Roberto Carlos - Carlos Cunha relembra episódios

Carlos Cunha

Sempre que posso e quando vou a Cachoeiro, faço questão de subir as escadarias que dão acesso à varanda onde Roberto morou até aos 14 anos. Ele troca a terra natal pela casa da tia em Niterói. Sua decisão foi acertada e, sete anos depois, Roberto estava com seu vinil debaixo do braço, buscando divulgação nas muitas rádios que existiam no Rio em São Paulo e Belo Horizonte. O saudoso radialista Elmar Passos "Toca fundo" foi um grande incentivador e dedicava bastante tempo divulgando o talento de Roberto. 

Este 2017 está sendo especial e, em 7/7/67, a Garota de Ipanema era uma das canções mais tocadas nos anos 60. Em 7/7/67, nasceu minha cunhada e, em 23/7, meus irmãos Marco e Márcio. Em Cachoeiro todos os anos é celebrada a festa dos padroeiros Paulo e Pedro e alguns moradores de  lembra daquele fatídico ano de 1947. Roberto tinha apenas 6 anos e faz 70 anos que ele renasceu naquela manhã de junho de 1947. Ele relata a experiência nestes versos: "Relembro a casa com varanda/ Muitas flores na janela/ Minha mãe lá dentro dela", "Relembro bem a festa, O apito/ E na multidão um grito...".

Roberto comemora duas datas importantes. Ele fez 76 anos em 19/4 e, no dia 29/6. celebrou os 70 anos do seu renascimento.

Roberto Carlos, Caetano Veloso - Garota de Ipanema
Carlos Alberto Alves

Sobre o autor

Carlos Alberto Alves - Jornalista há mais de 50 anos com crónicas e reportagens na comunicação social desportiva e generalista. Redator do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Colabora semanalmente no programa Rádio Face, da Rádio Ratel, dos Açores. Leia Mais sobre o autor...

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário