“Um sentimento e amor na voz”, dizia Tony de Matos sobre Roberto Carlos

Para um encontro improvável, uma imagem improvável
Fotocomposição: Portal Splish Splash

Por: Armindo Guimarães

Para quem não sabe, Tony de Matos (28-10-1924 – 08-06-1989), foi uma das vozes mais marcantes no panorama artístico português, designadamente no fado, no teatro e no cinema, solicitado em todo o mundo para espetáculos e digressões, com relevo para o Brasil onde na década de 50 granjeou grande popularidade com apresentações na rádio e televisão brasileiras.

Do seu vasto repertório musical, “Só nós dois” que interpreta no filme “A Canção da Saudade”, é, ainda hoje, a sua imagem de marca.

Acontece que no passado dia 28 de setembro, na RTP, mais exatamente no programa “Agora Nós”, sob a epígrafe “Relembrando Tony de Matos”, são convidados a atriz Lídia Ribeiro, companheira de Tony de Matos nos últimos anos de vida, e o maestro Jorge Costa Pinto, um dos diretores musicais do artista.

Entre outras considerações que o maestro Jorge Costa Pinto fez sobre Tony de Matos como cantor, ressalta aquela em que diz que a sua voz e o seu estilo só aparecem de 100 em 100 anos, como Frank Sinatra, Pavarotti, Amália Rodrigues, Maria Callas e outros.

A atriz Lídia Ribeiro, recordando os 10 anos que com ele viveu intensamente, respondendo à pergunta sobre quais seriam os cantores preferidos do artista, referiu dois:  Frank Sinatra e Roberto Carlos, sendo que este “era o que mais lhe dizia”. “Dizia ele que o Roberto Carlos tinha um sentimento e um amor na voz, que qualquer pessoa com um bocado de lucidez e de gosto, tinha que gostar de Roberto Carlos.”

Ainda hoje, 28 anos depois de uma das figuras mais carismáticas do meio artístico português nos ter deixado, por certo muitos pensarão o mesmo de Roberto Carlos, em especial aqueles que o cantam em todo o mundo, incluindo Portugal, mas, estranhamente, poucos são aqueles que o dizem.

Curiosamente, em 2007, ao jeito de “encontros improváveis”, o ator, cantor, imitador e entertainer Fernando Pereira, internacionalmente famoso pelas suas qualidades vocais fora do comum, junta Roberto Carlos e Tony de Matos, numa interpretação a todos os títulos digna de nota e que o Portal Splish Splash fez questão de divulgar numa publicação de 09-11-2010, sob o título “Fernando Pereira (cantor-imitador) - Roberto Carlos-Tony de Matos - Chico Buarque-Maria Bethânea”, que obteve bastante participação ao nível de comentários, levando o próprio Fernando Pereira a participar, enviando-nos a seguinte mensagem:

“Olá amigos,
Gostei de ler aqui o vosso debate sobre as minhas imitações, ou melhor dizendo, caricaturas... Existe uma diferença muito grande entre "querer ser" os originais e "fazer show" com todas as vozes. Isto é apenas uma forma de criar e construir um espectáculo musical original, diferente daquilo que é o mais comum... Mas apreciei bastante a forma detalhada como discutiram as minhas "vozes". Obrigado a todos pela maneira carinhosa, saudável e séria, apesar das circunstâncias, como bateram aqui este papo sobre mim. Também eu sou um admirador de Roberto Carlos e mais ainda de Chico Buarque. Cada um com a sua mania, né? Já agora e numa próxima oportunidade, se puderem, deem uma olhada no meu último CD "A Sério", onde não existe mais nada para além da minha própria voz...
Beijo grande a todos.
Fernando Pereira”

Fernando Pereira - Roberto Carlos & Tony de Matos


Tony de Matos - Só nós dois

Armindo Guimarães

Sobre o autor

Armindo Guimarães - Doutorado em Robertologia Aplicada e Ciências Afins e Escriva das coisas da Vida e da Alma. Administrador, Editor e Redator do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre o autor...

Compartilhar Google Plus
    Comentários

1 comentários :

  1. Uma ótima matéria, muito fixe ter conhecimento destes fatos.
    Os vídeos são sensacionais, pura emoção!
    Parabéns querido Armindo Gonçalves Guimarães!
    Beijinhos!

    ResponderEliminar