ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

5/14/2011

Não esquecer Frank Sinatra





Por: Carlos Alberto Alves
Portal Splish Splash


Frank Sinatra foi, também, um dos meus preferidos. Hoje, e sempre que tenho oportunidade, ouço uma das suas canções que mais gosto, New York, New Yorq, talvez pelo facto de ter visitado NY por três vezes e lá ter, jornalisticamente falando, realizado excelentes trabalhos de pesquisa, por exemplo, na passagem (pelo exterior) pela cadeira eléctrica, pela bolsa, pelo edifício das Nações Unidas, para apenas citar estes trajectos. Foram muitas as emoções passadas numa das maiores cidades do mundo.


Na última viagem a NY para cobrir a célebre maratona da cidade, finalmente tive oportunidade de visitar Atlantic City, a cidade dos casinos. E que casinos. Que luxo, que movimento nas salas de jogo. Um casino que mais frequentei em dois dias, foi o Balls, tendo inclusivamente assistido a um show de um indivíduo que imitou vários artistas, um deles o nosso Rei Roberto Carlos.

Fiz questão de, entre outros, visitar o casino dos artistas. Grandes fotos de muitos conhecidos da sétima arte e de cantores de renome. À entrada, lá se encontrava uma interessante foto de Frank Sinatra. Não fugi à tentação de tirar uma foto junto da mesma. E, para espanto dos amigos que estavam comigo, comecei a cantarolar New York, New York. Não sei se o Sinatra ficou assustado. Penso que não, porque a foto ficou direitinha no mesmo lugar e o Frank Sinatra manteve o mesmo sorriso, quem sabe de quem gostou do “novo artista” que cantou uma das suas célebres canções.



Sem comentários:

Enviar um comentário

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES - Clique para ver o perfil