidade cultural e humana, buscando enfatizar as temáticas contemporâneas.
A idealização, realização, direção e curadoria geral são de Tâmara Braga Ribeiro, Maíz d’Assumpção e Adyr Assumpção.

Sem comentários:

Publicar um comentário

ESTIMADO LEITOR: esteja à vontade para partilhar e comentar este post em qualquer rede social, mas não esqueça de comentar aqui no próprio post. O autor agradece,

Topo