Conheça as vertentes da Freddy Groovers


Banda carrega em sua bagagem e seu repertório a mistura ideal de grandes estilos musicais

Todo projeto musical bem elaborado se destaca por alguma identidade, o diferencial em relação aos demais projetos, o que agrada o seu público e faz a galera pedir bis. Esta é a missão da Freddy Groovers, que hoje, une as suas composições que estão saindo do forno e do disco ‘Groove na Cabeça’, às versões de músicas de outros autores com arranjos inéditos.

As influências para tornar esta identidade tão marcante, são a junção de muita experiência e dos gostos dos integrantes, é o que explica em entrevista, Danilo Ciolfi, saxofonista da Freddy Groovers.

“Nossas influencias são a soma das experiências e gostos de todos os integrantes da banda, portanto, como é de se imaginar, abarca várias vertentes. Não é surpresa ver em nosso repertório uma mistura que vai desde: Funk, Soul, Jazz, e Rock ao Samba, Maracatu, Baião, dentre outros
”, descreve.

O fator citado das versões exclusivas de grandes clássicos da música, mistura as influências mencionadas por Ciolfi, sempre pela busca da autenticidade.

“Quando fazemos nossas versões de músicas de outros autores, é muito comum misturarmos essas influências, pois buscamos uma autenticidade em nosso som, que além de representar a soma do espírito coletivo da banda, ainda seja algo interessante de ser ouvido e desfrutado. Assim sendo, podemos começar em um Samba, passear pelo Groove do Funk, e terminar em um Maracatu ou Ska, tudo isso no tempo de uma música”, acrescenta o músico.

Em suma, dá para se tirar que, além de ser algo espontâneo, todos estes fatores tornam cada versão da ‘Freddy’, uma produção original, que ainda mais marcante que nas versões de outros artistas mencionadas, estão nas músicas autorais do projeto.

“Claro que essas influências se tornam ainda mais evidentes em nossos sons autorais, pois desde os primeiros momentos de sua composição, já vêm cheios dessa abordagem musical bastante ampla e rica. Isso as tornam fiéis representações do espírito que nos move, de todas as experiências musicais que nos representam individualmente como pessoas e músicos, e coletivamente como Freddy Groovers”, finaliza Ciolfi.


Para conhecer mais de todo este rico material musical dos ‘Groovers’, acesse a página do Facebook, e ouça o disco ‘Groove na Cabeça’, presente nas principais plataformas digitais, como no Spotify, Deezer, entre outras.

SAIBA MAIS

Fundada em 2013 no interior paulista – cidade de Amparo/SP, a Freddy Groovers destaca-se no cenário musical brasileiro com características únicas, como: o seu suingue, balanço, irreverência, interação com o público e o mais importante; a personalidade musical.

Os Groovers têm um estilo fora do convencional e de grande prestígio popular; uma mistura de Samba, Funk Soul, Jazz, Baião, Maracatu, entre outros ritmos afros.

O novo projeto contempla o lançamento do CD autoral - "Groove na Cabeça", cujas faixas dançantes carregam mensagens que vão desde a luta cotidiana do brasileiro, até menções honrosas a grandes líderes da história mundial.

Formada oficialmente por seis músicos: Raul (vocais), Cebola (guitarra), Chinelo (contrabaixo), Manu (bateria), Giovani (trombone) e Ciolfi (saxofone), conta também com formação completa incluindo trompete e percussão. Todos estes, que com sua longa carreira proporcionam um resgate à música brasileira e apresentam grande bagagem cultural.

Hoje além do formato físico, o CD – Groove na Cabeça também está nas principais plataformas digitais do Brasil e do mundo.

Página no Facebook:
www.facebook.com.br/freddygrooversoficial

Instagram:
@freddygroovers

Contatos para shows:
Renato (Manu): (019)99663-0307
Everton (Rauzito): (019) 99667-0489
Diogo (Cbola): (019) 997639743
Alba Maria Fraga Bittencourt

Sobre a autora

Alba Bittencourt - Doutorada em Robertologia Aplica e Ciências Afins. Redatora do Portal Splish Splash e Administradora/Redatora do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre a autora...

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário