6º Curta Brasília Festival Internacional de Curta-Metragem

 
Fotocomposição Splish Splash

Amanhã, dia 14 – Abertura oficial do 6º CURTA BRASÍLIA FESTIVAL INTERNACIONAL DE CURTA-METRAGEM

Evento gratuito no Cine Brasília, de 14 a 17 de dezembro, exibirá curtas-metragens nacionais e internacionais.

Debates e espaço exclusivo para o cinema de realidade virtual também fazem parte da programação. O cineasta Kleber Mendonça Filho é o homenageado da edição.

O tema do 6º Curta Brasília – Festival Internacional de Curta-Metragem é “construir realidades”, ou seja, os filmes selecionados para esta edição, ao invés de apenas apontar os problemas da sociedade, sugerem caminhos, alternativas e instigam novas reflexões. O festival, que ocupa o Cine Brasília entre 14 e 17 de dezembro, além da exibição de filmes, nacionais e estrangeiros, conta na programação com outras ações, como debates e ambiente para o cinema de realidade virtual.

Em sua sexta edição, o evento apresenta ao público mais de 100 curtas-metragens. 987 produções, representantes de todos os estados brasileiros e do Distrito Federal, se inscreveram para esta edição, número recorde do festival. O Curta Brasília tem duas mostras competitivas, uma com 14 videoclipes e outra com 30 curtas-metragens brasileiros.

Os vencedores serão escolhidos por júri oficial e pelo voto popular e concorrem a aproximadamente R$ 30 mil em prêmios. Parceira do festival desde 2013, a Embaixada da França escolherá, por meio de comissão, um filme da mostra competitiva para receber o prêmio Cine França Brasil, um intercâmbio para representante do filme premiado em festival francês em 2018.


NADA
(MG) 2017. Doc. Fic., 27 min Livre
Dir. Gabriel Martins. Com Clara Lima, Rejane Faria, Carlos Francisco, Karine Teles, Bárbara Sweet, Pabline Santana, Renato Novaes.
Bia acaba de completar a maioridade. O final do ano se aproxima e junto dele o Enem. A escola e os pais de Bia a pressionam para que ela decida em qual curso vai se inscrever. Bia não quer fazer nada.


O CHÁ DO GENERAL
(SP) 2016. Fic., 22 min Livre
Dir. Bob Yang. Com Tony Lee, Kenji Ogawa, Rebeca Lin, Lucia Zhao.
Um general chinês aposentado recebe a inesperada visita de seu neto.


RETRATOS DA ALMA
(DF) 2016. Doc., 20 min Livre
Dir. Leo Bello.
Histórias de pessoas que têm uma estreita relação com o meio ambiente e nos convidam a refletir sobre a natureza humana.


QUANDO OS DIAS ERAM ETERNOS
(SP) 2016. Ani., 13 min 12 anos
Dir. Marcus Vinícius Vasconcelos.
Filho retorna à casa para cuidar da mãe em seus últimos dias de vida.


CARNEIRO DE OURO
(DF) 2017. Doc., 25 min Livre
Dir. Dácia Ibiapina.
Documentário sobre Dedé Rodrigues, realizador que produz filmes com poucos recursos no sertão do Piauí que atraem multidões, em especial, a trilogia Cangaceiros Fora de Tempo.
Armindo Guimarães

Sobre o autor

Armindo Guimarães - Doutorado em Robertologia Aplicada e Ciências Afins e Escriva das coisas da Vida e da Alma. Administrador, Editor e Redator do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre o autor...

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário