ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

11/16/2014

Coisa bonita







Por: Armindo Guimarães
Diplomado em Robertologia Aplicada e Ciências Afins
Facebook
https://www.facebook.com/armindo.guimaraes



Já disse que a nós, fãs incondicionais do Roberto Carlos, sempre acontece isto ou aquilo que guardamos no peito com um misto de amor, humor, amizade e saudade.
Ontem, aconteceu-me um episódio pitoresco (a juntar a tantos outros), que gostaria de partilhar com os meus amigos membros do Portal Clube do Rei.

Foi durante a hora do almoço. Estava a tomar um cafezinho ao balcão do bar do clube que costumo frequentar, e reparei que ao lado de uma aparelhagem áudio, estava apenas um CD. Adivinhem de quem!? Isso mesmo, do nosso Roberto Carlos!!! Admirado e, é claro, entusiasmado, logo pedi ao funcionário do bar para pôr o CD no aparelho, o que fez de imediato.

Ao balcão do bar, entre outras pessoas, estava uma senhora de cerca de trinta e tal anos de idade, que me interpelou: - Você gosta do Roberto Carlos?

- Não gosto, adoro! - respondi, ao mesmo tempo que perguntei se ela também gostava.

- Para lhe falar verdade, não gosto, pois as canções dele são de “dor de cotovelo”.

Parafraseando o Rei, “não preciso nem dizer” como fiquei ressentido. Semelhante afirmação teria de ter uma boa resposta. E ela surgiu-me de repente. Com efeito, reparei que a senhora era gordinha, e, então, falando baixinho para que apenas ela pudesse ouvir, reagi nos seguintes termos:

 - Peço-lhe desculpa pela pergunta que lhe vou fazer. Pode até parecer-lhe que não vem a propósito do Roberto Carlos, mas verificará, depois, o contrário. A senhora gosta de ser gorducha?

Hesitou na resposta, mas, com um sorriso envergonhado e tristonho, confessou-me que a minha pergunta tinha tocado no único complexo que tinha e que, por isso, estava envergonhada. Respondi-lhe que não tinha que se envergonhar pelo seu aspecto físico, pois tudo é relativo, e que gordura também é sinónimo de formosura. Desta vez, foram os olhos da senhora que, radiantes, sorriram, pois os seus lábios ocuparam-se a perguntar:

- E o que é que este assunto tem a ver com o Roberto Carlos?

Foi o meu golpe final, pois fiz-lhe ver que o RC não é o que ela pensa. A sua obra (e que obra!), é multifacetada. Tanto canta o amor (sublime!), como a religião, a ecologia, a amizade, a alegria, a tristeza, o passado, o presente, o futuro e, obviamente e a propósito, o ser humano em tudo aquilo que tem de bom e menos bom.

Para fechar o bate-papo, e fazer jus à minha retórica, pedi ao funcionário para procurar no CD, a música Coisa Bonita. Dediquei a canção à senhora que a ouviu, não com dor de cotovelo, mas com alegria no peito, pois notei-lhe uma lágrima nos olhos. E, para que ela não notasse que eu tinha notado a sua reacção, despedi-me antes do Rei acabar a sua coisa bonita. Já não estava ali a fazer mais nada, pois já tinha cumprido o meu dever como verdadeiro fã do Rei.

- Adeus! Até um dia. Foi um prazer! – disse, afastando-me.

A senhora chamou-me, emocionada, pois queria que lhe falasse mais do Roberto Carlos. Abri a minha pasta e mostrei-lhe um livro da Editora Saber – São Paulo, que sempre me acompanha Roberto Carlos – Todas suas canções. Desfolhou-o sofregamente, pedindo que lho emprestasse. Não o emprestei, pois, embora não goste de fanatismos seja no que for, para mim, o livro é a minha bíblia do Rei. Por isso, prometi oferecer-lhe uma fotocópia.

Conclusão: nas 2 horas que estive no bar do meu clube, creio que o que aconteceu foi uma coisa bonita e que o meu/nosso RC ganhou mais uma fã incondicional.

Ah! Esqueci-me de dizer que o bar onde decorreu este episódio, é do meu clube mágico. Por isso, pergunto-me se a coisa bonita que, no final, ali aconteceu, se deveu a um meu oportuno e feliz passe de magia ou apenas à atmosfera mágica que por lá circula.

