ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

2/10/2011

Com o King não há impossíveis




 

Carlos Alberto Alves
jornalistaalves@hotmail.com
Portal Splish Splash


A cada dia, a cada momento, no nosso Portal Splish Splash (já será efeitos da presença da mascote?) somos surpreendidos com agradáveis notícias no que concerne a iniciativas do King Roberto Carlos. Quando fazia crónicas de futebol (afinal, o que eu não fiz, jornalisticamente falando?), normalmente aplicava esta frase: o futebol é uma negação do impossível. Ora, analisando bem, e constituindo um paralelismo para outra situação (que nada tem a ver com pontapés na bola), atrevo-me a dizer que, também, para o King Roberto Carlos não existem impossíveis. Vem isto a talho de foice pelo facto de agora ter sido concretizada uma ideia (a tal que parecia impossível) no que concerne a um cruzeiro marítimo comandado por Roberto Carlos, desta feita muito mais longe, ou seja, para Jerusalém, a Terra Santa, graças ao empenho e sabedoria (quem sabe, sabe) do empresário Dody Sirena que lá conseguiu concretizar por via de muitas negociações e acertos. E o mais interessante de tudo isto é que a viagem foi marcada para o feriado do Corpus Christi. Tudo ao pormenor nesse sentido, tendo em conta a própria história de Jerusalém, um dos pontos turísticos mais apetecidos, exactamente por essa ligação ao Cristo-Rei.


Quando fiz a comparação dos impossíveis, que continuo a dizer não existir na empresa do King Roberto Carlos, óbvio que me refiro a toda a sua máquina organizativa. Já se falou do empresário, mas há os outros figurantes da forte rectaguarda (coloco aqui a Assessoria de Imprensa), passando, inclusive, e porque o “show” faz parte do cruzeiro, o maestro Eduardo Lages e os seus brilhantes músicos. Ao cabo, o todo da organização do King Roberto Carlos a funcionar para mais um êxito absoluto. É que, felizmente, por todas as provas dadas (e mais virão no futuro), a empresa de Roberto Carlos não vende “gato por lebre”. Tudo é feito ao pormenor e com aquela lisura que lhe é por demais reconhecida.

Jerusalém, o King já se prepara para esta viagem que ficará a perpetuar no seu longo historial de cantor e de homem humano e de grande fé. É com esta acrisolada fé, que Roberto Carlos estará na Terra Santa.

1 comentário:

  1. Olá Carlos Alberto!

    Bravo!!!

    Amei sua crônica, você falou e disse!

    Um abraço,
    Carmen Augusta

    ResponderEliminar

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES - Clique para ver o perfil