Escritora portuguesa Teolinda Gersão lança A Cidade de Ulisses em Fortaleza - Ceará

Teolinda Gersão
 
Isabel Costa
 
Uma das escritoras portuguesas de maior destaque na atualidade atravessou o oceano e estará em Fortaleza, nesta quinta-feira, 5, para lançamento do livro A Cidade de Ulisses. Teolinda Gersão – professora universitária, vencedora de diversos prêmios literários e autora de uma dezena de livros – participa de encontro com o público na Academia Cearense de Letras (ACL), no Centro. “É muito difícil atravessar o Atlântico. Sobretudo no sentido Portugal-Brasil. No sentido inverso é mais fácil…”, diz a escritora, que tem no currículo prêmios como o Fernando Namora (1999), o Ficção do Pen Club (1981 e 1989) e o Vergílio Ferreira (2016).

Teolinda vai falar sobre A Cidade de Ulisses – livro que conta a história de amor entre as personagens Paulo Vaz e Cecília Branco, cruzando a narrativa com a história da fundação de Portugal. “Tenho adorado este lançamento de A Cidade de Ulisses em várias cidades brasileiras. A adesão do público tem sido enorme, e isso deixa-me muito feliz”, conta a escritora, em entrevista ao Leituras da Bel por email. Ela passou por São Paulo, Belo Horizonte, Salvador, Petrópolis e Rio de Janeiro, encerrando a circulação brasileira em Fortaleza, capital mais próxima do território europeu.

“A recepção dos meus livros no Brasil sempre foi excelente”, explica Teolinda Gersão, mas lembrando que as publicações aqui existentes são, em geral, fruto de cópias manuais e outros mecanismos de difusão dos textos. “Sempre fui muito lida e estudada no Brasil, apesar de os livros circularem em xerox”, exemplifica. Agora, graças ao esforço da Editora Oficina Raquel – que publica A Cidade de Ulisses por aqui – os leitores brasileiros terão acesso mais fácil ao texto. Em Portugal, o livro havia sido publicado em 2011.

Conheça a escritora
Nascida em Coimbra, Teolinda Gersão foi leitora de Português na Universidade Técnica de Berlim, assistente na Faculdade de Letras de Lisboa e professora catedrática da Universidade Nova de Lisboa, onde foi responsável por lecionar literatura alemã e literatura comparada. A agitada vida acadêmica foi pausada para dedicação à produção literária – que inclui os livros O cavalo de sol (1989), Os teclados (1999), A mulher que prendeu a chuva (2007) e As águas livres (2013).

Na edição apresentada no Brasil, entretanto, o texto segue o chamado “português de Portugal”, sem padronização do acordo ortográfico. Teolinda, historicamente, se posiciona contra à universalização da escrita da língua portuguesa. Na entrevista dada ao Leituras da Bel, ela chega a questionar “acordo para quê?”. “A língua portuguesa admite variantes, o que só a enriquece. Todos os países lusófonos são soberanos e donos da língua, que é a mesma, mas cada um a usa ao seu modo. A ideia de uniformizar a língua só criou confusão, porque as variantes não são uniformizáveis. Felizmente. Além disso, entendemos tudo”, explica Teolinda, que, em Fortaleza, será recepcionada e apresentada ao público pela escritora Angela Gutiérrez.


SERVIÇO:
Lançamento de A Cidade de Ulisses, de Teolinda Gersão
Quando: quinta-feira, 5 de outubro, às 19 horas
Onde: Palácio da Luz (rua do Rosário, 1 – Centro)
Outras informações: (85) 3226 0326

In
blog.opovo.com.br/leiturasdabel/
 

Alba Maria Fraga Bittencourt

Sobre a autora

Alba Bittencourt - Doutorada em Robertologia Aplica e Ciências Afins. Redatora do Portal Splish Splash e Administradora/Redatora do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre a autora...

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário