Pressca apresenta: cinco curiosidades sobre café que você não sabia


Especialista da fabricante nacional de cafeteiras portáteis lista particularidades do grão

São Paulo, 12 de Junho de 2018 - É sempre importante conhecer os alimentos que ingerimos. Quanto mais sabemos sobre os ingredientes que usamos no nosso dia a dia, mais controle temos sobre nossas escolhas de alimentação e, podemos assim, nos prover de uma nutrição mais adequada e, por que não, saborosa. É nisso que a Pressca, a primeira cafeteira portátil e sustentável fabricada no Brasil, acredita.

Assim, para ajudar os amantes de café com cada vez mais informações sobre o grão mais amado do mundo e incentivar cada vez mais o preparo da bebida, Ciro Pereira, sócio e diretor da Pressca e especialista em café, destacou cinco curiosidades interessantes sobre o cultivo e o consumo da planta.

Sabia que…?

Existem duas principais espécies de café cultivadas no mundo: a Conilon (robusta) e a Arábica. A Robusta tem 20% a mais (praticamente o dobro) de cafeína; já a Arábica é a mais consumida no mundo por permitir o preparo de uma bebida mais doce e rica em sabores.

O café como bebemos é a semente descascada, torrada e moída. Entretanto, o chá de casca de café, que originalmente tem o nome de keishr, é há séculos consumido pelos habitantes do Iêmen. Feito com os frutos secos do café, ele tem ganhado cada vez mais popularidade.

O café Arábica é o mais valorizado no mercado. Sacas de 60 kg do grão são vendidas em leilões e podem a chegar a R$ 55 mil. Esse foi o valor pelo qual foi vendida uma saca de um café produzido no Cerrado Mineiro em um leilão em 2017. Foi um dos preços mais altos já pagos em uma saca de café no mundo.

Um dos cafés mais caros e pitorescos do mundo é o Kopi Luwak, da Indonésia. Trata-se de um café feito de grãos retirados das fezes de um mamífero que se alimenta dos frutos de café. No Brasil, temos uma versão tupiniquim, feita com café extraído das fezes do jacu, uma ave muito comum nas zonas rurais do país.

O Brasil é o maior produtor de café do mundo e já é o segundo maior consumidor de café, ficando atrás somente dos Estados Unidos. Produzimos entre 42 a 50 milhões de sacas de 60 kg de café por ano.

Como encontrar?
O site www.pressca.com.br  indica e-commerces parceiros e aponta endereços de lojas físicas por região.  A Pressca custa aproximadamente R$ 130,00.

Sobre a Pressca
A Pressca é uma cafeteira portátil com tecnologia e produção nacional. Com sistema exclusivo de infusão e extração, ela permite elaborar um café (ou chá) fresco em alguns minutos, de maneira simples e prática. A Pressca dispensa filtro de papel e possibilita uma nova experiência em apreciação de café, com a possibilidade de variar sabores e receitas.

Foi lançada em 2016 e é vendida em aproximadamente 800 pontos de venda físicos e e-commerces no Brasil, com exportações para o Chile e República Tcheca. Em 2017, a Pressca recebeu o prêmio D. Catarina de Design.

Para adquirir o produto:
No site da Pressca é possível encontrar pontos de lojas físicas por região e e-commerces parceiros.
Alba Maria Fraga Bittencourt

Sobre a autora

Alba Bittencourt - Doutorada em Robertologia Aplicada e Ciências Afins. Redatora do Portal Splish Splash e Administradora/Redatora do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre a autora...

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário