Hospital Maternidade Santa Joana inaugura o serviço do Assoalho Pélvico para saúde da mulher


O novo serviço dispõe de equipes multidisciplinares preparadas para cuidar da saúde da mulher durante todo o período gestacional, pós-parto e também no tratamento de disfunções do assoalho pélvico

São Paulo, 03 de outubro de 2017 – Inaugurado há 5 meses, o Centro de Assoalho Pélvico, do Santa Joana, tem como objetivo preparar gestantes para o parto e, também cuidar das mamães após o parto, evitando qualquer tipo de disfunção relacionada ao avanço de sequelas no assoalho pélvico. Muito comuns, disfunções como perda de urina, bola na vagina, distopia genital, entre outros, são alguns problemas que podem ser prevenidos antes do parto com exercícios físicos, massagens, fisioterapia, cremes, enfim, um acompanhamento preventivo e profissional e, em casos mais extremos, cirurgias específicas. 

Por isso, o Santa Joana, optou por estimular as futuras mamães a entenderem seus corpos e estimularem suas musculaturas por meio da preparação para o parto. Tudo realizado com a supervisão de fisioterapeutas e enfermeiras. A partir do fortalecimento do assoalho pélvico é possível adaptar o corpo para um crescimento de até 20 vezes do útero e para receber a pressão que terá nos nove meses de gestação. Os exercícios têm como função evitar o chamado prolapso, ou descida do útero e da vagina, que muitas vezes é provocado por atividades comuns como tosse, espirros, risos, prática de atividades físicas, entre outros.

Outro diferencial do Centro é a realização de consultas mais acolhedoras após o parto, que buscam entender exatamente quais são os sintomas das pacientes. Os consultórios fogem ao padrão comum. Foram projetados especialmente para receber o público feminino e atender consultas ginecológicas voltadas ao assoalho pélvico. Tudo para deixar as pacientes mais à vontade para contarem na íntegra o que estão passando ou sentindo.

“Já atendi inúmeras pacientes que se inibem de dizer que têm perda de pum, ou incontinência fecal. O que elas não sabem é que esses sintomas são mais comuns do que se pode imaginar. De 6 a 8% das mulheres no mundo tem prolapso dos órgãos pélvicos – perda de urina, bola na bexiga ou na vagina e uma chance de incontinência fecal que pode ir de 21 a 80%. Outro dado alarmante é que se essa mulher tiver feito parto vaginal, a possibilidade de ter incontinência urinária é de 11%. Por isso é necessário ter um ambiente delicado, que deixe a pessoa à vontade”, afirma Carlos Del Roy, Chefe do Centro de Assoalho Pélvico do Santa Joana. 

Em outros casos o diagnóstico vai além de uma disfunção médica. Às vezes, o incômodo é estético ou causado por uma percepção pessoal, como a hipertrofia dos pequenos lábios vaginais ou a busca por uma cirurgia de ninfoplastia, que retira o volume avantajado, congênito ou causado por flacidez e que gera incômodo sob a roupa e pode tornar o ato sexual doloroso. “Temas antes pouco abordados pelas mulheres, agora, com o empoderamento e maior espaço delas na sociedade e poder de decisão sobre o corpo, ganham os consultórios e a atenção do melhor Centro Clínico especializado em mulheres do país. Quem melhor que o Santa Joana para colocar esse tema em prática?”, completa Del Roy. 

Com cinco meses de funcionamento, o Centro já conta com uma fila de espera de dois meses para novas consultas. De acordo com Del Roy, é necessário debater temas relacionados a disfunções no assoalho pélvico, pois as mulheres sofrem com esses problemas e muitas vezes têm sua vida social prejudicada por conta dessas sequelas. “Com tratamentos simples ou cirurgias rápidas, elas podem voltar a ter vidas normais. Retomar suas atividades cotidianas e não deixar que uma incontinência urinária ou uma dor mais forte incomode faz toda a diferença. Basta procurar a ajuda certa”, finaliza.

Sobre o Hospital e Maternidade Santa Joana: O Hospital e Maternidade Santa Joana é reconhecido como um grande centro especializado nos cuidados com a saúde integral da mulher e do neonato. Uma das Instituições que mais investem em tecnologia hospitalar e infraestrutura é acreditado pela Joint Commission International (JCI), a mais importante certificação hospitalar do mundo, que atesta a excelência do hospital em segurança do paciente e qualidade do atendimento. O Santa Joana oferece serviços de alta complexidade para gestações de risco. Único no Brasil a possuir uma UTI Neonatal especializada no tratamento de bebês com problemas neurológicos, o Hospital ainda contempla mais quatro unidades de terapia intensiva neonatais, além da UTI Adulto - todas equipadas com o que há de mais avançado no segmento. A Instituição ainda conta com serviços de Medicina Fetal, além de Centros de Endometriose e Imunização. Visite o site: www.santajoana.com.br
alda jesus

Sobre a autora

Alda Jesus - Doutorada em Robertologia Aplica e Ciências Afins. Redatora do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre a autora...

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário