ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

6/12/2019

Cinco jovens do Rio de Janeiro foram selecionados para o Canto em Trancoso, em julho


A 5ª Academia Canto em Trancoso, promovida pelo Mozarteum Brasileiro, terá a participação de cinco fluminenses. Dos 145 inscritos de 14 estados do Brasil, 38 cantores foram selecionados para uma bolsa completa de estudos, em Trancoso, de 7 a 13 de julho.

As sopranos Letícia Peixoto de Moraes, 19 anos, Nila Clara dos Santos Fernández,19, e Bruna Soares Figueiredo,21, todas da capital fluminense e as contraltos Priscila Assumpção da Silva, 25, de Barra Mansa e Sarah Garcia Salotto Nuss Inácio, 20, Resende, durante uma semana terão masterclasses com cantores de renome internacional, como Renate Arends, Marcel Boone e Lucia Duchonova.

Os bolsistas vêm de oito estados do Brasil: São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Paraíba, Goiás, Pernambuco e Santa Catarina, e encerrarão a academia com a apresentação das peças Magnificat, de Johann Sebastian Bach, e Gloria, de Antonio Vivaldi, juntamente com a Orquestra Acadêmica Mozarteum Brasileiro. Sob regência de Rolf Beck, diretor da Chorakademie Lübeck, o concerto será no sábado, 13 de julho, às 18h30, no Teatro L’Occitane, e os ingressos já estão à venda pelo site do Mozarteum Brasileiro.

No encerramento, serão anunciados os bolsistas que mais se destacaram, os quais ganharão uma bolsa adicional para se aperfeiçoarem, ainda mais, na Alemanha, em 2020.


SERVIÇO:
“Magnificat”, de Johann Sebastian Bach e “Gloria”, de Antonio Vivaldi.  
Orquestra Acadêmica Mozarteum Brasileiro
Coro da Academia Canto em Trancoso
Rolf Beck, regente
Solistas: alunos selecionados
13/07 (sábado) – 18h30 – Teatro L’OCCITANE – Estrada Municipal de Trancoso, km 19, s/n - Trancoso, Porto Seguro, BA - (73) 3668-1487
Ingressos: R$30,00, inteira; R$15,00, meio - através do Mozarteum Brasileiro: https://mozarteum.byinti.com/#/ticket/eventInformation/oBOeen9BFhmeKDKMaNbD
Patrocinadores:
Lei de Incentivo à Cultura
Mantenedor: Groupe L’OCCITANE e EMS
Patrocinadores Ouro: Bradesco, BNP Paribas
Patrocinador Prata: Garde
Colaboradores: Bonsucex Holding
Apoio: Estadão, Teatro L’OCCITANE e Terravista Brasil
Realização: Mozarteum Brasileiro, Ministério da Cidadania, Governo Federal 

Mozarteum Brasileiro

Fundado por Sabine Lovatelli e Claude Sanguszko, é uma das mais conceituadas associações culturais do país e tem como objetivo valorizar e difundir a cultura musical. Por meio da organização e promoção de espetáculos de música erudita e da manutenção de uma série de atividades educativas em São Paulo e Trancoso, sul da Bahia, fomenta a inclusão social e estende o acesso ao melhor da música para o maior número de pessoas. Desde 1981, início de suas atividades, vem atuando para cumprir dois grandes objetivos: trazer a excelência musical internacional para o público brasileiro e, ao mesmo tempo, incentivar o desenvolvimento pessoal e social por meio de várias iniciativas de cunho cultural e educativo. Traz ao Brasil algumas das maiores orquestras do mundo e abre espaço em sua programação para a apresentação de orquestras jovens e novos talentos brasileiros. Em sua trajetória, realizou mais de 1.500 concertos, que foram vistos por mais de dois milhões de espectadores, em salas de concertos e locais públicos. Mais de oito mil alunos passaram pelas masterclasses e 340 jovens talentos foram encaminhados às melhores instituições musicais nacionais e europeias, por meio de bolsas de estudos concedidas pela instituição.

Sobre a Chorakademie Lübeck
A Chorakademie Lübeck varia em tamanho, dependendo da obra a ser executada e do país onde se apresenta. Mas não varia na busca constante por novos cantores ao redor do mundo. Autônoma, identifica oportunidades para criar um novo e independente perfil, firmando-se como um pool de talentos que visa atingir a excelência. O coral está em seu melhor nível técnico desde 2002, quando começou como parte do Schleswig-Holstein Music Festival. Seus solistas simbolizam uma ideia internacional livre e unificada que vai além de fronteiras e diferenças raciais, motivada pelo senso de filosofia e processo criativo comum.

Sobre Rolf Beck
A magnífica premiere mundial de St. Luke Passion, de Penderecki, na Münster Cathedral da Alemanha em 1966, foi decisiva para o então jovem estudante de Direito Rolf Beck perseguir seu entusiasmo pela música clássica. Após se formar advogado, ele começou a estudar com Helmuth Rilling e, em 1972, fundou o Marburg Vocal Ensemble, que logo ganhou vários prêmios nacionais e internacionais e se tornou um dos principais corais alemães. Beck também fundou o coral da Bamberg Symphony Orchestra, que teve performance de sucesso similar. Em 2002, como diretor artístico do Schleswig-Holstein Music Festival, criou uma academia coral, que participou de várias turnês na Alemanha e no exterior. Em 2014, o grupo se tornou a Chorakademie Lübeck.
Alba Maria Fraga Bittencourt

Sobre a autora

Alba Bittencourt - Doutorada em Robertologia Aplicada e Ciências Afins. Redatora do Portal Splish Splash e Administradora/Redatora do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre a autora...

Sem comentários:

Enviar um comentário

TANGOS ROBERTOCARLISTICOS

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES - Clique para ver o perfil