Projeto brasileiro ganha Green Solutions Awards


L´Oréal Brasil e Phytorestore Brasil ganham Green Solution Awards, na COP 23, com tratamento natural de efluentes para novo Centro de Pesquisa & Inovação

Pela primeira vez, projeto brasileiro é contemplado no concurso mundial, entregue durante a Conferência Mundial do Clima (COP 23)

Nesta quarta-feira (15/11), em Bonn, na Alemanha, durante a Conferência Mundial do Clima (COP 23), a L´Oréal Brasil e a Phytorestore Brasil receberam o Green Solutions Awards na categoria ‘Grande Prêmio de Infraestrutura Sustentável’ pelo projeto Jardim Filtrante ® de gestão e tratamento natural dos efluentes industriais e sanitários e das águas pluviais no novo Centro de Pesquisa e Inovação da L´Oréal, no Rio de Janeiro. Essa é a primeira vez que um projeto brasileiro é contemplado no Green Solutions Awards.

O concurso internacional é organizado pela Construction21 com o objetivo de reconhecer e dar visibilidade a projetos de construção que promovam soluções sustentáveis e inovadoras que contribuam para a luta contra as mudanças climáticas.

Ao todo, 150 projetos de 19 países foram inscritos na premiação, revelando o crescente reconhecimento internacional de projetos corporativos sustentáveis.

O Jardim Filtrante ® da L´Oréal:

Localizado na Ilha de Bom Jesus, no Rio de Janeiro, o novo Centro de Pesquisa e Inovação da L´Oréal, aberto em 2017, tem a sustentabilidade como driver de inovação.

O projeto Jardim Filtrante ®, implementado pela Phytorestore Brasil, é uma solução completa para a gestão e tratamento natural dos efluentes industriais e sanitários e das águas pluviais no Centro de Pesquisa, além de simultaneamente recriar paisagens verdes naturais.

O sistema representa uma evolução na abordagem dos resíduos líquidos, fornecendo tratamento de forma 100% natural e sem gerar lodo ou resíduos contaminados. Através de plantas depuradoras nativas, os jardins fazem a purificação da água sem aditivos químicos, bactérias ou outro agente de filtragem. A zona da raiz destas plantas é rica em microrganismos que transformam os poluentes em elementos que servem de alimento para as plantas, sem contaminá-las, gerando ao final do tratamento água para reuso nos banheiros, lavagens e irrigação. Com essa iniciativa, reduziu-se o consumo de água no Centro de Pesquisa em cerca de 40%, além de ter um balanço positivo de carbono já que os jardins filtrantes ®, por meio sua biotecnologia inovadora e sustentável, baseada na natureza, absorvem o gás carbônico através das plantas e não geram lodo, eliminando assim o transporte de resíduos contaminados encontrados nos processos convencionais de tratamento de efluentes. 

Para Ricardo Guisolphe, Campus Manager do Centro de Pesquisa & Inovação da L´Oréal no Brasil, “é uma honra receber este prêmio tão importante e reconhecido no mercado. Este projeto está totalmente alinhado com os objetivos do nosso programa de sustentabilidade global ao  Sharing Beauty With All, onde nossa meta até 2020 é reduzir o consumo de água em 60% por produto acabado”.

Para Lilian Hengleng, diretora geral da Phytorestore no Brasil, “essa solução mostra como é possível harmonizar o tratamento, gerenciamento inteligente de recursos e preservação ambiental, utilizando soluções baseadas na natureza. A mesma técnica é utilizada não só para tratar efluentes, mas também para restaurar rios, lagos, parques nacionais e ecossistemas inteiros incentivando a fauna, flora, atendendo 10 dos objetivos globais da ONU (ODS) e sendo uma tecnologia com balanço positivo de carbono.”
 

A L´Oreal é cliente global da Phytorestore, com projetos realizados na França e na China.

Saiba mais sobre o projeto aqui: https://goo.gl/9wr3Vd
 
Alba Maria Fraga Bittencourt

Sobre a autora

Alba Bittencourt - Doutorada em Robertologia Aplica e Ciências Afins. Redatora do Portal Splish Splash e Administradora/Redatora do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre a autora...

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário