Bandida - Vídeo d'A Canção da Bandida Bandida, projecto de Marta Dias & Carlos Barreto Xavier


Raivas, dores, doçuras e contradições numa voz que junta ao fado, e ao jazz, a garra do timbre mestiço para afirmar o ser mulher. Marta Dias e Carlos Barreto Xavier criaram doze canções em Português feitas para cantar com ternura, atrevimento e ousadia. Ah, Bandida

Com o primeiro single “A Canção da Bandida” já a rodar na rádio e já disponível em todas as plataformas digitais (Apple Music, Spotify, iTunes, Google Play/YouTube, Amazon, Pandora, Deezer, Tidal, Napster, iHeartRadio, ClaroMusica, Saavn, MediaNet).

Pode encontrar o álbum numa loja perto de si!

As doze canções são fruto da parceria entre Marta Dias e Carlos Barreto Xavier e nasceu da composição, “Esse Meu Amor”, que integrou o “Best Of” da cantora.

Para acompanhar a voz de Marta Dias e o piano de Carlos Barreto Xavier, Bandida conta com a cumplicidade de Ruca Rebordão, nas percussões e de Yuri Daniel (baixo elétrico) cujo percurso musical é bem conhecido de todos e que acompanha Jan Garbarek em concerto, e Pedro Zagalo (Hammond).

Marta Dias & Carlos Barreto Xavier - Canção da Bandida

Ficha Técnica do vídeo:

Música: Marta Dias e Carlos Barreto Xavier
Letra: Marta Dias
Produção musical : Carlos Barreto Xavier
Voz: Marta Dias
Piano: Carlos Barreto Xavier
Baixo eléctrico: Yuri Daniel
Percussão: Ruca Rebordão
Hammond: Pedro Zagalo
Gravação e misturas: Joaquim Monte / Namouche Estúdio
Agenciamento e Management: Ghude Unipessoal
Edição: Big Bit Música
Vídeo
Direção e Realização: Blue Moon Visuals
Produção: Big Bit Vídeo
Direção de produção: Big Bit Vídeo
Direção de fotografia: Kryz Varela
Operador de Steadycam: Peter Moutinho
Iluminação: Blue Moon Visuals
Styling: Dino Alves
Hairstyling: Paulo Vieira
Maquilhagem: Frederico Simão
Direção de Movimento: Fernando Duarte
Edição e Colorização: Blue Moon Visuals

Agradecimento especial à APCC e ao Hotel Convento Salvador


Marta Dias, alia elementos urbanos, contemporâneos e telúricos, saberes e sabedorias, intuições bem pensadas, sensualidade em equilíbrio com contenção. YUE, é o seu álbum de estreia em 1997 de onde se destaca o single “Gritar”. Ao segundo disco encontrava-se AQUI (1999), mas já projetava pontes improváveis de “Ossobó” a “Quase Fado”. Foi com o fado que Marta Dias correu mais mundo, cedendo-lhe o timbre mestiço e o jeito jazzy que guardou da escola do Hot Club de Portugal.


Carlos Barreto Xavier nasceu em Goa, Índia. Compositor, teclista e produtor musical, tem uma vasta obra editada e desenvolve intensa atividade artística (Anjos, António Chainho, Delfins, Hands on Aproach, João da Ilha, Jorge Roque, Katia Guerreiro, Marta Dias, Radiophone, Ritual Tejo, Santos e Pecadores e Passione). Desenvolve trabalho solidário e investiga as relações entre a música e a educação no ensino básico, tal como a inclusão social pelas artes.


Bandida / Alinhamento
Marta Dias e Carlos Barreto Xavier

➤A canção da bandida (Letra: Marta Dias/Música: Marta Dias e Carlos B. Xavier) 
➤Esse meu amor (Letra: Marta Dias/Música: Carlos B. Xavier)
➤O lugar do amor (Letra: Marta Dias/Música: Marta Dias e Carlos B. Xavier)
➤Lamento da princesa errante (Letra: Marta Dias/Música: Marta Dias e Carlos B. Xavier)
➤Não sei que seja (Letra: Marta Dias/Música: Marta Dias e Carlos B. Xavier)
➤Fado luz e sombra (Letra: Marta Dias/Música: Marta Dias e Carlos B. Xavier)
➤Cantiga da loba da noite (Letra: Marta Dias/Música: Marta Dias e Carlos B. Xavier)
➤Meu bem (Letra: Marta Dias/Música: Marta Dias e Carlos B. Xavier)
➤Talvez amar (Letra: Marta Dias/Música: Carlos B. Xavier)
➤À porta (Letra: Marta Dias/Música: Marta Dias e Carlos B. Xavier)
➤Amor é fogo que arde sem se ver (Letra: Luís Vaz de Camões/Música: Marta Dias e Carlos B. Xavier)

➤Mais tarde (Letra: Marta Dias/Música: Marta Dias e Carlos B. Xavier)

Armindo Guimarães

Sobre o autor

Armindo Guimarães - Doutorado em Robertologia Aplicada e Ciências Afins e Escriva das coisas da Vida e da Alma. Administrador, Editor e Redator do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre o autor...

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário