Projeto Memória organiza história da Unesp e a dispõe à pesquisa


Iniciativa do CEDEM data dos anos 1990

Neste ano de 2018, os Câmpus da Unesp em Rio Claro e em Assis completam 60 anos. Em Rio Claro funcionam o Instituto de Geociências e Ciências Exatas (IGCE) e o Instituto de Biociências. Em Assis, está instalada a Faculdade de Filosofia e Ciências. Também neste 2018, a Faculdade de Medicina, Câmpus de Botucatu, festeja o cinquentenário de formação de primeira turma de médicos da antiga Faculdade de Ciências Médicas e Biológicas.

Em 2017, outras unidades da Unesp comemoraram seus 60 anos. São as de São José do Rio Preto, Presidente Prudente, Araçatuba e Araraquara, onde hoje estão, respectivamente, o Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (Ibilce), Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT), Faculdade de Odontologia (FOA), e Faculdade de Ciências e Letras (FCLAr).

As narrativas da criação dessas unidades universitárias, da instituição da Unesp e sua posterior expansão são objetos de pesquisa do Projeto Memória da Universidade, em diferentes fases, realizado pelo Centro de Documentação e Memória (CEDEM) desde 1990. No âmbito deste projeto, o CEDEM realiza o Programa História Oral, voltado para coletar depoimentos de pessoas que contribuíram para a construção da Unesp. Assim, foi elaborado importante material para pesquisa sobre a interiorização do ensino superior paulista, disponível para pesquisa na sede e no site do CEDEM.

Armindo Guimarães

Sobre o autor

Armindo Guimarães - Doutorado em Robertologia Aplicada e Ciências Afins e Escriva das coisas da Vida e da Alma. Administrador, Editor e Redator do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre o autor...

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário