Sampa na Literatura: Trama policial reverência importantes cenários da cidade


Terra da Garoa, Sampa, Pauliceia... independente da nominação que se use, a Cidade de São Paulo sempre estará no coração de todo brasileiro. Prestes a completar 464 anos, é a cidade brasileira mais influente no cenário global, além de ser a mais populosa de todo o hemisfério sul.

Abundante e abrangente, a capital paulista oferece todo o tipo de roteiro cultural para a população, desde as badaladas noites paulistanas até os conceituados museus e centros históricos. Imortalizada, a metrópole já ganhou melodias nos versos de Caetano Veloso, Demônios da Garoa e foi questionada pelas letras de Criolo: afinal será que ainda existe amor em SP?

Fundada por jesuítas, exerce significativa influência nacional e internacional, seja pelo ponto de vista político, econômico ou cultural. Com tantos cartões postais a céu aberto, nada parece abalar a cidade que nunca dorme, mas isso está prestes a mudar depois que um conceituado prêmio de comunicação, realizado no Teatro Municipal, ganha traços inesperados.

No romance policial O Lado Escuro da Madrugada, Roberto Giacundino narra o assassinato de um conceituado publicitário, e a busca incessante de uma jornalista pela verdade. A insaciável investigação policial se emaranha com os diversos pontos turísticos da capital paulista, e faz com que os leitores desvendem o misterioso homicídio, ao mesmo tempo em que descobrem cada detalhe do município.

“Tomou um ônibus e poucos pontos adiante, saltou em frente à Praça do Correio, vagou pelo Vale do Anhangabaú e ficou alguns instantes observando os detalhes do Teatro Municipal. Andando, avistou o Mosteiro de São Bento, famoso pelos pães especiais fabricados há anos pelos monges residentes. Passou pelo Pátio do Colégio e pelo Ponto Zero da cidade em frente à catedral da Sé. Tudo o que vira nos livros e na TV estava ali e era real! Próximo à Praça João Mendes ficou deliciada com os diversos sebos de livros que encontrou”. 

Em o Lado Escuro da Madrugada, Roberto Giacundino apresenta aos leitores diversas paisagens famosas de São Paulo, como o maestral e imponente Teatro Municipal, passando pelo centro histórico paulista, além de descobrir os mistérios escondidos na Praça do Patriarca, Vale do Anhangabaú e a Catedral de São Bento.

O Lado Escuro da Madrugada
Edição: 1ª
Editora: Pandorga
ISBN: 9788584422050
Ano: 2017
Páginas: 272

SOBRE O AUTOR: Roberto Giacundino descobriu desde criança o gosto pela leitura e o prazer de criar e escrever suas próprias histórias. Aos dezesseis anos passou a colaborar para pequenos jornais e periódicos de São Paulo, atuando como colunista de literatura e redigindo reportagens sobre assuntos locais. Formado em Gestão de Recursos Humanos e com MBA em Gestão da Qualidade e Produtividade, ocupou diversos cargos de liderança ao longo da carreira. É natural de São Paulo, cidade que serviu de cenário para “O lado escuro da madrugada”, seu romance de estreia. Mora com a esposa e seus dois cachorros, Marley e Scooby.

Alba Maria Fraga Bittencourt

Sobre a autora

Alba Bittencourt - Doutorada em Robertologia Aplica e Ciências Afins. Redatora do Portal Splish Splash e Administradora/Redatora do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre a autora...

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário