ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

9/06/2010

Dois “monstros” da canção




Por Carlos Alberto Alves
Email: jornalistaalves@hotmail

Fotomontagem SplishSplashBlog


Um dia antes das comemorações que assinalam a Independência do Brasil, que ocorre sempre em cada sete de Setembro, decidi escrever sobre estes dois “monstros” da canção, Marco Paulo e Roberto Carlos. Se admirava Marco Paulo, essa mesma admiração aumentou gradualmente ao tomar conhecimento que ele canta Roberto Carlos. E será que Roberto Carlos canta Marco Paulo? De facto, gostaria de ouvir o king cantar EU TENHO DOIS AMORES, para mim uma das melhores do reportório do conhecido (e reconhecido) cançonetista português que, há muitos anos atrás, apertei a mão na cidade de Angra do Heroísmo (Açores), quando lá se deslocou para realizar espectáculos, de grande sucesso e com casas literalmente cheias, o que, aliás, já era de esperar. Tal como o king, também Marco Paulo tem muitos fãs espalhados por Portugal e junto das comunidades portuguesas espalhadas pelos quatro cantos do mundo.

Se o king passou fases difíceis com as mortes de Maria Rita e de Lady Laura (esta muito recentemente, como se sabe), Marco Paulo, por seu turno, enfrentou uma doença grave, tendo inclusive perdido, em parte, a voz. E lembro-me que muitos fãs oraram por Marco Paulo, optando mesmo, nesse sentido, por promessas feitas no Santuário de Fátima, que bem conheço pelo facto de Nossa Senhora de Fátima ser minha madrinha do baptismo (nasci a 13 de Outubro) daí, também, a minha acrisolada fé em relação aos que padecem, pedindo por eles à Virgem. Fi-lo naturalmente, e na ocasião, por Marco Paulo que, felizmente, acabou por debelar essa doença que muito o atormentou. Chegou-se a pensar no adeus de Marco Paulo ao que ele mais gosta de fazer: cantar e cantar!

Para além de vozes que encantam, Marco Paulo e Roberto Carlos têm algumas coisas em comum, como, por exemplo, o fascínio pelo mar. Roberto Carlos com o iate Lady Laura e Marco Paulo com o seu barco de recreio (bonito, por sinal) que o transporta muitas vezes para o lazer na companhia de seu afilhado, que muito ama e que, ao que dizem, será o seu herdeiro no futuro. Uma coisa foi sempre bem visível: Marco Paulo tem uma enorme ternura pelo “seu menino”.

Nesta sequência de quem canta Roberto Carlos, fiquei imensamente radiante pela presença de Marco Paulo neste denominado “livro de honra”. Só canta Roberto Carlos quem tem condições de o fazer. E Marco Paulo não deixou os seus créditos por vozes alheias. Cantou e continua a cantar a preceito algumas melodias de Roberto Carlos.

Marco Paulo em Amor sem limite:

------------------------
Matéria gentilmente enviada pelo autor, amigo do Splish Splash.

Sem comentários:

Enviar um comentário

GALERIA DA LUSOFONIA

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES - Clique para ver o perfil