Matéria publicada em 25-11-2004 no Portal Clube do Rei

COMENTÁRIOS

MAPAZEPE escreveu em 29/5/2008
É interessante como o Armindo conta os episódios que acontecem em sua vida de fã do RC, de uma forma simplória, objetiva, mas que transmite sempre uma realidade por ele vivida e que nos mostra sem preconceitos, sem vergonha e sem temores. Ele usa um aspecto de seriedade, mas que no fundo, no seu ego, é sempre um eterno brincalhão que gosta muito de dar gargalhadas gostosas. Seus textos sempre nos trazem uma mensagem de vida e isso prende o leitor e deixa-o mais curioso de saber mais sobre a vida desse grande fã do Roberto. Como ser iluminado que é o nosso amigo Armindo, consegue com facilidade através do seu poder de persuasão, que alguém como essa senhora possa mudar de idéia e passar a ser adepta do Rei em pouco tempo de contato com esse menino mágico,simpático, inteligente e carismático. Excelente matéria. Adorei! PARABÉNS!

AZUL41 escreveu em 15/5/2007
Que coisa bonita Armindo, se não existisses tinhas que ser inventado. Te acontece cada uma, melhor que outra, mas tenho certeza que todos gostamos de saber estas tuas aventuras e desventuras (entre aspas ) do Rei.

PILATTIS escreveu em 27/3/2006
Lindo!

DERBSONFROTA escreveu em 15/11/2005
Gostei da matéria. Você é uma brasa, mora!

TINAGASPAR escreveu em 20/7/2005
Que coisa bonita, feita por uma bonita pessoa, por ti, Armindo. Adorei!

MARIARIBEIRO escreveu em 16/3/2005
É um privilégio ter como membro do portal o Armindo pois só uma pessoa de fé consegue mudar a opinião de outrem. Parabéns e muito obrigado elo nosso RC.

REIBETO escreveu em 20/1/2005
Meu amigo Armindo, só agora tive o prazer de ler o seu relato "Coisa Bonita" e mais uma vez tive a certeza de não estar errada no meu conceito sobre a pessoa que tu és. Pelo que tenho lido, não só eu como outros membros, tm a mesma opinião.

NRC escreveu em 29/12/2004
Armindo, parabéns! Isto é que é ser fã! Adorei sua postura, sua firmeza e suas colocações diante daquela senhora em relação ao nosso querido Rei Roberto Carlos. Tenho plena certeza que o nosso Rei ganhou mais uma fã. Beijos mil a todos!

ROLAU escreveu em 3/12/2004
Nossa, amigo! Você fez a senhora e também a mim se emocionar. Parabéns. Precisamos de pessoas assim para levantar o nome deste cara humilde, romântico e inteligente que é o nosso rei.

STAVA escreveu em 1/12/2004
Parabéns Armindo. A sua atitude foi de quem realmente merece fazer parte do fã clube do Rei.

ROSANGELA escreveu em 27/11/2004
Nossa! Você me deixou emocionada! Com certeza você cumpriu direitinho o seu dever como verdadeiro fã do nosso querido Rei Roberto Carlos. Parabéns!

MARLOSRIBEIRO escreveu em 26/11/2004 
Grande Armindo! Graças a fãs como você, o nosso rei não perde nunca a majestade! Cada vez mais o nosso Roberto é multinacional.

SÚDITO escreveu em 26/11/2004
Muito legal seu relato, Armindo. Continue mostrando aos que criticam sem conhecer a obra de RC o quanto ele merece o reconhecimento que tem.

GRACIELA escreveu em 26/11/2004
Parabéns meu amigo por partilhar connosco o seu episódio engraçado! Você é um génio como já falei! E uma pessoa especial, como todos os fãs do nosso querido Rei. E a gordinha, não ficou namorada de você?

FABIANO escreveu em 25/11/2004 
Excelente! Obrigado por compartilhar connosco. Continue assim.

MARKO escreveu em 25/11/2004
Parabéns pelo artigo, Armindo. São artigos como esse que fazem do Portal o que ele é hoje em dia, a diferença dos demais, autêntico, fiel aos seus fãs, amplo e dinâmico.

HELINHO escreveu em 25/11/2004
Mais um bom artigo bem-humorado, gostoso de ler.

MANACAROL escreveu em 25/11/2004
Valeu mano Armindo! E com o toda sua veia humorística, mandou super bem neste artigo e divertiu a galera.
Armindo Guimarães

Sobre o autor

Armindo Guimarães - Doutorado em Robertologia Aplicada e Ciências Afins e Escriva das coisas da Vida e da Alma. Administrador, Editor e Redator do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre o autor...

Sem comentários:

Enviar um comentário

HOMENAGEM A ROBERTO LEAL

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES - Clique para ver o perfil