ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

2/20/2019

Histórias do trajeto de Roberto Carlos (8)



Setembro de 2011 

Para com Braga a lealdade do Leal
Por: Carlos Alberto Alves

Foi batizado por António Joaquim Fernandes, mas, à semelhança de outros cantores, adotou, artisticamente falando, o nome de Roberto Leal, cidadão português que nasceu em Trás-os-Montes, concretamente na Aldeia de Vale da Porca. Tal como muitos portugueses nas décadas de 40, 50 e 60, imigrou para o Brasil em 1962 com os pais e mais 10 irmãos, situação que tem a ver com a família em quatro etapas.

Roberto Leal estudou música e canto e, em 1971, inicia sua carreira com a canção Arrebita e, neste mesmo ano, tem a sua primeira aparição em televisão no programa do Chacrinha, nome que ainda hoje muito se fala no Brasil, tratando-se de uma referência no tempo em que muitos cantores davam os seus primeiros passos.

Com o decorrer do tempo, transformou-se numa figura altamente popular, conquistando prémios (um deles o Troféu Globo, da TV Globo) e um avultado número de Discos de Ouro, para além de centenas de troféus que fazem parte da sua enriquecedora coleção.

Em função do seu percurso, é também um dos chamados “viajantes pelo mundo” e tudo começou quando, em 1977, realizou a sua primeira excursão a Portugal e, por conseguinte, do nosso país fez trampolim para levar o seu show para diversos países do mundo. E não foram poucos. Depois, um regular “lá e cá”, ou seja, tempo dividido entre o Brasil e Portugal.

Simpático, afável, humano, Roberto Leal é hoje uma das grandes referências da música popular e, durante todo este seu trajeto, sempre denotou uma grande lealdade para com Roberto Carlos. E o mais curioso de tudo isto é que também ele, em termos de indumentária, utiliza muito o branco e o azul, maior incidência para o branco.

Numa das viagens que efetuou ao Brasil, há 12-15 anos atrás, por aí, veio na companhia de Cinha Jardim, uma figura muito conhecida em Portugal, pertencendo a uma conhecida família (Jardim) que saiu de Moçambique após o processo da independência desta ex-colónia portuguesa. Num programa da SIC, Roberto Leal descreveu, em pormenor, esta vinda ao Brasil na companhia da ferrenha benfiquista.

Já aqui fizemos eco do surgimento da Confraria Cultural Brasil-Portugal, com sede em Divinópolis e da qual somos um dos membros efetivos. Dentro da filosofia que norteia as habituais conferências mensais levadas a cabo pela CCBP, também Roberto Leal teve o seu espaço num desses encontros, isto após ter gravado o seu DVD no Casino do Estoril. Aliás, Leal e Braga, são dois dos apaixonados da presidente da associação, a Doutora Maria de Fátima Batista Quadros que englobou um naipe de pessoas no trabalho que trouxemos à estampa sobre os 70 anos do Rei Roberto Carlos, onde ela citou, no seu enquadramento de opinião, o nome de Roberto Leal, ou seja, e para finalizar, que Leal e Braga são dois expoentes máximos da canção. Duas figurais que serão sempre recordadas por gerações vindouras. 

Setembro de 2011 

Do Grupo ELAS BRIGAM POR ROBERTO CARLOS


Eliete Lima Cisz - Pois bem meus amigos de grupo, vou contar pra voces o que aconteceu comigo , enquanto milhões de pessoas querem encontrar com o Rei e bater uma foto, eu estive na porta do camarim e não tive coragem de entrar, acreditem se quiserem mas foi o que aconteceu comigo, ele fez um show beneficiente aqui em Floripa e fui convidade pelo Dodgi, por intermedio da Mari Alexandre que é minha Afilhada, mas entrei em panico só em pensar que iria ficar frente a frente com ele, achei que iria morrer do coração e desisti, até hoje e sempre é uma das unicas coisas que me arrependo na vida, minha filha não me perdoa, pois ela estava comigo, isto depois de assistir ao show ao lado da Maria Rita que na época recem tinha começado a namorar com ele, mas um dia acontecerá novamente uma oportunidade, para amenizar o sofrimento bati uma foto com o Dudu, filho dele num show do Fabio Jr, ele não se acreditou que isto aconteceu, mas se um dia voces me derem uma nova chance me avisem que prometo não vou amarelar, bjs

Maria De Lourdes Wickert - Amiga Adnelia...estou na tua situação...como só vejo em Porto Alegre...meu Deus fico toda suada...amarrotada...mas trago minha rosa!!!! pra mim já estou no lucro... pois meu amor por ele é tão grande que o pouco é tudo pra mim!!! carinhos gauchos!!!!

Carmen Augusta A. Coelho - Eliete, eu também amo o Roberto há mais de quarenta anos. Também pensava que se chegasse perto dele iria ter um treco. Mas, a oportunidade apareceu eu fui sózinha, e não tive nada apenas uma emoção enorme, e fiquei paralizada. Mas ele é um amor, vem abraça, diz 'meu amor" e deixa a gente à vontade. E como gostaria de estar pertinho dele de novo!Bjs

Ocenilda Santana de Sousa - A emocionante entrevista do Rei no Jô Soares que vai ser reprisada nesse domingo às 20 h (horario do Brasil) pelo canal GNT.

Lu Heringer Lotado - Na verdade o Roberto tem muito respeito por tudo que está vivo. Não admite que se mate qualquer inseto ser que seja. Essa história da lagartixa eu não sabia e adorei poder conhecer. Só nos mostra, mais uma vez, o graaaaaande ser humano que ele é. Como eu amo essa pessoa, viu? (só eu né? Kkkkkk)

Adnélia Santos - vc vai sim. Existe uma legião de anjos que protegem os fãs de verdade. Os fãs que não usam esse momento sublime apenas para se aparecer ou para disputar quem conseguiu mais vezes (se existe esse tipo de fã? Claro que sim). Comigo que acompanho o RC há 46 anos já aconteceu 2 Camarins que eu não fui. Um aconteceu a mesmíssima coisa que aconteceu com você. Foi Em SP. As pernas tremiam tanto que não me senti em condições de entrar, tomei um taxi e saí voada...A outra foi recente, fui convidada mas estava tão suada, tã descomposta depois da luta pela ROSA que não me senti confortável para estar diante do meu PRÍNCIPE (prefiro chamá-lo de PRINCIPE dificilmente falo Rei).

Elisete Paes - Vamos ao show em SP, dia 10 de novembro, quem sabe conseguimos bater uma foto com ele. Eu também qeeeeerooooo

Ocenilda Santana de Sousa - Amiga Eliete, eu compreendo a sua emoçao, porque no show de Lisboa em 2006 eu fiquei em estado de choque depois que ele me deu a rosa e recebeu das minhas maos uma imagem de N S Fatima e um tercinho azul e eu perdi completamente a voz depois que a minha mao tocou na dele na hora da entrega do tercinho, mas eu acho que se eu estivesse em frente à porta do camarim dele, eu nunca tomaria essa decisao de ir embora, poderia até desmaiar ou passar mal pelo nervosismo, mas nunca ir embora. Por que você nao pediu ao Dudu Braga, quando tirou uma foto com ele, para entrar no camarim do Rei? Desejo-lhe boa sorte para uma proxima vez e leve um calmanttinho dentro da bolsa, para nao desistir novamente quando chegar em frente do camarim (risos). Bom domingo. Beijos.

Sacha Splish
Oi, Gente!
Mais uma vez apanhei o portuga em flagrante, viu?
Logo que ele soube que a mulherada tinha criado no Facebook o grupo MULHERES DO REI, não dando entrada a homem, o portuga foi logo correndo a criar o grupo HOMENS DO REI. Com isso, todo mundo ficou sabendo que NMQT terminou com ele mais de 5 anos de bate-papos telefónicos, mas mesmo assim o portuga não desiste e continua com sua guerra dos sexos. E o pior é que toda a mulherada tá andando distraída. Não dá pra acreditar como é possível o grupo MULHERES DO REI terem apenas 83 mulheres e o grupo HOMENS DO REI que foi criado muito depois já vai em 113 homens!!! Dá pra acreditar?
Onde anda a mulherada se deixando ultrapassar pelos homens?
Tô envergonhada, viu?! Ninguém segura o portuga e depois acontece destas coisas horríveis.
Ninguém vai fazer nada, é? Que dirá NMQT quando souber? Nem tô em mim!!!
Beijos tristonhos.

Lu Heringer Lotado - E aí, meninas? Foi tudo o que eu disse que seria ou será que melhor ainda? hehe!! Ameeeeeeeeeeeeo! Ele é, realmente, um ser humano muuuito especial, não é verdade? Amo de paixão. Beijo e bom final de semana para todas :)

Lilian H. M. Rocha - Oh, se é Lu. E depois das historias do sapinho atropelado e da libélula com a asinha quebrada, não estão faltando candidatas a formigas "louras" e lagartixas afinal elas habitam a casa dele. Mas ele é um doce mesmo, eu ficaria horas e horas ouivndo. Estarei em BH no show e depois em POA e depois em SP... beijus


Setembro de 2011

1 - Dias antes do show em Jerusalém, Roberto Carlos fez uma revelação ao seu empresário Dody Sirena, em um almoço regado a vinho. “Outra Vez”, uma de suas canções mais famosas, criada em 1977, foi inspirada num grande gênio da voz: Frank Sinatra. Roberto contou que, durante um jantar em Los Angeles, do qual ele participou nos anos 70, Sinatra comentou à mesa sua paixão pela atriz Ava Gardner com esta frase: “Foi o melhor dos meus erros, e o maior dos enganos”. Roberto aproveitou a ideia e a transformou no verso: “Você foi... o melhor dos meus erros (...), o melhor dos meus planos e o maior dos enganos que eu pude fazer”.

2 - A viagem de Roberto Carlos a Jerusalém pode ir para o cinema. Segundo a coluna da jornalista Mônica Bergamo, da Folha de São Paulo, as imagens do Rei e de seu show na Terra Santa foram feitas para um DVD, mas devem ser adaptadas para a telona.
O filme, por conta de todo a mística que gira em torno da cidade, estrearia próximo ao Natal, em 3D. Em um primeiro momento, o longa seria lançado apenas em DVD, mas segundo o empresário do Rei, Dody Sirena, o filme pode tomar proporções bem maiores.
"Pensávamos em fazer um filme para sessão exclusiva a uma plateia de convidados. Mas estamos sendo pressionados para exibir o filme no cinema, com bilheteria aberta ao público", disse o empresário.

3- Em 21 de Setembro de 2006, por ocasião do Dia Internacional da Paz, Kofi Annan afirmou: Há vinte e cinco anos, a Assembleia Geral [da ONU] proclamou o Dia Internacional da Paz como um dia de cessar-fogo e de não violência em todo o mundo. Desde então a ONU tem celebrado este dia, cuja finalidade não é apenas que as pessoas pensem na paz, mas sim que façam também algo a favor da paz.

No âmbito do Dia Internacional da Paz, a MOVPAZ PIRACICABA, Movimento Internacional pela Paz e Não-Violência, promove com o apoio institucional da UNESCO, autoridades e instituições piracicabanas, a VI Semana de Cultura de Paz entre os dias 19 e 25 de setembro, contando com a participação de mais de 80 escolas da rede pública de Piracicaba que estão realizando atividades de Educação pela Paz.
Como não podia deixar de ser, a Escola Municipal Professora Olívia Caprânico, de Piracicaba-SP, irá fazer-se representar pelo Projeto Roberto Carlos – O Mensageiro da Paz, idealizado pela Professora Rosemeire Barbosa. Um Projeto que já tinha saído dos muros escolares no ano passado com o Show-homenagem a Roberto Carlos e que agora transpõe os limites do bairro participando em tão importante evento pela Paz no Mundo.

4 – Adilson Teixeira Câmara no seu Tributo a Roberto Carlos: Um prazer: ouvir sua arte; uma honra: falar do artista. Perito com méritos...um mito! Perde a rainha pra Deus. Ganha na saudade, a lembrança. No símbolo da coroa, a esperança. Na compreensão, a coroação da sua fé.
Razão pra dizer o que sei, não isento-me a falar do Rei. Argumentos com talento no amor, preces a Deus com louvor.
Belas canções repletas de emoções. Sua Majestade vai cantando orações. Sem barreiras na tempestade. Melodias vão rompendo fronteiras. Dias frios e noites quentes, clima de estações conturbadas, varando madrugadas.
É ele. O Rei. Nas suas canções envolve corações perdidos na ilusão. Remove emoções esquecidas nas fendas da erosão do amor! É um cara de fé! Um homem de Deus! Disso eu estou certo...é o grande Roberto!!!
Carlos Alberto Alves

Sobre o autor

Carlos Alberto Alves - Jornalista há mais de 50 anos com crónicas e reportagens na comunicação social desportiva e generalista. Redator do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Colabora semanalmente no programa Rádio Face, da Rádio Ratel, dos Açores. Leia Mais sobre o autor...

Sem comentários:

Enviar um comentário

COPIE O SEU EMOTICON E COLE NOS COMENTÁRIOS


👍😀😁😄😇😉😊😋😌😍😎😏😐😕😘😛😞😤😥😧😩😭😮😰😴🐞🐢👄💗💙👻👽🎃🎄🎅🎂🍺🍻🍹🍷

VARIAÇÕES EM A DISTÂNCIA (PARTE 1 DE 2)

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES - Clique para ver o perfil