ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

1/15/2020

Aniversário de Renato Aragão. O que o humorista tem em comum com Roberto Carlos?

O eterno trapalhão Renato Aragão completou oitenta e cinco anos de vida. Há alguns pontos em comuns em sua carreira com a do rei Roberto Carlos.

O eterno trapalhão Renato Aragão completou oitenta e cinco anos de vida. Há alguns pontos em comuns em sua carreira com a do rei Roberto Carlos.

Por Derbson Frota

O humorista Renato Aragão completou esta semana, mais precisamente no último dia 13 de janeiro, 85 anos de vida. O artista brasileiro, que também é ator, diretor, advogado, cineasta, produtor, comediante, dublador, humorista, escritor, roteirista, apresentador, empresário e cantor, é um dos humoristas mais bem sucedidos do mundo.

Fazendo um paralelo entre sua carreira e a do nosso rei Roberto Carlos, podemos encontrar alguns pontos em comuns: Ambos vieram de cidades do interior de seus estados. Persistiram em seus sonhos e nunca desanimaram ante as dificuldades iniciais. Começaram, inclusive, a carreira em 1959. Enquanto o rei lançava o compacto com as músicas João e Maria e Fora do Tom, Renato vencia um concurso da TV Ceará para trabalhar como "realizador", uma espécie de diretor, redator e produtor de programas.

Outra semelhança entre Roberto e Renato é que o sucesso a nível nacional de ambos começou nos anos 60, e na mesma cidade: Rio de Janeiro. Em 1964, Renato foi contratado pela TV Tupi de São Paulo para trabalhar no humorístico A, E, I, O...URCA. Dois anos depois, já na TV Excelsior, ia ao ar Os Adoráveis Trapalhões. Já Roberto Carlos estourou com a febre Jovem Guarda, programa exibido pela TV Record e que se transformou em um dos maiores fenômenos brasileiros do século XX.

Nos anos 70, o rei continuou a cada vez mais fazer sucesso, e dessa vez com um programa global: seu especial de fim de ano está no ar desde 1974. Três anos depois, o humorista estrearia, ao lado de Dedé, Mussum e Zacarias seu maior sucesso: Os Trapalhões, também na emissora de Roberto Marinho.

Vale ressaltar que os dois ídolos nacionais encontraram-se algumas vezes na TV: Em 1979, o quarteto participou do especial de fim de ano do rei. O cantor também chegou a gravar uma esquete com os humoristas (vídeo abaixo), além de ter aparecido outras vezes no programa. Ou “quase”: Quem não se lembra, por exemplo, de Didi Mocó vestido “à la Roberto”, dublando Café da Manhã? Além disso, por muitos anos (inclusive na estreia, em 1986), Roberto Carlos participou do Criança Esperança, programa que teve suas primeiras edições nos trapalhões.

Até hoje o rei e o humorista estão em nosso coração e se orgulham de terem sido sucesso absoluto em suas áreas. Roberto Carlos continua a encantar e embalar nossos amores com suas eternas canções, além de nos presentear com shows memoráveis. Já Renato Aragão merece respeito por tudo o que já fez pela TV Brasileira e pelos inúmeros sorrisos que possibilitou a todos nós.

Parabéns, psit!

Informações adicionais: Wikipédia

Nota do Portal Splish Splash 1:
Clique e relembre Roberto Carlos participando de uma esquete do programa Os Trapalhões, em que contracena com Renato Aragão, Dedé Santana, Mussum e Zacarias:

Nota do Portal Splish Splash 2: 
O que acontece quando dois professores fãs de Roberto Carlos e de Renato Aragão resolvem homenageá-los num auditório lotado de alunos? O resultado é esse:
Obs.: eu sou o Roberto, tá?!

Sem comentários:

Enviar um comentário

SUCESSOS PORTUGAL E BRASIL