Artistas mexicanos reconhecidos se juntam à campanha para transformar a América Latina e o Caribe em um centro internacional de criatividade


BID APRESENTA CAMPANHA DA REGIÃO LARANJA E PROCURA CRIAR A MAIOR REDE DE TALENTOS CRIATIVOS
Cidade do México – Criativos e artistas mexicanos como Alberto Ruy Sanchez, Aleks Syntek, Ana Maria Olabuenaga, Eugenia Leon, Guadalupe Pineda, Yvonne Domenge, Maria Barracuda, Mario Lavista, Sandra Pani e Sara Galindo se juntaram à campanha Região Laranja que o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) promove para criar uma rede de talentos com o objetivo de transformar a América Latina e o Caribe em um centro global da criatividade.

A campanha de criatividade Região Laranja foi lançada hoje na Universidade do Centro, no marco do grande evento Idear Soluções , quase trinta inovadores do México e do resto do mundo apresentaram soluções criativas aos desafios da região.

No lançamento, um vídeo foi apresentado com depoimentos de um grande número de personalidades e artistas emergentes que se juntaram à campanha e anunciaram um site, www.regionnaranja.org, onde as partes interessadas podem se registrar e assinar virtualmente seus apoios.

O escritor Alberto Ruy Sánchez , Prêmio Nacional de Artes de 2017, disse: "Convido toda a comunidade criativa a conhecer o projeto laranja, a pensar além de nossas fronteiras, mas sobretudo para não perder essa oportunidade de tornar possível essa rede de talentos ".
Em uma conferência de imprensa, Tomás Bermúdez, Representante do BID no México; Ernesto Miranda, Diretor da Agenda Digital do Ministério da Cultura do México; Eric Descombes, Presidente da agência de publicidade FCB-México, que desenvolveu a campanha, anunciaram os resultados do Encontro Laranja que foi realizado no dia 21 de fevereiro com mais de 80 convidados, incluindo arquitetos, cantores, cineastas, chefs, escritores, desenvolvedores de software e designers, que compartilharam suas ideias sobre como construir a rede e implementar este projeto em outros países da América Latina e do Caribe.

"A revolução tecnológica está aumentando a pressão sobre os governos, empresas e instituições, como o BID, para mudar a forma como fornecemos soluções para melhorar a vida do nosso povo e com quais aliados nos unimos para alcançá-lo", afirmou Bermúdez. "A criatividade será uma das habilidades mais procuradas na próxima década e o único recurso inesgotável que temos", acrescentou.

Sara Galindo, Presidente da Mexicouture, Norman Christianson, cineasta e Alberto Ruy Sánchez, também participaram do lançamento da campanha e destacaram a importância desta iniciativa para transformar o México em uma potência criativa.

A Economia Laranja é um conceito chamado pelo BID que se refere a bens e serviços que usam a criatividade e o capital intelectual como componente fundamental, com o potencial de criar empregos, riqueza e bem-estar. Inclui, entre outros, a arte, artes cênicas, o turismo, patrimônio cultural, novos meios de comunicação e software de conteúdo, incluindo, por exemplo, videogames e indústrias culturais convencionais, entre outros.

As indústrias criativas e culturais geraram 1,9 milhão de empregos na região em 2015 e representam 2,2% do PIB regional. A televisão é a principal indústria exportadora de programas ao mundo inteiro. O cinema é um setor-chave na Argentina, no Brasil e no México, e mais de 400 filmes são produzidos na região a cada ano.

Sobre o BID


A missão do Banco Interamericano de Desenvolvimento é melhorar vidas. Fundado em 1959, o BID é uma das principais fontes de financiamento a longo prazo para o desenvolvimento econômico, social e institucional na América Latina e no Caribe. O BID também realiza projetos de pesquisa de vanguarda e oferece assessoria política, assistência técnica e treinamento para clientes públicos e privados em toda a região.
Alba Maria Fraga Bittencourt

Sobre a autora

Alba Bittencourt - Doutorada em Robertologia Aplicada e Ciências Afins. Redatora do Portal Splish Splash e Administradora/Redatora do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre a autora...

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário