ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

5 de março de 2011

Roberto Carlos ao Raio X






Por: Carlos Alberto Alves
jornalistaalves@hotmail.com
Portal Splish Splash


Nesta quadra do Rei Momo, também gosto de sambar com as teclas do computador. Vou mexendo com os dedos sincronizadamente e, também, idem na sincronia, batendo com os pés, tudo isto no curtir de uma “sambada” do Zeca Pagodinho, mas sem cerveja, porque, quando se trabalha, nada de ingerir essa bebida. Até que uma cervejinha não é muito prejudicial. Pois então que venha uma para entrarmos no raio do X. Não é xixi, não. Raio X, isso sim, mas ao King Roberto Carlos que, à hora que alinhavamos este artigo (22H15, hora de Brasília, dia 1 de Março), deverá a curtir algo de bom. Afinal, para o King tudo é fantástico, mas nada tem a ver com o Fantástico da Globo.


Este Raio X, começo por esclarecer os nossos visitantes-leitores, não é completo. Apenas uma das partes mais sensíveis do King Roberto Carlos que eu, pessoalmente, não conhecia. Sabia, entre outras coisas, que ele adora sexo, mas com amor, e que, também, aos 70 anos de idade (falta pouco para atingir esta bonita idade), não precisa de usar Viagra ou algum similar. O que mais lhe afecta, por aquilo que ele próprio revelou, é a calvície. E é por aqui que se inicia o Raio X. Ó King, calma, que ainda tens muito cabelo, forte, forte, que até se assemelha a um tal de Sansão. O problema, King, é que andam muitas Dalilas atrás de ti e, por enquanto, nada de aconchegos para ficar. Há ficar e... ficantes. Mas, em mais uma passagem ao Raio X, dizes que (sic) “o amor está chegando”.

Da passagem pela colectiva realizada a bordo do Costa Serena, o (meu) Raio X detectou que, ao invés do que muitos pensam, ao cabo aqueles que não te conhecem de perto, como foi o meu caso pessoal, és uma pessoa com aquilatável espírito de humor e daí se concluir que sabes contornar as situações quando, por exemplo, não são do teu inteiro agrado, como aquela de um portuga que te questionou sobre a tournée a Portugal, “desviada” para a Terra Santa. Começaste logo pelo “ora, pois, pois” e, com duas curtas pinceladas, a resposta de que seria no próximo ano, até porque, segundo a confissão (Deus ouviu), gostas muito de Portugal. Eu não duvido, mas a última visita foi em 2006. Ó Roberto, os portugueses te veneram, não esqueças este importante pormenor. Se falhares em 2012, temos a turma toda a reclamar. E sabes quem comandará essa onda (não sei de quantos quilómetros) de protestos? Esse cara chamado Armindo Guimarães, o carago do Porto, administrador do Splish Splash, que te adora, é verdade, mas não consegue digerir essa tua mutação de rota. Ele sempre acreditou que este ano de 2011 seria o de Portugal e, para o efeito, já estava a preparar cartazes para a tua vinda.

E que mais regista o relatório do Raio X? Cordas vocais óptimas e condição física agradável para sambares ao som da Beija-Flor, para mais que não fumas. Não foi preciso ir mais abaixo, porque todos sabem que ainda continuas a trabalhar bem com “éfe”, mas, repetindo, só com amor. De resto, o relatório conclui que, de quando em vez, tens necessidade de uma fugidinha. Mas nada de abusos, tem que ser mesmo de pura rotina. Mas, Roberto, todo o cuidado é pouco. Sabes que é assim. Afinal, ninguém te ensina nada, já sabes tudo de “cor e salteado”.

Agora pergunta-se: já alguma vez tinhas ido ao Raio X de um jornalista? Ora, pois, pois...
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook | Pode optar por Comentar via Facebook clicando aqui.

Sem comentários:

Enviar um comentário

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES
clique para ver o perfil