Número de turistas brasileiros em Portugal bate recorde em 2017


O número de turistas brasileiros que visitaram Portugal em 2017 atingiu os 869 mil, valor recorde, com uma subida de 39% face ao ano de 2016, informou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

POR LUSA

Entre os maiores mercados emissores de turistas para Portugal, o Brasil continuou na liderança de visitantes fora da Europa, à frente dos Estados Unidos, que registrou 685 mil turistas no mesmo período.

Em termos gerais, o número de turistas brasileiros em Portugal no ano de 2017 ficou atrás apenas do número de cidadãos visitantes do Reino Unido, Alemanha, Espanha e França.

No ano passado, o crescimento do fluxo de turistas brasileiros em Portugal abrangeu outras regiões do país além da capital, incluindo as ilhas, com destaque para Centro (43%), Algarve (58%) e Açores (141%).

"Os brasileiros não se limitam apenas aos grandes centros como Lisboa e Porto, mas também optaram pelo o interior e as ilhas. Não é exagero dizer que o Brasil está redescobrindo Portugal por todos os cantos", afirmou diretor do Turismo de Portugal no Brasil, Bernardo Cardoso, em comunicado.

Na mesma nota, destacou que "Portugal recebeu 20,6 milhões de turistas, 9% a mais que o ano passado, sendo 12,6 milhões de estrangeiros, o que também representa um recorde histórico".

Segundo os dados do INE, o montante obtido pelo sector de hotelaria em Portugal registrou crescimento de 16,6%, com gastos totais de turistas estimados em 3,4 mil milhões de euros (considerando também os visitantes locais).

Atualmente as receitas com turismo e viagens representam 10% do Produto Interno Bruto (PIB) do país, que cresceu no patamar de 2,7% no último ano.

In
noticiasaominuto.com/economia/958220/numero
Alba Maria Fraga Bittencourt

Sobre a autora

Alba Bittencourt - Doutorada em Robertologia Aplicada e Ciências Afins. Redatora do Portal Splish Splash e Administradora/Redatora do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre a autora...

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário