Paraense é vencedora de batalha nacional e vai disputar título na Suíça

Mini Japa com o troféu de campeã (Fábio Piva/Red Bull Content Pool)

B-girl paraense é vencedora de batalha nacional e vai disputar título na Suíça

Mayara Colins, a b-girl Mini Japa, foi coroada campeã no Red Bull BC One durante o fim de semana em SP, após vencer dançarinas de breakdance de todo o Brasil

No último domingo (dia 10 de junho), o Red Bull BC One, evento de breakdance que celebrou danças urbanas durante o fim de semana no Centro de São Paulo, promoveu uma batalha voltada somente a b-girls. Mais de 30 garotas se inscreveram para o duelo que consagrou a paraense Mayara Colins, a Mini Japa, como a vencedora na arena montada no prédio do Red Bull Station, após derrotar a mineira Nathana Venâncio. Como prêmio, ela viajará para a Suíça em setembro, para representar o Brasil no mundial do Red Bull BC One.

Nascida e criada no bairro Terra Firme, em Belém, Mayara tem 22 anos e há mais de oito se dedica aos movimentos e acrobacias do breakdance. Atualmente, a dançarina faz parte da crew Amazon, um celeiro de talentos da dança no Norte do país, da qual também faz parte o b-boy Leony Pinheiro, que já foi tricampeão brasileiro do Red Bull BC One. "Entrei no breakdance ainda adolescente, com amigos meus que faziam teatro e me levaram para o mundo da dança. Foi meio sem querer, mas peguei gosto e fui me aperfeiçoando, diz a vencedora. ˜Ainda há muito preconceito com mulher na cena, é muito difícil um garoto aceitar uma derrota para a gente numa batalha, por exemplo. Mas aos poucos estamos provando que, mesmo com diferentes tipos físicos, somos capazes de competir de igual para igual˜, completou.

A apresentação de Mini Japa e de todas as outras b-girls foi avaliada por experientes dançarinos, como os b-boys Aranha e Pelezinho (membro do seleto grupo Red Bull BC One All Stars), e a b-girl FABGIRL, grande talento do breakdance nacional. Ela disse: "A Mini Japa está entre as melhores b-girls do país e merece muito essa vitória, pois está no seu auge e com certeza vai representar muito bem o Brasil lá fora".

Sobre o Red Bull BC One

Desde que foi criado, em 2004, o Red Bull BC One estabeleceu-se como uma das mais relevantes competições da cena de breakdance mundial, sendo palco para inúmeros dançarinos, caso dos brasileiros Pelezinho (que já disputou quatro edições do Mundial) e Neguin, único latino americano a conquistar o cinturão de campeão. O Red Bull BC One é a competição de breaking 1x1 mais importante no mundo e, a cada ano, milhares de dançarinos competem nas finais nacionais por uma vaga no campeonato mundial. O Red Bull BC One foi criado em 2004, na Suíça e, desde então, a competição anual viajou da Alemanha para o Brasil, África do Sul, França, EUA, Japão e Rússia.

Sobre o Red Bull BC One All Stars
 
O time de b-boys da Red Bull surgiu em 2010 e reúne alguns dos principais nomes da cena em atividade. São os b-boys Cico (Itália), Hong 10 (Coreia do Sul), Lil G (Venezuela), Lilou (França), Neguin (Brasil), Pelezinho (Brasil), Ronnie (EUA), Roxrite (EUA), Taisuke (Japão) e Wing (Coreia do Sul).

Site internacional: www.redbullbcone.com; www.redbull.com.br/bcone
Facebook: www.facebook.com/redbullbcone
Twitter: www.twitter.com/redbullbcone.com
Alba Maria Fraga Bittencourt

Sobre a autora

Alba Bittencourt - Doutorada em Robertologia Aplicada e Ciências Afins. Redatora do Portal Splish Splash e Administradora/Redatora do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre a autora...

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário