ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

14 de março de 2018

IPÊ reinicia projeto na região do Sistema Cantareira


IPÊ reinicia projeto na região do Sistema Cantareira que prevê colaborar com a segurança hídrica dos reservatórios que abastecem São Paulo e Campinas

2º “Semeando Água” amplia ações para recuperar serviços ecossistêmicos por meio do manejo adequado das pastagens e da conservação e restauração florestal na margem de nascentes e rios

Março de 2018 - O IPÊ - Instituto de Pesquisas Ecológicas traz de volta o projeto "Semeando Água", patrocinado pela Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental, que durante dois anos trabalhará com foco na ampliação das práticas de manejo ecológico das pastagens e de restauração florestal em oito municípios do Sistema Cantareira.

Com metodologias que envolvem extensão rural, educação ambiental e comunicação, o projeto vai colaborar com a recuperação dos corpos hídricos, buscando, assim, garantir a capacidade de abastecimento dos reservatórios responsáveis por fornecer água para a região metropolitana de São Paulo e Campinas.

Entre os munícipios participantes estão Mairiporã, Nazaré Paulista, Joanopólis, Piracaia, Bragança Paulista e Itapeva, pertencentes ao Estado de São Paulo, e Extrema e Camanducaia, pertecentes ao Estado de Minas Gerais. Os municípios foram escolhidos de forma estratégica por fazerem parte de uma importante área produtora de água com potencial de abastecer diariamente cerca de 12 milhões.

A equipe do Semeando Água, composta por 13 profissionais de diversas áreas, trabalhará de forma integrada para implantar soluções para desafios como o uso ineficiente da água pelos consumidores, além da falta de vegetação nas Áreas de Preservação Permanente (APPs) e o uso inadequado do solo desta região produtora de água. Para se ter uma ideia, segundo levantamento do IPÊ, nestes municípios, 60% das APPs são usadas para pasto ou plantio de eucalipto, o que acarreta um déficit de 35 milhões de árvores na região.

Nesse sentido, para 2018 e 2019 estão previstos: a implantação de mais 20 hectares com pastoreio rotacional Voisin; a restauração florestal de 10 hectares de APPs hídricas, além de cursos de capacitação, assessoria à projetos socioambientais em escolas e novas campanhas de conscientização.

Como uma das primeiras ações dessa fase o projeto irá participar do 8º Fórum Mundial da Água como um dos expositores e também em debates e mesas temáticas onde pesquisadores envolvidos diretamente nas ações darão mais detalhes sobre o ¨Semeando Água¨. O fórum, considerado um dos congressos ambientais mais importantes do mundo, irá acontecer de 18 a 23 de março de 2018, em Brasília, DF.

Sobre o IPÊ

O IPÊ - Instituto de Pesquisas Ecológicas é uma organização brasileira sem fins lucrativos que trabalha pela conservação da biodiversidade do país, por meio de ciência, educação e negóciossustentáveis.

Fundado em 1992, tem sua sede em Nazaré Paulista (São Paulo), onde também fica o seu centro de ensino, a ESCAS - Escola Superior de Conservação Ambiental e Sustentabilidade. As atividadesde educação ambiental e iniciativas conservacionistas alcançam cerca de 10 mil pessoas por ano e são baseadas no Modelo IPÊ de Conservação, criado e implementado pelo Instituto ao longo de mais de 20 anos de atuação socioambiental.
O Instituto está presente na Mata Atlântica, na Amazônia, no Pantanal e no Cerrado, com cerca de 30 projetos, que incluem pesquisa científica de espécies,educação ambiental e envolvimento comunitário, além de intervenções em paisagens e apoio à construção de políticas públicas socioambientais. Saiba mais: www.ipe.org.br
Alda Jesus

Sobre a autora

Alda Jesus - Doutorada em Robertologia Aplica e Ciências Afins. Redatora do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre a autora...

Sem comentários:

Enviar um comentário

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES
clique na imagem para ver os perfis