ValeCard realiza palestra sobre doenças mentais para apoiar campanha Janeiro Branco



Criada em 2014, a ação tem foco na saúde mental e no bem-estar e já conta com a adesão de diversas empresas e parceiros

Para muitas pessoas, o início do ano é um período marcado por um sentimento muito forte de recomeço e vontade de passar a vida a limpo. É um tempo muito propício para repensar a vida, rever atitudes, voltar a estudar ou até buscar formas de colocar a saúde em dia, com novas dietas e promessas definitivas de iniciar a pratica de exercícios. Foi este sentimento de recomeço que motivou psicólogas e psicólogos a criarem a campanha Janeiro Branco, com foco na saúde mental e no bem-estar.

O objetivo da ação é chamar a atenção de toda a sociedade para as questões de ordem psicológica-existencial de cada indivíduo e incentiva-los a usarem o começo do ano como um ponto de partida privilegiado para refletirem a respeito das suas condições psicológicas e assim buscarem mais saúde mental para as suas vidas.

Criada em outubro de 2013, por um grupo de psicólogos, em Uberlândia – MG, a Campanha Janeiro Branco começou em 2014 e já conta com a adesão diversas empresas e parceiros, uma delas é a ValeCard, empresa de meios de pagamento e gerenciamento de frota, que neste ano participa da campanha pela primeira vez.

“O propósito é falar sobre ansiedade, convivência no dia a dia, estresse e sentimento de culpa, ou seja, quando o funcionário não consegue atingir os resultados que esperava”, ressalta Larissa Borges, psicóloga e coordenadora de endomarketing da ValeCard. 

A ValeCard é uma empresa que atua com diversos programas para melhorar o dia a dia das empresas e funcionários, com o oferecimento de benefícios que facilitam e trazem vantagens para os colaboradores. Entre eles estão os cartões alimentação, refeição, refeição, combustível, empresarial e plano odontológico. 

Alguns dados mostram que as doenças mentais têm aumentado nos últimos anos. O último Relatório Global, divulgado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), sinaliza um aumento de 18% entre 2005 e 2015 no número de casos de depressão, o que representa 322 milhões de pessoas em todo o mundo, a maioria mulheres. Só no Brasil a depressão atinge 11,5 milhões de pessoas (5,8% da população), à medida que distúrbios relacionados à ansiedade afetam mais de 18,6 milhões de brasileiros (9,3% da população).
Alda Jesus

Sobre a autora

Alda Jesus - Doutorada em Robertologia Aplica e Ciências Afins. Redatora do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre a autora...

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário