Luto na Literatura - Morto aos 85 anos, José Louzeiro era bom prosador


Escreveu romances e biografia de Elza Soares e pode ser uma “passagem” para Machado de Assis, Graciliano Ramos e Guimarães Rosa

O escritor José Louzeiro morreu, aos 85 anos, na sexta-feira, 29, no Rio de Janeiro. Ele teve uma parada cardiorrespiratória.

 Euler de França Belém 

Nascido no Maranhão, José Louzeiro publicou mais de 50 livros, como “Pixote” (base do filme de Hector Babenco), de 1981, e uma biografia da cantora Elza Soares. O escritor trabalhou nos jornais “Correio da Manhã” e “Última Hora” (de Samuel Wainer) e na revista “Manchete” (dos irmãos “Karamabloch”).


Mesmo sob certa discrição, José Louzeiro era um dos grandes vendedores de livros no Brasil. Sua literatura é precisa e imaginativa, ainda que tendam a vê-la, por vezes, como no limite da reportagem. O fato é que, mesmo incursionando pela literatura, nunca deixou de escrever livros de não ficção, como as biografias de Ana Néri, Gregório Fortunato (ligado ao presidente Getúlio Vargas) e Elza Soares.


Suas obras não têm a qualidade literária dos melhores livros de Machado de Assis, Graciliano Ramos, Guimarães Rosa e Clarice Lispector, mas são bem escritas e nada amadoras. Era um profissional da literatura, às vezes verboso, mas nunca ruim. Ele tinha uma rara perspicácia para mimetizar a linguagem das ruas, mas sem se tornar grosseiro, e registrar o comportamento das pessoas.


Uma literatura de alta qualidade se faz com grandes e médios escritores. As primeiras incursões de vários leitores são mergulhos na prosa de José Lins do Rego (que aprecio), Jorge Amado (quase sempre interessante), João Antônio (ótimo prosador, por sinal) e José Louzeiro. Nem todos vão chegar aos pesos pesados, como Machado, Graça e Rosa. Mas vários certamente chegarão aos autores mais qualificados. Escritores medianos são, por assim dizer, “passagens”.

José Louzeiro escreveu o roteiro do filme “Vigário Geral”.

Alguns livros de José Louzeiro

Diabetes — Inimigo Oculto (não ficção)
Vestido de Noivo
Aracelli, Meu Amor (não ficção)
Detetive Fora de Série
Os Amores da Pantera
A Fina Flor da Sedução
A Hora do Morcego (infantil)
Ana Neri — A Brasileira Que Venceu a Guerra (biografia)
O Bezerro de Ouro (infantil)
Elza Soares — Cantando Para Não Enlouquecer
Mito em Chamas
O Anjo da Fidelidade — História Sincera de Gregório Fortunato
Pixote
Praça das Chamas
Devotos do Ódio — Uma Profecia Camponesa
A Hora H do Padre G


Alba Maria Fraga Bittencourt

Sobre a autora

Alba Bittencourt - Doutorada em Robertologia Aplicada e Ciências Afins. Redatora do Portal Splish Splash e Administradora/Redatora do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre a autora...

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário