Aplicativo permite que usuários se tornem escritores

(Andrey Popov/Shutterstock)

Topbuzz possibilita a produção de conteúdo a qualquer um que tenha gosto pela escrita


Por TopBuzz

Há um novo fenômeno na forma como a geração mais nova do mercado de trabalho, chamada millennials (nascidos entre 1981 e 1997), está descrevendo suas funções profissionais. O termo slashies refere-se aos jovens que preferem não ser reconhecidos apenas pelo cargo ou ofício que lhes dão maior renda.

Os empregados slashies usam barras entre várias funções para incluir projetos independentes e atividades que, apesar de serem menos lucrativas, trazem identificação ou valor ao candidato. Então, ao perguntarem “o que você faz?” a um slashie, ele responderá: “Eu sou um publicitário/guitarrista/cofundador de uma startup”, em vez de simplesmente: “Eu trabalho com publicidade”. Essa descrição múltipla dá abertura ao entrevistador para conhecer melhor o futuro empregado, além de ele ser percebido como alguém mais interessante e multifacetado.

Os slashies também estão em serviços autônomos, que não necessitam de contratações por parte de empresas. Um exemplo desse tipo de atividade é encontrado dentro de aplicativos para smartphones, como o TopBuzz. Esse app ainda é recente no país, mas já adquiriu vários adeptos brasileiros. Funcionando como um portal de notícias, qualquer um que saiba escrever bem pode participar. Basta criar uma conta, pesquisar por notícias e matérias atuais e escrever a sua própria.

No Brasil, onde a taxa de desemprego ficou em 12% em dezembro de 2017 (dados divulgados pelo IBGE), a plataforma serve também como portfólio para futuras contratações. Em longo prazo, é possível até conseguir uma renda extra, pois o aplicativo disponibiliza uma remuneração se as matérias alcançarem boas visualizações. Não há número mínimo ou máximo de matérias necessárias e o redator pode começar ou parar quando quiser.

Com 10 milhões de usuários, os redatores do TopBuzz têm contato direto com os leitores por meio da caixa de comentários. Para jornalistas e profissionais que trabalham com redação ou formação de opinião, é uma alternativa para demonstrarem talentos e um lugar para expor novas ideias sem censura. O aplicativo possui espaço para todo tipo de temática, desde notícias sobre política e economia até a respeito de novelas e entretenimento.

Para ser um criador de conteúdo na plataforma, não é necessário formação prévia em algum curso, apenas gostar de escrever. Os slashies usam esse método para desenvolver habilidades relacionadas a escrita, jornalismo e atualidades. O aplicativo torna-se, então, um portfólio com comentários de leitores reais e complementa o currículo de quem está na busca de um emprego.

In
https://exame.abril.com.br/tecnologia
Alba Maria Fraga Bittencourt

Sobre a autora

Alba Bittencourt - Doutorada em Robertologia Aplicada e Ciências Afins. Redatora do Portal Splish Splash e Administradora/Redatora do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre a autora...

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário