Hospital de Amor inaugura unidade na Amazônia


Objetivo é reduzir a viagem de três mil quilômetros da população da Região Norte para receber tratamento em Barretos; presidente Michel Temer participa da cerimônia de inauguração; quando estiver com 100% de sua capacidade, a unidade atenderá 9 mil pacientes por mês

São Paulo, 23 de novembro de 2017 – Com a presença do presidente Michel Temer, o Hospital de Amor (novo nome do Hospital de Câncer de Barretos) inaugura hoje a unidade Amazônia, em Porto Velho (RO).  O Hospital do Amor - Amazônia terá capacidade para atender 9 mil pacientes por mês. 

Ao invés de percorrerem três mil quilômetros em busca de atendimento em Barretos, os pacientes da Região Norte receberão assistência médica em Porto Velho. “O maior propósito dessa unidade é reduzir essa distância, trazendo para Rondônia o mesmo atendimento de qualidade e dignidade oferecido pela nossa instituição em São Paulo”, afirma Henrique Prata, presidente do Hospital de Amor. 

A escolha de Rondônia para construção desta nova unidade foi feita após um levantamento identificar que 95% dos pacientes oncológicos rondonienses tinham como referência o tratamento em Barretos. 

Além disso, empresários e voluntários do estado sempre foram doadores assíduos da instituição. “O estado de Rondônia sempre se destacou por nos ajudar com doações em leilões. A construção dessa unidade foi uma forma que encontramos de agradecer esse carinho e dedicação de tantos voluntários”, comenta Prata. 

O terreno tem cerca de 100 mil metros quadrados. Na primeira etapa do projeto serão 20 mil metros quadrados de área construída e 2 mil metros quadrados reservados especificamente para indígenas. “Nesse espaço, eles poderão continuar com seus hábitos, cultura e alimentação”, comenta Henrique Prata. Nesta primeira fase, o hospital terá 200 funcionários, sendo 30 médicos. O valor de investimento é de R$ 50 milhões em obras e R$ 10 milhões em equipamentos. 

A nova unidade possui quimioterapia, radioterapia, laboratório de pesquisa, banco de tumores, ala de emergência, radiologia com duas salas de raios-X, três aparelhos de ultrassom, ressonância magnética, mamógrafo e aparelho para tomografia. Além disso, o Hospital de Amor da Amazônia conta com laboratório de análises clínicas com seis salas de coleta e duas salas de exames, ambulatório com 13 consultórios, centro cirúrgico com cinco salas, área de internação geral com 120 leitos, pediatria com 16 leitos, área indígena com 20 leitos e unidade de terapia intensiva (UTI) com 20 leitos. 

Atendimento a toda Região Norte 

Atualmente, a instituição possui 8.500 pacientes cadastrados, vindos principalmente de Rondônia, Amazonas, Acre, Minas Gerais, Amapá, Mato Grosso e Povos Indígenas. 

A unidade da Amazônia conta com equipamentos de alta complexidade em oncologia. “A máquina de tomografia, por exemplo, tem os recursos mais modernos do mercado. Possui 128 canais, o que dará muito mais precisão e poder de diagnóstico e tratamento para os médicos, diferente das encontradas em outros hospitais públicos com apenas 64”, conta Jean Negreiros, diretor administrativo da nova unidade.

A logística e acesso dos pacientes e acompanhantes foi outra preocupação da Instituição. Foi fechada uma parceria com a prefeitura e a Secretaria Municipal de Trânsito (Semtran) para criação de uma linha de transporte público coletivo que passa pelo hospital a cada uma hora. 

Sobre o Hospital de Amor 

Excelência em oncologia, o Hospital de Câncer de Barretos registra 6.000 atendimentos/dia, 100% gratuitos. Acolhe pacientes de todo o Brasil, com profissionalismo e humanização. Com 55 anos de história, o Hospital possui diversas unidades de tratamento e prevenção. 

Nas cidades de Barretos (SP), Jales (SP) e Porto Velho encontram-se os hospitais que oferecem tratamento. Já os Institutos de Prevenção, que realizam exames de diagnóstico precoce, estão presentes nas seguintes cidades: Barretos (SP), Fernandópolis (SP), Porto Velho (RO), Ji-Paraná (RO), Campo Grande (MS), Nova Andradina (MS), Juazeiro (BA) e Lagarto (SE) e Campinas (recém-inaugurado). Há projetos em andamento em Macapá (AP) e novas parcerias estão sendo fechadas em Rio Branco (AC) e com o estado de Mato Grosso para a construção de Centros de Prevenção. Em Palmas (TO), o Hospital de Câncer de Barretos dará início à construção de um hospital para o tratamento da doença. 
Armindo Guimarães

Sobre o autor

Armindo Guimarães - Doutorado em Robertologia Aplicada e Ciências Afins e Escriva das coisas da Vida e da Alma. Administrador, Editor e Redator do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre o autor...

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário