ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

11 de setembro de 2018

Lançamento do livro SUA EXCELÊNCIA, DE CORPO PRESENTE de Pepetela | Camões/CCP Luanda 18/09


Numa Parceria com a Leya/Texto Editores, no dia 18 de Setembro de 2018 (3ª feira) pelas 18H30, no CAMÕES/CENTRO  CULTURAL PORTUGUÊS (Av. de Portugal nº50), será lançado o Romance mais recente de PEPETELA “SUA EXCELÊNCIA, DE CORPO PRESENTE”

SOBRE A OBRA

Com a mestria que lhe é  própria,  PEPETELA, nome  maior da literatura angolana e de língua portuguesa, volta a surpreender, no estilo, na forma e na substância, com o seu mais recente  romance “SUA EXCLÊNCIA, DE CORPO PRESENTE”. Com a lâmina acutilante e afiada da sua apurada ironia, recorta, de forma sarcástica e implacável, realidades, não raras vezes, a raiar a  caricatura e  o ridículo.  Com a perspicácia de observador atento e  profundo conhecedor da história e do mundo que o rodeia, particularmente do continente africano, que o viu nascer, PEPETELA regressa  com toda sua força,  talento e  sensibilidade, próprios do grande criador que é.   PEPETELA regressa, reafirmando a sua visão comprometida da escrita e o seu profundo   humanismo.

A história desenrola-se, num tempo recente,  num  local indeterminado de um qualquer país  africano. Do  protagonista e narrador, não  se conhece o nome. Apenas se sabe que foi  presidente  de um país africano e que teve morte súbita, atingido por uma “maldita doença que apanhou a todos desprevenidos”. O insólito  começa no primeiro parágrafo, com a declaração do narrador: “Estou  morto”.

“Num enorme salão deitado num caixão jaz um ditador africano. Está morto, mas vê, ouve e pensa. Assim estirado, aprisionado num corpo sem vida, mas na posse das suas faculdades intelectuais, só lhe resta entreter-se a  recordar as peripécias vividas com muitos dos que lhe vieram dizer adeus, entre os quais os familiares mais próximos, designadamente a primeira dama, as outras mulheres e namoradas e os numerosos filhos, que ao todo ocupavam 42 lugares no velório. Vieram também as altas figuras do Estado.

Ao relembrar a sua vida, o percurso que o levou a presidente e os muitos anos como Chefe de Estado, vai  revelando os meandros do poder político, o nepotismo que o corrói e os vários abusos permitidos a quem o detém. Como percebe tudo o que se passa à sua volta, e é muito difícil a um ditador deixar de o ser, Sua Excelência, não só vai tecendo considerações sobre os presentes e os seus interesses  políticos, como tenta adivinhar os seus pensamentos e maquinações. Pois, mesmo morto, não deixará a sua sucessão em mãos alheias e nela tentará  imiscuir-se através do seu espião-de-um-olho-só, que lhe é tão fiel na morte como foi durante a vida.

Uma crítica mordaz ao abuso de poder e aos sistemas totalitários, disfarçados de  democracia, escrita com um sentido de humor inteligente. Qualquer semelhança com a realidade é pura coincidência”.

PEPETELA volta a surpreender com um final imprevisto, improvável, desconcertante e metafórico, carregado de sentido e de sentidos , que fica para desvendar com a leitura do romance SUA EXCELÊNCIA, DE CORPO PRESENTE.     
SOBRE O AUTOR

PEPETELA (Artur Carlos Maurício Pestana dos Santos) nasceu  em Benguela, em 1941. Licenciou-se em Sociologia, em Argel, durante o exílio. Foi guerrilheiro do MPLA, político e governante. Foi Professor da Universidade Agostinho Neto, em Luanda. Tem sido Dirigente de Associações, com destaque para a União dos Escritores Angolanos  e Associação Cultural e Recreativa Chá de Caxinde. Recebeu o Prémio Camões 1997, confirmando o  lugar de destaque que ocupa na literatura lusófona.


Obras publicadas

1972: “As Aventuras de Ngunda” (novela)
1978: “Muana Puó” (romance)
1980: Myombe (romance) – Prémio Nacional de Literatura
1985: “O Cão e os Caluandas” (romance)
1985: “Yaka” (romance)
1990: “ Lueji, o Nascimento de um Império” (romance)
1992: “Geração da Utopia” (romance)
1995: “O Desejo de Kianda” (romance
1996: “Parábola do Cágado Velho” (romance)
1997: A Gloriosa Família” (romance)
2000: “A Montanha da Água Lilás” (fábula)
2001: “Jaime Bunda, Agente Secreto” (romance)
2003: “Jaime Bunda e a Morte do Americano” (romance)
2005: “Predadores” (romance)
2007: “O Terrorista de Berkeley, Califórnia” (novela)
2008 “O Quase Fim do Mundo” (romance)
2009: “O Planalto e a Estepe” (romance)
2011: “A Sul o Sombreiro” (romance)
2013: “O Tímido e as Mulheres” (romance)
2015: “Crónicas Maldispostas” (crónicas)
2016: “ Se o Passado não Tivesse Asas” (romance)
2018: “Sua Excelência, de Corpo Presente”
Armindo Guimarães

Sobre o autor

Armindo Guimarães - Doutorado em Robertologia Aplicada e Ciências Afins e Escriva das coisas da Vida e da Alma. Administrador, Editor e Redator do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre o autor...

Sem comentários:

Enviar um comentário

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES
clique na imagem para ver os perfis