Deu dobradinha gaúcha na 2ª edição do Miss Plus Size Nacional 2017

Lidiane Guth - coroada

 Mas a notícia triste – dada pelo idealizador do concurso, Eduardo Araúju – é que o projeto vai parar por tempo indeterminado por falta de patrocinadores, após 35 anos de luta pelo empoderamento feminino

Uma vitória gaúcha emocionante na 2ª edição do concurso Miss Plus Size Nacional! Foi assim que acabou a noite de sábado, dia 25, no Espaço Life, em Jacarepaguá. Depois de Scheila Dornelles levar a coroa para o Rio Grande do Sul, na primeira edição do concurso ano passado, foi a vez de outra gaúcha se consagrar: Lidiane Guth, mãe de dois filhos, que conquistou o público com apresentações graciosas e cheias de postura e elegância. O segundo lugar ficou com a carioca Jéssika Lima; e o terceiro, com a paraense Pamela Felice. A vencedora do Miss Plus Size Nacional 2017 ganhou, além da coroa, um cheque de mil reais em compras na  Sedução Sexy Fashion  e viagens para Dubai e Egito pela MayTour Turismo. Aliás, todo o evento foi inspirado no tema “Dubai”, com apresentações de abertura de dança do ventre e danças típicas da região.

Eduardo Araúju, idealizador do concurso, e Lidiane Guth, a nova Miss Plus Size Nacional 2017
Crédito: Pablo Rocha


“Estou muito emocionada. Pra mim, é uma honra muito grande poder representar todas essas mulheres lindas e poderosas, mulheres que passam por muita superação todos os dias. Estou muito feliz por poder fazer parte, por representá-las, e vou fazer isso com muito orgulho e com todo o meu coração.”, emocionou-se a vencedora. Já para o criador do concurso, Eduardo Araúju, o resultado não foi uma surpresa: “ela é uma candidata muito exuberante, muito bonita, ela chega chegando e tem todas as características de que uma miss necessita”.
 
Nova no mundo plus size, Lidiane, que tem 32 anos, ganhou seu primeiro concurso ano passado e, desde então, vem se preparando para disputar o nacional. “As mulheres precisam se valorizar mais. Não podemos priorizar algo externo, precisamos entender que o que é mais bonito é o que vem de dentro e se amar. Que eu possa ser inspiração para elas”, compartilhou Lidiane.

Inspirada pela luta a favor da igualdade e pela valorização feminina, a gaúcha faz questão de ressaltar seu comprometimento. “Não estou aqui em busca de status, minha intenção é levar a diante o propósito. Passei por muitas dificuldades, a minha caminhada até aqui não foi fácil. Eu só entendi que o preconceito não tem valor quando aprendi a me amar e deixei de dar importância ao que os outros falavam. Ver tantas mulheres sofrendo em busca de aceitação, com certeza, me fez dar o meu melhor”, declarou.


8 classificadas, Eduardo Araúju e Thais Carla, apresentou o concurso

Com o segundo lugar e uma torcida marcante que levantou o concurso, a carioca Jéssika Lima também estava feliz: “só de estar aqui participando já vale a pena; é uma vitória para mim”. Com o apoio do público, Jéssika levou à passarela traje em homenagem ao Maracanã e ao clube Flamengo, levando os jurados ao delírio. O título de Miss Simpatia ficou com a Miss Amazonas, Julia Barbério. Já a  Miss Maranhão, Debora Rodrigues, foi eleita, por unanimidade dos jurados, Miss Elegante  e a faixa de Miss Turismo foi para Jéssica Rodrigues, Miss Roraima.

A diva Elza Soares; a cantora Luciana Mello; o ator Marcello Antony; a Miss Gordita Paraguay, Gaby Venialgo; o fotógrafo Ike Levy e a atriz e humorista Fabiana Karla formaram o júri virtual que elegeu a cearense Rayanne Gondim Miss Fotogenia e a pernambucana Nathalia Granja Miss Virtual. O título de Miss Popularidade, que leva em consideração o voto do público presente no evento, foi para a Miss Paraná, Joice dos Santos, em competição acirrada com a Miss com  Viviane Malheiros, Miss Sergipe. . A apresentação do evento coube à bailarina Thais Carla, que trabalha com a cantora Anitta, e ao idealizador Eduardo Araúju. Para abrilhantar mais a festa, a cantora  Talita Pertuzatti encantou o público com cantando canções na diva internacional Whitney Houston.

Já os jurados presentes eram: Carol Kerbidi, integrante do blog mineiro Garotas Fora do Padrão (Garotas FDP); a influenciadora digital Michelle Pandora; Mayada Isabelle, turismóloga e empresária da MayTour Turismo que levará a vencedora a Dubai e Egito; o jornalista Fábio Ramalho, da TV Record com o projeto “Operação do Bem”; a apresentadora Dani Monteiro; a idealizadora do concurso “A Mais Bela Gordinha do Brasil”, Cláudia Ferreira; a Miss Plus Size Gay 2017 Hagtha Medellyn; o Mister São Paulo Lucas Ferraz; e o imitador vocal Oséias.

A noite tão glamorosa também teve seu momento de tristeza. Durante a apresentação do concurso, o público foi surpreendido pela informação de que aquele seria o último concurso plus size de Eduardo Araúju. A notícia emocionou o idealizador, os jurados e as candidatas. Araúju explicou que não foi uma decisão fácil, mas que não há como viabilizar um projeto daquela proporção sem patrocinadores.

“Eu preciso parar porque não dá mais para trabalhar sem patrocínio. A festa tomou uma proporção muito grande, e não dá para voltar atrás. Com a verba que se tem atualmente, não dá para pagar uma direção. É tudo muito difícil, isso me afeta muito. Eu fico passando mal, estressado, tenho insônia. São 35 anos nessa luta à qual me doei o tempo inteiro”. Eduardo Araúju pretende seguir com o trabalho com as modelos da maturidade, em desfiles e no tradicional “Senhoras do Calendário”, para, apenas mais para frente, pensar em mais um projeto para a Cidade Maravilhosa.
http://www.eduardoarauju.com.br/inscricao.php


Alba Maria Fraga Bittencourt

Sobre a autora

Alba Bittencourt - Doutorada em Robertologia Aplica e Ciências Afins. Redatora do Portal Splish Splash e Administradora/Redatora do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre a autora...

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário